domingo, 14 de fevereiro de 2010

RELEMBREMOS NOSSA CAMINHADA DESDE O COMEÇO! RESUMO DOS PRINCIPAIS FATOS DO NOSSO "MOVIMENTO". ESSA É A REALIDADE VIVIDA PELOS PROFESSORES DAS INSTITUIÇÕES PRIVADAS!!!LEIAM COM ATENÇÃO PARA DEPOIS COMENTAREM.EU NEM ME LEMBRO MAIS... 45% DO SALÁRIO DE JANEIRO!!! PAGOS QUANDO??? MAIS DE 38.000 ACESSOS! PROFESSORES! NÃO RECUEM E COMPAREÇAM NA ASSEMBLÉIA! A LUTA NÃO É SÓ MINHA!!!

Abaixo da minha mensagem organizei uma lista dos fatos principais que marcaram nosso "movimento" para que todos aqueles que nos acompanham desde o começo relembrem, e  para os que agora estão nos conhecendo se informem sobre a situação. Esses são os principais, pois temos mais de 60 postagens,  fora os comentários.

O BLOG TEVE A SUA PRIMEIRA POSTAGEM NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2009 E ESTAMOS SOMENTE  NO "MOVIMENTO" HÁ QUATRO MESES, COM UM RECESSO DE 30 DIAS PRATICAMENTE PELAS FESTAS DE FINAL DE ANO.

IMAGINEM QUE HOJE TEMOS MAIS DE 38.000 ACESSOS NÃO SÓ DOS PROFESSORES QUANTO DE PESSOAS E EMPRESAS DE TODOS OS ESTADOS BRASILEIROS E ATÉ DO EXTERIOR.

Colegas,

Os salários continuam atrasados.O FGTS desde 2003 não é depositado e o INSS não é recolhido desde 2006. O desrespeito está claro! Houve retaliação ao demitir os membros da ASSOCIAÇÃO DOCENTE - ASDUC, bem como, professores que seguiram deliberação assemblear relatando aos alunos a nossa situação. Não se tem conhecimento se continua a operação com a UniverCidade Trust Recebíveis S/A, pois o que se sabe no momento, é que encerrou em dezembro de 2009. Contudo, a TRUST continua a funcionar no mesmo endereço e a existência dessa empresa é para o fim exclusivo de aplicações das mensalidades dos alunos da ASESPA.

Temos continuar o "movimento" na esperança de conseguir aumentar os seguidores e tornar o nosso BLOG como um exemplo para todos os colegas que sofrem dos mesmos problemas que nós.

O BLOG já está se tornando Institucional, isto é , um verdadeiro projeto de responsabilidade social, pois estamos em favor de uma coletividade. Lutemos em prol dos profissionais do ensino e contra os abusos cometidos pelos gestores das Instituições que estão nos equiparando a empreendedores, cumpridores de metas com a finalidade de captação de recursos para que eles usufruam dos lucros as custas do nosso sacrifício.

Professor não é empreendedor e nem colaborador. Ele é, e sempre será um profissional do ensino, categoria "diferenciada", conforme a Consolidação das Leis do Trabalho, que exerce a atividade preponderante de uma instituição de ensino e não de uma empresa, com remuneração e horários diferenciados. O magistério expressa paixão, amor, dedicação, e nunca poderemos permitir sermos objetos descartáveis para ceder aos caprichos dos empresários.

A forma pessoal do dono é peculiar e o seu passado descreve sua personalidade. Certamente esse passado repercute hoje como um exemplo de que não podemos confiar na administração, uma vez que todos estão presos a uma só pessoa. Essa é a forma sui generis de administrar. Um gesto, uma palavra "ecoa" desde os chefes de mais alto grau até os coordenadores de unidades. Ou seguem temerosamente as ordens ditadas ou saem. Aliás os professores da Associação Educacional São Paulo Apóstolo realizam a atividade de ensinar numa entidade sem fins lucrativos e a visão do dono é empresarial e idiossincrática.

A meta empresarial é obter lucros, e a qualquer preço o farão, esquecendo-se de que os PROFESSORES não são um número e sim "pessoas" suscetíveis de direitos. Mas, não observaram que a nova modalidade de gestão de recursos humanos é proporcionar o aperfeiçoamento do profissional, o incentivo no meio de trabalho e benefícios para que possam trabalhar com ânimo. O que acontece na UniverCidade é ao contrário. Somos assediados diariamente a seguir normas ditatoriais , de não falar a verdade e fingir que estamos recebendo nossos salários enquanto que os gestores fingem que nos pagam. Isso chama-se "escravidão".

I. NÃO PODEMOS PERMITIR IDEOLOGIAS COMO ESTAS:
Anônimo disse...
Amigos,
Pra que tanta confusão? Pra que tantas palavras? Estão sofrendo? É tão simples, peçam demissão e recorram ao judiciário.
Prezado professor brasileiro. Sabemos que é doutor e perguntamos: Do que está adiantando tanto movimento? Nunca vai acontecer nada conosco! Meu Deus! Tanto desgaste pra nada!
Pobres docentes, acham que vão conseguir alguma coisa.....coitados!
No dia em que este país for sério, quem sabe resultados surgirão de manifestações deste gabarito: Meros terroristas urbanos!!!
8 de fevereiro de 2010 14:52

II. MAS FICAMOS SENSIBILIZADOS COM :
Anônimo disse...
Amigos,
Sou coordenador de curso e cheguei à conclusão que isso não terá fim, caso não haja uma intervenção judicial severa! Temos reuniões constantes em que a ordem é: "QUEM NÃO ESTIVER SATISFEITO CAI FORA!" Isso, assim mesmo, desse jeito q eu escrevi. Sou pai de família (como muitos) e estou com cheques devolvidos, dividas altas nos bancos, enfim tudo aquilo que os senhores estão sofrendo. Ter que responder com lágrimas ao pedido de um filho, para ir ao cinema dói muito!
Tenho q pedir dinheiro emprestado para ir trabalhar.. carro? já o vendi faz tempo! E o que é pior, não estou conseguindo colocação no mercado. A aflição é muito grande! Não quero acreditar que - por mais que o Brasil seja investado de corruptos - isso não terá um fim!
Já recorri a todas as instâncias do plano espiritual, devo estar falando baixo ou então os santos, orixás, duendes, fadas, gnomos, mágicos, pais de santo, enfim.... sofro!
Estarei na assembleia, mas um pouco descrente, pois a necessidade urge!
5 de fevereiro de 2010 14:03

III. FICAMOS FELIZES COM:
Anônimo disse...
Obrigado, Professor Brasileiro. Conte com a minha força e a dos meus colegas conscientes. A minha crítica é forte mas sei que nem todos são passivos. Valeu pelo blogue. Estamos esperando o início das aulas para agir, saber quem foi e quem ficou. Nós também vamos colaborar. Muita força para o senhor, essa briga também é nossa, já estou no 4º. ano e não quero meu diploma no lixo.
Aluno do 4º. ano.
5 de fevereiro de 2010 19:41

A luta é maior do que se vislumbra! Será contra a mercantilização do ensino e contra a sua consequencia, pois é isso o que está ocorrendo. Os empresários não satisfeitos em captar recursos através de juros extorsivos contra o povo, se enfronhando dentre todas as atividades econômicas, já perceberam quão rentosa é para eles a “indústria” da educação, pois as pessoas querem melhorar, se aperfeiçoar e só através do conhecimento é que podem alcançar um lugar no mercado de trabalho. A competição é grandiosa.

Não temos mais Instituições de ensino, mas sim Empresas “disfarçadas” com operações milionárias em prol de seus próprios interesses, não em harmonia com o cidadão que deseja um lugar ao sol!

Os professores da UniverCidade são os primeiros a usar este veículo de comunicação na sua luta contra as ilegalidades, que está sendo de grande eficiência e, por favor, continuem a acessar nosso "blog” , nos passando idéias, opiniões, pois são com elas que vamos aperfeiçoando o "movimento".

Todos os professores do Estado do Rio de Janeiro precisam se unir, pois os problemas não são só da UniverCidade. Porém, nós temos um "canal" centralizador e unificador. A idéia é criar uma Associação de Docentes "forte" e que seja inatingível, composta de líderes dispostos em ficar a frente de batalha. É pegar ou largar.

Assim, colegas da UniverCidade , demitidos ou não, vamos nos ajudar, e continuar a apoiar o "movimento", comentando, dando idéias e denunciando. Até mesmo colegas de outras Instituições que estão com os mesmos problemas poderão comentar e colaborar. Muitos já descobriram nosso Blog e estão precisando de ajuda. Vamos apoiá-los!

Continuemos a pleitear uma "CPI" e também todas as providências do Ministério Público.

Deputado Paulo Ramos. Aguardamos o vosso apoio! SINPRO estamos aguardando a agilização por parte do Ministério Público!

VAMOS NA ASSEMBLÉIA DO DIA 06 DE MARÇO, AS 10 HORAS, NO SINPRO, SITO A RUA PEDRO LESSA, 35, 2º ANDAR, CENTRO-RJ !!!

Agradeço a todos que nos acompanham e aos que estão torcendo por nós.

Saudações,

5. 14 DE NOVEMBRO DE 2009 - ASSEMBLÉIA DE 14 DENOVEMBRO DE 2009

DO LADO DIREITO DO BLOG TEMOS:

1.  Professor Brasileiro no TWITTER- http://twitter.com/profbrasileiro
3.  Informações sobre uma "CPI" -  CLIQUEM:  C P I
5.  Fatos Marcantes
6.  Entrevista do Professor Brasileiro no BLOG  Observatório da Universidade -    Observatório da Universidade
7.  Informações sobre o INSS-CLIQUEM:  I N S S        
8.  Sobre a UniverCidade Trust Recebíveis S/A - COMENTÁRIOS - TRUST
9.  A operação da S/A com a ASESPA - TRUST-OPERAÇÃO
10.  Mensagem do Professor Brasileiro de esperança - Recomeçar
11. Arquivos do BLOG
12. Perfil do Professor Brasileiro
13. Seguidores do BLOG

                             

          AS FÉRIAS ESTÃO ACABANDO!!!  
     QUEM RI POR ÚLTIMO RI MELHOR!!!

210 comentários:

  1. Professor Brasileiro, essa última postagem é essencial. Além resumir de nossa caminhada e mostrar que o status quo da opressão e do assédio não será mais tolerado, aponta os caminhos de uma ação política intensa, que não dará trégua no campo legal e político ao gestor da UniverCidade (que encarna essa afronta às instituições, ao Estado de Direito, à sociedade, à Justiça e ao poder público). Professor, o senhor é o grande catalisador desse movimento. Espero que essa postagem permita aos indecisos, aos acomodados e aos medrosos entenderem o arco das ações impulsionadas por este blogue. E que todos assumam o leme do seu próprio destino apoiando as ações que se darão pela via do SINPRO.

    ResponderExcluir
  2. E que se associem ao Sindicato.
    Sem esta providência,tudi fica dificil.Vamos chegar a 1500 sindicalizados.Não somos nem 500.

    ResponderExcluir
  3. O medo é a ferramenta mais antiga do poder. Por isso os coordenadores são impelidos pelos gestores ao assédio moral: se você estiver perturbado pelo medo daqueles que te rodeiam, não enxergará as ações dos que estão por cima. Consciente disso, não se deixe intimidar. Não se acovarde. Não se aliene. Não aceite o discurso dos coordenadores alienados e alienantes contra o SINPRO. Os coordenadores deveriam lutar por você, mas não lutam. Eles só sabem dizer sim aos gestores, só cuidam dos próprios interesses com a desculpa de que estão lutando pelo nível acadêmico. É mentira. Eles são burocratas omissos, mentem até pra si mesmos. Reaja. Fortaleça os seus representantes. Sindicalize-se.

    ResponderExcluir
  4. Não generalizem.Há muitos coordenadores que não assediam os professores e cumprem seu papel academico.Ja estou ficando cansada de falarem mal dos coordenadores.Eles são gestores acadêmicos e nada tem haver com os problemas institucionais.
    Professora Rita Camargo

    ResponderExcluir
  5. Realmente, tanto é que coloquei na minha mensagem um comentário de um coordenador que está farto dessas ilegalidades e vai a Assembléia. Espero que tenham lido.

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  6. Dia 6, mais um passo rumo a greve em 2010/1. Há há. Panfletagem... vai ser um escandalo (mais um, há há).

    ResponderExcluir
  7. Li a msg das 17:21 e pretendo me sindicalizar na assembleia do dia 6a. Alguem pode informar qt é e quais docs são necessários? Demitidos tb podem?

    ResponderExcluir
  8. Deverão ser mais de 40000 acessos até o 1o dia de aula. Há há. Depois do início, podem apostar que a média diária de acessos vai ser ainda maior. há há!

    ResponderExcluir
  9. professores em dificuldades por constantes atrasos de pagamento, sem depósitos de fgts que poderia ser usado para compra de moradia, outros demitidos pelo simples cobrar de seus direitos... ISSO É CASO DE POLÌCIA!!!!

    ResponderExcluir
  10. PROFESSOR BRASILEIRO.

    TRABALHEI COM POLÍTICA ANOS. DENTRO DA ALERJ E EM BRASILÍA.

    TEMOS QUE TOMAR CUIDADO COM POLÍTICOS QUE DIZEM QUE VÃO NOS APOIAR E NA VERDADE É APENAS JOGADA ELEITOREIRA. ESTAMOS EM ANO DE ELEIÇÃO!!! VAMOS ABRIR O OLHO COM ISSO.

    SINCERAMENTE NÃO SEI SE O PAULO RAMOS VAI BRIGAR DE VERDADE PELO NOSSOS DIREITOS AFINAL, ESSA BRIGA NÃO É DE CUNHO PARA DEPUTADO ESTADUAL.

    SE FOR PARA AJUDAR QUE SEJA BEM VINDO, MAS NOSSO MOVIMENTO É SÉRIO E NÃO PASSAGEIRO.

    ResponderExcluir
  11. Enquanto muitos estão aqui gastando seu tempo a família SOPRANO está longe... eles só usam a univercidade para tirar dinheiro, simular que colocam verbas na instituição e assim diminuir os impostos pelos gordos bois que a outra empresa do HOMEN vende para fora. É um "esquema" e tanto. Se liga JUSTIÇA que assim não dá! Alguém já escreveu para o ex-aluno Sergio Cabral Filho para que ele tome ciência dos fatos?

    ResponderExcluir
  12. Pode a família SOPRANO usar o cartão corporativo de uma IES filantrópica para pagar (todas) as suas contas pessoais, incluindo contas de consumo de sua casa?

    ResponderExcluir
  13. Professor que escreveu acima em 17 de fevereiro de 2010 08:03

    Se o senhor é professor se sindicalize, mesmo desempregado,pois logo irá se colocar. O importante é que haja união.

    Os documentos são a Cart. de Identidade, CPF,endereço e telefones.

    São 13,00 (treze) mensais.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  14. Quanto ao Deputado Paulo Ramos , daremos um voto de confiança.Porém tudo tem um limite.

    Temos que organizar um grupo de professores para ir até lá, fora o SINPRO que já está providenciando.

    De qualquer forma estamos tomando outras providências.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  15. Uma colega escreveu que "Há muitos coordenadores que não assediam os professores e cumprem seu papel academico". Na minha opinião há muito mais que assediam sim. Enquanto a colega está cansada de ouvir falar mal dos coordenadores eu estou cansada de ser assediada e contrangida a achar que isso é normal. Numa reunião recente uma colega me disse que este "é o papel deles". Francamente, gente, chega!

    ResponderExcluir
  16. Chega mesmo! Há sim assédio sobre os professores, embora alguns mais velados mas há! Só conheci uma que nunca vi fazendo isso.

    ResponderExcluir
  17. Conheça a vida e a obra de quem te deve fgts, 13o, inss...salário:

    http://veja.abril.com.br/010300/p_100.html

    http://www.terra.com.br/istoedinheiro/180/negocios/180_levinson.htm

    http://www.scribd.com/doc/24102876/O-Caso-Delfin-Digitalizado

    http://www.observatoriodaimprensa.com.br/artigos/mt201299.htm

    Leia e Divulgue. Na dupla condição de mantenedor e reitor da UniverCidade, o Sr. Ronald Levinsohn nos deve dinheiro. E os textos provam três axiomas:

    a. O Sr. Levinsohn goza de ilimitados recursos materiais.
    b. O Sr. Levinsohn não paga suas dívidas.
    c. O Sr. Levinsohn não deseja ser associado ao seu próprio passado.

    Quando ele pagar o que nos deve, teremos prazer em esquecê-lo. Até lá, devemos avivar-lhe as memórias

    ResponderExcluir
  18. Dia 18 fev, só 45% de jan pago. Sem FGTS, INSS ou 13o de 2007; professores demitidos s/ pagto de jan e fev, 13o de 2007 etc...

    ResponderExcluir
  19. PODERIA SER CRIADO UM LINK ESPECIAL SOMETE PARA SALÁRIOS

    ResponderExcluir
  20. Salários, que salários?!! As IESs fazem de conta que isso não existe, que é uma ficção. Culpa da omissão. ATÉ QUANDO VOCÊ, COLEGA, VAI SER OMISSO???

    ResponderExcluir
  21. Todos os links deste site tem a ver com salários.

    ResponderExcluir
  22. O que é salário? Já vi cabeça de bacalhau mas salário inteiro não lembro.

    ResponderExcluir
  23. Colegas, a partir da próxima semana se inicia mais uma importante etapa. É fundamental a divulgação deste blog para TODOS os colegas na sala dos professores. Use o boca a boca e logo estaremos mais fortalecidos. Sempre há também aquele grupo de alunos mais próximo. Comente tb com eles para que a divulgação chega aos discentes de forma arrasadora. Isso só pode nos ajudar! Obrigado.

    ResponderExcluir
  24. E colegas, não mintam para seus alunos qd perguntarem se os srs. já receberam seus salários. Dizer que está tudo bem é covardia!

    ResponderExcluir
  25. Não existe possibilidade de vitória sem a adesão dos nossos alunos. É preciso que eles tomem partido, essa luta também é deles.

    Além disso, cada aluno no mínimo triplicará o movimento na medida em que suas famílias se interessarem pelo problema. Isso representará participação da sociedade e VOTOS.

    ResponderExcluir
  26. O salário (o direito mais elementar do trabalhador) é utilizado pelo Sr. Ronald Levinsohn, mantenedor e gestor da UniverCidade como instrumento de opressão. A questão não é só imoral, é um desafio às Instituições, uma vergonha, um crime: a UniverCidade esgotou a infâmia.

    Quem abaixa a cabeça diante disso não pode ser professor, pois não tem dignidade.

    ResponderExcluir
  27. Concordo, não tem mesmo. Falta envergadura moral.

    ResponderExcluir
  28. Precisamos da verdade como amiga. VAMOS DIVULGAR O BLOG A TODOS, colegas, alunos etc.

    ResponderExcluir
  29. Pena que não temos os e-mails dos alunos. Assim poderíamos divulgar mais facilmente.Alguns já estão no ORKUT e têm conhecimento, mas são poucos.Quem tiver emails enviem para o Professor Brasileiro.

    ResponderExcluir
  30. Temos aqueles e-mails onde alguns depositam material para os alunos. Poderíamos tb usar estes.

    ResponderExcluir
  31. Há há! as férias acabaram. Quem vai rir agora? Riram de nós até agora mas garanto que agora a coisa muda.

    ResponderExcluir
  32. Os e-mails que tiverem enviem para o Professor Brasileiro.

    Eu já visitei o ORKUT. Já viram? CLIQUEM no lado direito , acima, no BLOG e vejam os alunos.

    ResponderExcluir
  33. DEPUTADO PAULO RAMOS, 2.000 famílias de professores da UniverCidade se voltam para V. Excelência com confiança e expectativas.

    ResponderExcluir
  34. Essa manipulação dos salários é uma forma de BULLYNG. Precisa ser punida pelo Poder Público.

    ResponderExcluir
  35. Amigos do Brasil. Trago minha contribuição. Tentarei explicar o que é BULLYING. Cá temos muitos casos destes.
    As dores sofridas pelos colegas brasileiros são compreendidas aqui. Enviei a Corte Européia de Direitos Humanos o endereço deste blog.
    Vossas Senhrias sofrem realmente de BULLYNG além de serem despidos de todos os direito inerentes aos seres humanos, trabalhadores e educadores.
    Não sei o quanto minha contribuição pode vos ajudar, mas o faço com a certeza que ajudamos o mundo a ser melhor.
    O que é o bullying?
    Bullying é um termo de origem inglesa utilizado para descrever actos de violência (física ou psicológica). Ao agressor dá-se o nome de Bully e este intimida ou agride as vítimas repetida e intencionalmente.

    Que tipos de bullying existem?
    Existem dois tipos de bullying, o bullying físico e o bullying psicológico. Estes dois tipos estão dentro do chamado bullying directo que é aquele em que o bully ataca a vítima estando presente em frente da mesma, já dentro do bullying indirecto que é aquele em que o bully ataca a vítima por outros meios como por exemplo espalhar boatos negativos sobre a mesma só está o bullying psicológico.

    Em que locais pode existir o bullying?
    O bullying pode existir nas escolas (o mais comum), no trabalho (como no bullying escolar agredindo ou intimidando os colegas de trabalho), na vizinhança (intimidando os vizinhos com comportamentos inconvenientes), na política (utilizando a força militar para que um país mais fraco não se imponha) e nas forças militares (como no bullying escolar e como o bullying no trabalho intimidando e agredindo os colegas)

    Quais são as possíveis consequências do bullying?
    O bullying pode provocar danos morais e físicos nas vítimas. Estas podem entrar em depressões e doenças do género ou até mesmo podem ficar com pernas e braços partidos.

    Professora Maria de Lurdes Mendes
    Escola de Ensino de Oliveira de Frades
    Portugal

    ResponderExcluir
  36. Prezada Professora Maria de Lourdes Mendes,

    Prazer em tê-la conosco!!!

    Muito Obrigado pelo esclarecimento e apoio. Realmente o que estamos sofrendo é uma clara intimidação que pode acarretar doenças, desanimos entre os professores.

    Contudo, isto pode acontecer também com os gestores, e imagino que neste momento estão sofrendo de algum mal físico e/ou psicológico, pois muitos já estão doentes.

    O que adianta os gestores quererem tudo para si, se não poderão usufruir.O importante é dividir,é cumprir suas obrigações,pois nosssa terra é grande e tem lugar para todos.

    Eu acredito que com a nossa insistência conseguiremos nossos objetivos.

    Professora. Fiquei muito feliz com sua visita no nosso BLOG e, por favor, volte a nos visitar.

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  37. "Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?
    Fernando Pessoa"

    Vamos construir nosso palácio. Sejamos donos de nossa história. CHEGA DE AMARGURA. Vamos "lançar armas", Não nos escusemos da luta, COLEGAS.
    As aulas já se anunciam. Agora somos nós que mandamos. Acreditem. Contribuam, participem. Diga não a omissão!
    Nós somos a diferença. Nós não temos o direito de não fazer a diferença. Para isso nos tornamos professores.
    ASSEMBLEIA 06/03.

    ResponderExcluir
  38. Excelente contribuição Profª Maria de Lourdes!!!!!Como ex-professora do curso de Pedagogia da Univercidade explorei muito esse assunto com meus alunos e, sofri e ainda sofro com os males causados por todos os problemas causados, mas, embora saiba que não poderei revertê-los, já tomei as devidas providências em termos legais...é impressionante os danos que uma instituição de ensino superior que diz prezar a QUALIDADE , provocou, provoca e provocará não apenas no seu corpo docente, mas, em todos que estão ao seu redor.Sds brasileiras

    ResponderExcluir
  39. Posso estar enganada, mas, é mais fácil a Corte Européia se pronunciar do que o nosso judiciário...não é possível que o MP, o MEC e outros órgãos não tenham ainda tomado conhecimento. Professores que não foram demitidos: NÃO SE OMITAM!Todo prof. tem o e-mail de um aluno ou da turma, já postei isso e dei a sugestão, é só mandar um e-mail pedindo p/ entrarem no blog, lerem as irregularidades e divulgarem, já fiz isso e tenho tido retorno de ex alunos. Todos podem contribuir, mesmo no anonimato. Professor, faça a sua parte, em dez. de 2009 fui eu e mais dezenas, vc não sabe quando poderá ser a sua vez!

    ResponderExcluir
  40. Denuncie a UniverCidade por bulling junto à UNESCO. Se você engrossar o volume de denúncias e a Instituição indagar sobre o nosso caso, os efeitos políticos podem ser surpreendentes.

    ResponderExcluir
  41. LIGUEM PARA O RH E COBREM SEUS SALÁRIOS: 25365187

    ResponderExcluir
  42. cOMPANHEIROS, VAMOS FAZER CHUVA DE DENÚNCIAS A PARTIR DE 2A FEIRA (INSS, JUSTIÇA, UNESCO E O QUE MAIS VIER).

    ResponderExcluir
  43. O professor brasileiro poderia virar assunto de monografia...

    ResponderExcluir
  44. Funcionários e seus familiares da unvercidade, unig etc. Se a CPI funcionar serão muitos votos, caro P. Ramos. Vamos lutar!!!

    ResponderExcluir
  45. Noto muita participação dos professores mas não de funcionários. Estou errado? FUNCIONÁRIOS, vamos partiipar!!!

    ResponderExcluir
  46. Poucos professores participam.São sempre os mesmos,assim como alunos,embora com nomes diferentes.É só ver o texto.Vamos tomar cuidado.Não é bom para a luta contra os desmandos da famosa e decadente UniverCidade ex Cidade ex Cup ex Delfim.Minha fonte da Reitoria garante que até o dia 24 farão o pagamento de janeiro e em seguida o de fevereiro.(até o quinto dia útil)

    ResponderExcluir
  47. Muitos professores participam e está aumentando o número , pois eu recebo um "relatório" do google e vejo vários endereços diferentes.

    Felizmente está havendo mais adesão de professores.Tem uns que sempre comentam, mas outros já aparecem em um grande número pelo RELATÓRIO.

    Além disso, tem muitos que acessam e não comentam.

    ResponderExcluir
  48. Existem textos aqui muito parecidos, como sói acontecer entre gente culta. De qualquer forma, é certo que o número de visitantes é bem maior que o número de colaboradores. A última assembléia no SINPRO em 2009 reuniu cerca de 150 professores e foi considerada um sucesso absoluto. Imagine então o sucesso dessa nossa Assembléia permanente, com quase 37 mil "ouvintes"?

    Supera o sonho de qualquer sindicalista e aperfeiçoa os piores pesadelos dos gestores.

    ResponderExcluir
  49. E é por causa dessa omissão que nós não recebemos salário. Tem muito professor desesperado sem tomar atitude pra mudar as coisas. Não se mexem nem pra se lamentar e pagam o preço.

    ResponderExcluir
  50. Faze o quê? Nem todo mundo tem força moral ou de caráter.......

    ResponderExcluir
  51. Que o salário correspondente a fevereiro será pago em dia ninguém duvida, assim como os atrazos de dezembro e janeiro foram antecipados pelo Sindicato.

    ResponderExcluir
  52. 37 MIL ACESSOS: SUPERANDO OS SONHOS DE QUALQUER SINDICALISTA E APERFEIÇOANDO O HORROR DA VIDA DOS GESTORES. VIVA O PROFESSOR BRASILEIRO!!!!!!

    ResponderExcluir
  53. Gente,

    Temos que revolucionar na ASSEMBLÉIA. VAMOS FAZER CAMPANHA PARA QUE COMPAREÇAM O MAIOR NÚMERO POSSIVEL DE PROFESSORES NA ASSEMBLÉIA. TODOS ESTÃO PASSANDO PELO MESMO PROBLEMA E NÃO ACREDITO QUE QUEIRAM PERMANECER ASSIM.

    NÃO SE OMITAM!

    Como eu já disse no último e-mail que enviei:

    - Acho que "ninguém" quer continuar a ser tratado com desprezo e sacrificando-se para que os gestores tenham uma boa vida!!! . Eu não quero, por isso vou em frente!!! Doa a quem doer.

    São eles que nos devem . Eu não devo nada a ninguém e muito menos ficarei pisando em ovos para dar um bom dia, ou ministrar aulas , por que eu sou um PROFESSOR e não um "lacaio". -

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  54. O comentário 11:56 foi muito infeliz em tentar diminuir a abrangência do nosso movimento.
    Dizer que são sempre os mesmo que postam no blog e como prova remeter ao estilo dos textos é primário.
    Em regra são professores que entram e postam comentários. Ora, será que não acredita que somos todos pessoas cultas, que leem, normalmente, os mesmo livros, veem as mesmas peças, viajam para os mesmo lugares etc (isso quando recebem seus salários).
    Talvez pense somos idiótas (como parecemos) por deixar a UniverCidade fazer conosco o que vem fazendo.

    ResponderExcluir
  55. Dia 19 fev, só 45% de jan pago. Sem FGTS, INSS ou 13o de 2007; professores demitidos s/ pagto de jan e fev, 13o de 2007 etc...

    ResponderExcluir
  56. Até hoje a UniverCidade não veio nos "contar" o que está acontecendo. Será pq é pura armação?

    ResponderExcluir
  57. O colega tem razão.

    Os textos são uniformes por que falamos o mesmo idioma e estudamos gramática e o sentido das frases e textos são sempre os mesmos.

    Esta pessoa do comentário de 11:56, parece ter descrito vários textos no nosso BLOG e tem interesse em dizer que somos um número pequeno de professores.Por que?

    É um engano dizer que são poucos que escrevem. Só não insiro no BLOG os relatórios do google por que respeito a privacidade de todos. Esse é meu lema. Respeitar os direitos dos outros.

    FELIZMENTE ESTAMOS FORTES!

    Assembléia em 06 de março!

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  58. Realmente amigo 14:04,

    Eles querem nos vencer pelo cansaço.

    Só que não esperam o que vem por aí.

    ResponderExcluir
  59. Professor Brasileiro, o senhor é fantástico e nosso movimento está forte e sólido. Não precisa ficar dando satisfações a alguém que nem sabemos que é cuja postagem tenta desqualificar todos que visitam o blog.
    Também não acredito que eles venham a fazer o pagemento. Eles querem medir forças conosco e nos pagar significa corfirmar que temem nossa reação após a volta as aulas.

    ResponderExcluir
  60. Fui mal interpretada e gerei vários posts.Quando alguem aqui tenta dar um conselho,chovem posts querendo desabonar.Há alguma razão?Liberdade é liberdade.Se não souberem isso,nunca vão para lugar nenhum e se desqualificam automaticamente.Pobreza de espirito.To fora .Não volto mais aqui e vou incentivar meus colegas a correr por fora,sem essa de greve etc...Quero meu salário,meus direitos e nao me importa a vida pregressa do reitore dos gestores.Se viajam,cartão corporativo não é da minha conta.Quwero meu salario em dia e vou lutar........................................................r

    ResponderExcluir
  61. Deus, como ficou incomodada!
    Aqui ninguém é pobre de espírito, muito pelo contrário.
    Quanto a não se interessar pela vida pregressa de quem determina o não pagamento dos nossos salários e que ARRUDAS E OTÁVIOS ainda transitam na vida pública. Memória curta, dor longa.
    Que triste!

    ResponderExcluir
  62. Quer lutar? Façamos juntos. Se não concordaram com a sua opnião, tudo ok. O importante é a causa que nos une.

    ResponderExcluir
  63. Continuando: qt a vida pregressa do nosso querido patrão, basta observar que o presente repete o passado. O futuro, o q dirá?

    ResponderExcluir
  64. E mais, quem desejar saber um pouco da vida do nosso querido baste ler este blog ou pesquisar na internet. O julgamento não é meu, é de cada um e da Justiça.

    ResponderExcluir
  65. E só o fato de me dever desde 2003 e nunca ter se justificado já seria grave.

    ResponderExcluir
  66. Suponha que a divida da univercidade c os profs fosse com um banco, de qt seriam as taxas. E nós não recebemos 1 real a mais qd esperamos o salário que muito raramente é pago próximo a data correta. O sistema só vale p eles.

    ResponderExcluir
  67. Vamos focar nos problemas dos professores e lutar para que não haja mal entendidos.

    Entendo que estamos fartos de tanta ilegalidade por parte dos gestores da Instituição e não vamos desvirtuar nosso rumo.

    A luta é contra os abusos da administração.

    Não nos deixemos irritar por mal entendidos.

    Se houver desentendimentos será mais um ponto para ELES e os nossos objetivos cairão por terra.

    UNIÃO POR FAVOR E SE HOUVER MAL ENTENDIDO É SÓ ESCLARECER, E PRONTO.

    PRAZER EM TÊ-LOS NO BLOG.

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  68. Como poemos divergir quando queremos as mesmas coisas elementares, que as pessoas normais tem em ambientes de trabalho normais, geridos por gente séria? Meus amigos, vamos nos aproximar ainda que seja unicamente para contrariar o Sr. Ronald Levinsohn, que puniu com demissão os que estavam unidos. Vamos respeitar o sacrifício dos que tiveream (e tem) coragem de enfrentar essa instituição que não tem compromisso com a educação, nem com nada que seja humano e nobre.

    ResponderExcluir
  69. Faltam míseras 100 visitas para 37.0000 acessos. Sejamos honrados. Não deixemos que questões individuais se interponham neste esforço coletivo.

    ResponderExcluir
  70. Por favor, é isso que nossos opositores querem, que fiquemos brigando entre nós!!! Prezada professora, não se magoe, estamos todos nervosos, sem dinheiro para honrar nossos compromissos e é natural que nossos animos estejam exaltados. Vamos relevar qualquer mal entendido e vamos continuar a luta!!!

    ResponderExcluir
  71. Divergir faz parte da convivência humana. Em qualquer processo de interação pode ocorrer o dissenso. O que me causou estranheza foi o teor agressivo do post: 15:18 "(...) Pobreza de espirito.To fora .Não volto mais aqui e vou incentivar meus colegas a correr por fora,sem essa de greve etc.."
    Se é realmente um colega não nos agrida. Não precisamos de conselhos e sim de opiniões, de unir forças.

    ResponderExcluir
  72. Colegas,

    TEREMOS ASSEMBLÉIA DO DIA 06 DE MARÇO, AS 10 HORAS!!!

    VAMOS FAZER UMA GRANDE CAMPANHA PARA QUE TENHAMOS UM GRANDE QUORUM, OK???

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  73. Sejamos realistas: quem não é por nós está contra nós. Não há meio termo. Só existem dois lados, não há matizes, nem variações. Ou se é pela injustiça e pelo abuso (personificado na figura milionária do Sr. Levinsohn, que poderia nos pagar com um estalar de dedos sem sequer fazer tremer o infinito lastro da sua fortuna), ou se está do lado dos professores e funcionários que enfrentam gravíssimos problemas econômicos e morais e ora exigem dignidade – num caráter irreversível. Ou se está do lado dos que praticam o mal e dos que contemporizam com o mal (caso dos gestores omissos ou vendidos), ou do lado dos que exigem respeito!

    A situação não admite controvérsia. Estamos em guerra contra a indignidade e o cinismo. Não importam as desculpas: quem se omitir é indigno, ou cínico ou ambos.

    ResponderExcluir
  74. professor brasileiro. o senhor teria coragem e interesse de se candidatar a um cargo público? não seria a hora dos professores terem um representante na ALERJ e na CF?

    ResponderExcluir
  75. Tomo a liberdade de repetir os textos do Prof. Brasileiro:

    "- Acho que "ninguém" quer continuar a ser tratado com desprezo e sacrificando-se para que os gestores tenham uma boa vida!!! . Eu não quero, por isso vou em frente!!! Doa a quem doer.

    São eles que nos devem . Eu não devo nada a ninguém e muito menos ficarei pisando em ovos para dar um bom dia, ou ministrar aulas , por que eu sou um PROFESSOR e não um "lacaio"."

    EU TAMBÉM NÃO SOU LACAIO DE NINGUÉM? VOCÊ É?

    ResponderExcluir
  76. Sr. Lula,

    As coisas vão acontecendo naturalmente e os caminhos vão sendo traçados a medida que agimos. Assim,se tiver que acontecer em prol de nossa categoria, quem sabe?

    Essa seria a nossa bandeira. Abaixo aos empresários que desejam transformar a Educação e o Ensino em Comércio e os PROFESSORES em escravos ou lacaios.

    Por isso pensei em uma ASSOCIAÇÃO DE DOCENTES com pelo menos um membro de cada Instituição privada, para que haja união e assim possamos lutar com mais força.

    Eu particularmente já passei por muitas arbitrariedades em outras Instituições e a história se repete. Empresários a caça de investimentos a custa do sacrifício dos professores, pois estes é que dão a produção.

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  77. ASSEMBLEIA DIA , NÃO PERCAM!!! VAMOS DESENHAR A NOSSA VITÓRIA EM CORES VIVAS>

    ResponderExcluir
  78. Não tenho dúvida que o movimento é forte e haverá consequências para todos. A instituição cometeu e vem cometendo inúmeras injustiças com os seus funcionários. Isso é notório. A maioria não suporta mais esse tratamento aviltante.
    Cabe a nós, coletivamente, lutarmos por nossos direitos e pela nossa dignidade.
    Contudo, devemos refletir sobre as posições que assumimos e ficarmos atentos ao dilema do carona. Ou seja, trata-se da estratégia assumida por algumas pessoas que não participam do movimento e, assim, não entram em conflito com coordenadores, gestores e patrão. Porém, esses mesmos indivíduos se beneficiarão dos resultados positivos, caso a ação coletiva saia vitoriosa.
    De fato, é uma estratégia cômoda e egoísta, útil apenas para quem está preocupado com o seu interesse particular. No entanto, o resultado dessa estratégia é a inviabilização da ação coletiva e da cooperação. Não podemos deixar que isso aconteça.
    Prezados(as) Professores(as), temos a obrigação de refletir sobre as nossas ações e os seus resultados.
    Por fim, com ou sem salário, devemos comparecer à assembleia.

    ResponderExcluir
  79. E MAIS UM DIA SEM PAGAMENTO

    ResponderExcluir
  80. NATURALMENTE A UNIVERCIDADE VAI LIBERAR ALGUM CALA BOCA PARA TENTAR DILUIR NOSSOS ESFORÇOS. NÃO PODEMOS PERMITIR.

    ResponderExcluir
  81. Muito pertinente o comentário sobre o "dilema do carona". Todos se beneficiaram com o movimento no final do ano que, com certeza, foi determinante para o pagaemnto de salários e 13º. Da mesma forma, também sofreram e veem sofrendo com o atraso de salários durante as férias, prenuncio claro de que não podemos baixar armas, pois muita luta se apresenta pela frente.
    Não é momento para "ataques de estrelismo". Nunca é momento para isso. Temos que estar unidos e com estratégias bem articuladas.
    Engana-se o colega que pensa que sozinho vai conseguir mudar alguma coisa. A luta é de todos.
    Reflitam sobre isso.
    Cordialmente.
    Um pensador.

    ResponderExcluir
  82. Brilhante mesmo o "dilema do carona". Fui demitida em dezembro, continuo na luta mas, confesso, me sinto enojada (asco é a palavra) daqueles que se escudam na minha luta, sem se moverem, sem tomarem partido, sem brigar também. Isso é aviltante, repuslivo, inominável. Estarei na assembléia do dia 6 esperando ver muitos rostos conhecidos... pela primeira vez. Vamos, gente, vamos brigar. Continuo lutando e a briga já não é minha (o que é meu será resgatado pelo Poder Judiciário).

    ResponderExcluir
  83. Já ultrapassamos os 37 mil acessos. Parabéns ao Sr. Reitor Ronald Levionsohn e aos demais gestores pela popularidade que conquistam a cada dia.

    ResponderExcluir
  84. Neste momento a UNIÃO é imprescindível.Mas espero ver o quorum da ASSEMBLÉIA.

    Pelo que tenho acompanhado, o BLOG foi sempre de solidariedade e espero isso de TODOS os colegas.

    É impossível que uma só pessoa consiga algo para todos, mas eu não vi em momento algum essa intenção. O BLOG é democrático e temos liberdade de trocar idéias.

    Os colegas que dizem sobre estratégias , por favor, ajude-nos e nos diga se tem alguma idéia.

    Vejo o Professor Brasileiro tentando de todas as formas ajudar e pelo menos o BLOG nos trouxe uma oportunidade de nos expressar, dialogar e até colaborar para a causa.

    ASSIM , AMIGOS, POR FAVOR TRAGAM IDÉIAS E NÃO JULGUEM NINGUÉM.

    O BENEFÍCIO SERÁ DE TODOS E NÃO ACHO QUE HAJA ALGUÉM DA CATEGORIA QUE QUEIRA UM BENEFÍCIO SOMENTE PARA SI.

    Não vi ataque de estrelismo e sim troca de idéias.

    Reflitam também sobre isso.

    Prof. amigo

    ResponderExcluir
  85. Sejamos realistas: quem não é por nós está contra nós. Não há meio termo. Só existem dois lados, não há matizes, nem variações. Ou se é pela injustiça e pelo abuso (personificado na figura milionária do Sr. Levinsohn, que poderia nos pagar com um estalar de dedos sem sequer fazer tremer o infinito lastro da sua fortuna), ou se está do lado dos professores e funcionários que enfrentam gravíssimos problemas econômicos e morais e ora exigem dignidade – num caráter irreversível. Ou se está do lado dos que praticam o mal e dos que contemporizam com o mal (caso dos gestores omissos ou vendidos), ou do lado dos que exigem respeito!

    A situação não admite controvérsia. Estamos em guerra contra a indignidade e o cinismo. Não importam as desculpas: quem se omitir é indigno, ou cínico ou ambos.

    ResponderExcluir
  86. COM SUA CONDUTA INCLASSIFICÁVEL, UNIVERCIDADE NÃO PODE GANHAR ESSA LUTA. MAS OS PROFESSORES PODEM PERDÊ-LA. BASTA DEIXAR PARA O OUTRO FAZER AQUILO QUE VOCÊ DEVBERIA FAZER TAMBÉM: LUTAR.

    ResponderExcluir
  87. Amigos do Brasil. Trago minha contribuição. Tentarei explicar o que é BULLYING. Cá temos muitos casos destes.
    As dores sofridas pelos colegas brasileiros são compreendidas aqui. Enviei a Corte Européia de Direitos Humanos o endereço deste blog.
    Vossas Senhrias sofrem realmente de BULLYNG além de serem despidos de todos os direito inerentes aos seres humanos, trabalhadores e educadores.
    Não sei o quanto minha contribuição pode vos ajudar, mas o faço com a certeza que ajudamos o mundo a ser melhor.
    O que é o bullying?
    Bullying é um termo de origem inglesa utilizado para descrever actos de violência (física ou psicológica). Ao agressor dá-se o nome de Bully e este intimida ou agride as vítimas repetida e intencionalmente.

    Que tipos de bullying existem?
    Existem dois tipos de bullying, o bullying físico e o bullying psicológico. Estes dois tipos estão dentro do chamado bullying directo que é aquele em que o bully ataca a vítima estando presente em frente da mesma, já dentro do bullying indirecto que é aquele em que o bully ataca a vítima por outros meios como por exemplo espalhar boatos negativos sobre a mesma só está o bullying psicológico.

    Em que locais pode existir o bullying?
    O bullying pode existir nas escolas (o mais comum), no trabalho (como no bullying escolar agredindo ou intimidando os colegas de trabalho), na vizinhança (intimidando os vizinhos com comportamentos inconvenientes), na política (utilizando a força militar para que um país mais fraco não se imponha) e nas forças militares (como no bullying escolar e como o bullying no trabalho intimidando e agredindo os colegas)

    Quais são as possíveis consequências do bullying?
    O bullying pode provocar danos morais e físicos nas vítimas. Estas podem entrar em depressões e doenças do género ou até mesmo podem ficar com pernas e braços partidos.

    Professora Maria de Lurdes Mendes
    Escola de Ensino de Oliveira de Frades
    Portugal

    ResponderExcluir
  88. Obrigado, Profesora Maria de Lurdes Mendes pelos esclarecimentos e, principalmente, pela solidariedade.

    ResponderExcluir
  89. Maravilhoso!

    Fiz questão de colocar logo na frente do BLOG os esclarecimentos da ilustre professora, à direita.

    Agradeço sinceramente a Profª Maria de Lurdes por nos prestigiar e colaborar com a nossa causa.

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  90. Fernando Affonso Boekel de Mello19 de fevereiro de 2010 19:48

    JÁ PENSARAM O SEGUINTE:

    Falar a todos os cantos que a UniverCidade está mal das pernas, que não pagam os professores, que os mesmos vão entrar em greve, etc e tal...

    Isso chega aos ouvidos dos alunos e aos seus responsáveis.... resultado... muitos alunos saindo da instituição.... migrando para outras... ai fica a questão: de que adianta professor se não tem aluno? a relação do aluno com a UniverCidade é comercial. Eu sinceramente não coloco e mantenho minha filha numa instituição particular que tenha greve. Eu não vou pagar para ela ter que ouvir professor lamuriar dos salários e entrar em greve.

    Acho justa a luta de vocês, mas o resultado é a saída de alunos e ai sim os "gestores" terão motivos para justificar a demora do salário...

    ResponderExcluir
  91. Sr. Fernando, melhor o fim UniverCidade por total falta de alunos do que ela continuar com base me mentiras, propaganda enganosa, exploração de mão de obra e tantas outras irregularidades.
    Melhor o professor parar do que entrar em sala de aula desmotivado. Ou o senhor quer formar sua filha as custas de nosso trabalho tão digno, não remunerado?
    Se acha justa nossa luta não veja fazer "ameças veladas. A mando de quem?
    Se não apoia a greve como uma possibilidade de luta(direito protegido constitucionalmente), de certa forma, é conivente com a EXPLORAÇÃO QUE SOFREMOS!
    Amanhã pode ser sua filha que esteja sendo explorada.
    professora indignada

    ResponderExcluir
  92. Isso é conversa de coordenador. Já ouço isso a anos.
    Se é pai mesmo, deve estar contente com a mensalidade que paga as custas de nosso trabalho.
    É mais ou menos o que acontece na China. Os produtos chineses estão em toda a parte a preços irrisórios porque lá o trabalho é praticamente escravo. O senhor deveria ter vergonha desse post, de declarar publicamente que quer formar sua filha independente das ilegalidades sofridas por seus professores.

    ResponderExcluir
  93. O Blog (de não-famosos) com maior número de acessos (em relação ao tempo de existência!) no Brasil.

    PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  94. Se tiver professores com emails de alunos, por favor envie para meu email.
    professor.brasileiro@gmail.com

    Obrigado,

    ResponderExcluir
  95. isso pode ser cacacterizado como span....

    ResponderExcluir
  96. Ou paga ou greve, não adianta carregar esta situação por mais tempo. Se os alunos sairem, lamento mas é um direito deles. Se ficarem, que lutem por uma IES melhor, onde a qualidade do ensino sejavista como algo importante. Qts cordenadores "sugerem" aprovar alunos sem condiçoes nos 1os períodos e reprovar nos últimos? Para que? Segurar o coitado por mais tempo. O que não podemos é usar nossos alunos lhes oferecendo ilusões. Eduacação é coisa séria. Ou esta IES muda ou como está não dá!

    ResponderExcluir
  97. Vamos usar todos os e-mails de alunos para maior divulgação. Usem tb aqueles onde clocamos material para as aulas.

    ResponderExcluir
  98. Dia 20 fev, só 45% de jan pago. Sem FGTS, INSS ou 13o de 2007; professores demitidos s/ pagto de jan e fev, 13o de 2007 etc...

    OBRIGADO família Soprano!

    ResponderExcluir
  99. Há há, quem vai rir agora???

    ResponderExcluir
  100. Eu não colocaria meu filho em uma universidade que não respeita os professores e a educação. Qt a greve, é melhor estudar na UFRJ ou EUEJ com greve que na UniverCidade sem greve. Ensino precisa ter qualidade. Na nossa IES os profeeores com grande carreira, experientes e qualificados estão sendo sistematicamente substituidos por outros que não apresentam tais qualidades. Motivo? Esses não reclamam e tem medo de perder seus postos. Triste...

    ResponderExcluir
  101. Como anda o nosso tradicional curso de direito? As engenharias, a fisioterapia, o curso de letras, a biologia??? Cada vez... PIOR. Basta ver a inadequação dos cursos ao mercado de trabalho, a maioria dos alunos formados nos últimos anos não trabalha na área ou está subempregado. Isso seria um sintoma?

    ResponderExcluir
  102. Se não melhorar até junho vouentrar na justiça pedindo a rescisão. Professor.

    ResponderExcluir
  103. a pergunta é: o que pode ser feito para melhorar a situação?

    abrir o capital da instituição? os professores receberem cotas?

    vamos parar só de reclamar e dar sugestões!

    com excessão do 13º de 2007, o salário vem pingado mas vem. 90% dos professores tem outra fonte de renda. vamos pressionar para fazer parte do conselho de adm da instituição. acho que só palavras de ordem, de greve, NÃO RESOLVEM. ESTAMOS NO MESMO BARCO!!!!! vamos ser francos. nossa hora aula não é ruim. vamos apresentar soluções!!! vamos trazer alunos!!!!

    ResponderExcluir
  104. Sr. Ronald Jr: não tenho que trazer solução nenhuma. Eu trabalho, tenho que receber. É simples assim. Se papai não pode pagar, se papai não sabe gerir negócios, problema dele: feche as portas ou passe o leme adiante.

    Os gestores não entenderam: não somos nós que estamos presos a eles; são eles que estão presos a nós. A sala de aula é nossa. Não é desses coordenadores que só servem para cumprir a burocracia, tentar nos intimidar e intimidar alunos.

    Segunda-feira as coisas vão começar a mudar. Mude você também. Faça jus aos seus títulos: seja honesto; seja honesta; diga a verdade aos seus alunos. É direito deles saberem a verdade.

    ResponderExcluir
  105. No que depender de mim, a instituição pode quebrar: se quebrar, sofrerá intervenção do MEC, onde tem muita gente séria só esperando a chance de trocar lacaios por Educadores.

    ResponderExcluir
  106. RONALD OLIVEIRA DE CARVALHO JR.20 de fevereiro de 2010 14:58

    PROFESSOR DAS 14:43

    NÃO SOU FILHO DO RONALD. MEU NOME É RONALD MESMO!
    NÃO ESTOU ME ESCONDENDO NO ANÕNIMATO.

    OS ALUNOS NADA TEM HAVER SE A IES PAGA OU NÃO NOSSOS SALÁRIOS. ACHO QUE FICAR LEVANDO O CASO AOS ALUNOS NÃO VAI ADIANTAR.

    SE QUER QUE A INSTITUIÇÃO SE AFUNDE, ACHO QUE SERIA MAIS HONESTO PEDIR A RESCISÃO INDIRETA. EU SEI QUE PAGA PINGADO. ENTREI SABENDO QUE ERA ASSIM. SE ESTÁ INSATISFEITO PEDE PRA SAIR E COBRE NA JUSTIÇA AGORA FICAR EM SALA DE AULA FALANDO QUE NÃO RECEBE É QUE NÃO PODE. ALUNO NÃO QUER SABER DISSO. ALUNO ESTÁ LÁ PARA ESTUDAR.

    ESTOU DE SACO CHEIO DE PESSOAS QUE SÓ SABEM RECLAMAR NA SALA DOS PROFESSORES E SÃO É UMA PORCARIA DE AULA! SOU PROFESSOR E ALUNO TAMBÉM.

    VAMOS COBRAR NA JUSTIÇA. FICAR FALANDO PARA ALUNO NÇAO VAI ADIANTAR. PODEM ME CRITICAR, MAS ENTREI NA INSTITUIÇÃO SABENDO QUE DEMORA A PAGAR E ACEITEI. AGORA VOU FICAR RECLAMANDO DE QUE? EXISTEM OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO NO PAÍS. NINGUÉM É OBRIGADO A FICAR NA UNIVERCIDADE. PORÉM SE FOR FICAR FAÇA O TRABALHO DIREITO.

    ResponderExcluir
  107. professor brasileiro!

    me diz:

    qual a finalidade domovimento? resolver a questão dos salários e levantar a univercidade ou vingança pessoal e fazer de tudo para a instituição falir?

    olha o que o cidadão fala:

    "Anônimo disse...

    No que depender de mim, a instituição pode quebrar: se quebrar, sofrerá intervenção do MEC, onde tem muita gente séria só esperando a chance de trocar lacaios por Educadores.
    20 de fevereiro de 2010 14:49 "

    nossos alunos estão vendo o site. que moral um professor terá dizendo que se depender dele fali a instituição??

    ResponderExcluir
  108. Não sei que curso admitiu um professor que escreve exceção com ss...

    ResponderExcluir
  109. Alguém entrou na instituição sabendo que não ia receber? Isso é que é vocação para lacaio.

    NOTEM QUE, quanto mais nos aproximamos da segunda-feira, maiores são as provocações. Isso se chama MEDO. A instituição está imersa em ilegalidades e seus gestores sabem que, findo o seu reinado, terão que mudar de profissão.

    Vamos em frente, gente. Ânimo! Se não fossem as minha dividas, ia achar tudo isso muito divertido.

    ResponderExcluir
  110. Se a instituição quebrar, sofrerá a intervenção do MEC e será entregue à profissionais qualificados e sérios. Isso seria muito bom para os MEUS alunos... e para quem também é sério.

    É o meu caso.

    Beijos aos Diretores e Coordenadores desesperados.

    Professora Séria, Convicta, Politizada e Muito, Muito Bem Informada.

    ResponderExcluir
  111. Sou professor do curso de Direito e tenho um emprego público, mas mesmo assim, gostaria de me manifestar.

    Desde que entrei para a instituição, os diretores ou coordenadores gerais eram também do serviço público.

    Em mais de uma reunião geral ouvi que "os salários atrasam mesmo, quem quiser ficar, fica, quem não pode suportar os atrasos não aceite alocação etc".

    Só agora estou me dando conta do absurdo com o qual pactuamos.

    Gostaria de saber se, caso estes coordenadores ouvissem de seus superiores esta mesma cantilena " senhor juiz, o Tribunal precisou trocar os tapetes e então seu salário vai atrasar 2 meses", o que eles fariam.

    Será que tentariam fazer um novo concurso público, quem sabe se mudariam para outra região do país, quem sabe se individariam com instituições financeiras?

    Ou quem sabe proporiam ações imediatamente para corrigir o absurdo?

    ResponderExcluir
  112. para o professor que escreveu as 15:13

    foda-se que escrevi errado. sou ser humano e também erro. você também deve errar.

    sabe de uma coisa: façam o que quiser. meu compromisso é dar aulas boas. continuo achando que estão na instituição pq querem. insatisfeitos saiam. não esperem cair do céu soluções, intervenção do mec ou do papa. Todos os dias o mercado e as universidades oferem novos mestres e doutores. acho que está na hora de novos terem oportunidades.

    este é meu pensamento e minha liberdade de pensamento é assegurada por lei.

    tem professor que fica em sala contando história da família, outros ficam no data show apenas lendo, tem os que querem comer as alunas, os que deixam colar... está tudo na "rádio corredor".

    o nível de muitas aulas é baixo. tem coordenador de pós graduação em direito que jamais ouviu falar em paulo freire. que moral tem?

    sinceramente acham que os alunos estão preocupados se vamos receber em dia ou não?

    faço um desafio: quero apenas 2 idéias dos mestres para solucionar o problema. pq os mestres não sugerem novos cursos de extensão? pq não sejam mais didáticos? pq não ouvem mais os alunos com o intuito de melhorar as aulas?

    vamos parar de lamuriar e agir!!!!

    o blog foi feito para se agir.

    se for para ficar veste a camisa então saia e não atrapalha quem quer lutar para melhorar a instituição. nós temos força para melhorar. ameaças de greve e de contar para os alunos são sinceramente ações que de nada vão ajudar.

    sugiro aos alunos também cobrarem melhores aulas.

    ResponderExcluir
  113. Sugiro aos alunos exigirem professores que escrevam direito.

    ResponderExcluir
  114. Quer dizer que o Papa não vai nos ajudar? E isso é jeito de dar a notícia...

    Como tem gente má nesse mundo. A UniverCidade tem onde recrutar gestores.

    ResponderExcluir
  115. A que ponto chegamos: o camarada vem aqui, diz um monte de bobagem, assina um nome por extenso que não existe nem no Google, ofende pessoas de bem e diz professor.

    Se dissesse que era gestor, quem duvidaria?

    ResponderExcluir
  116. pobrezinho... acha que o google tem respostas para tudo?

    coloca ai no google: "o que pode se fazer para solucionar o problema. como eu posso ajudar?"

    ResponderExcluir
  117. NOTEM QUE, quanto mais nos aproximamos da segunda-feira, maiores são as provocações. Isso se chama MEDO. A instituição está imersa em ilegalidades e seus gestores sabem que, findo o seu reinado, terão que mudar de profissão.

    Vamos em frente, gente. Ânimo! Se não fossem as minha dividas, ia achar tudo isso muito divertido.

    ResponderExcluir
  118. Você contrataria um cara que deixou a situação chegar ao ponto de existir este blog, que faz uma denúncia após a outra?

    E você pensa que eles não sabem disso?

    ResponderExcluir
  119. Sugiro trocar o reitor.

    ResponderExcluir
  120. muda os gestores de profissão e o "pingadinho de cada mês nosso" para de cair.

    acha mesmo que o mec vai interferir? acha que a instituição é a varig? pensas o que?

    professores do curso de ADM, Marketing e Direito, pq não se unem e apresentam um plano para salvar a instituição? vamos a ONU mas vamos tb ao BNDS.

    ResponderExcluir
  121. e colocaria quem no lugar? as filhas do Ronald? o Roberto Justus ou o Supermam? jesus cristo já está ocupado com a varig....

    e mais o que este novo reitor deveria fazer?

    ResponderExcluir
  122. É melhor perguntar à eles do que ao senhor, né? Alguns dos gestores até escrevem direito.

    ResponderExcluir
  123. À ONU eu acho que ninguém foi. Mas obrigado pela sugestão.

    ResponderExcluir
  124. A maneira mais eficiente de mudar o nosso entorno é mudar nossas atitudes.
    Sigamos juntos. Devemos ir a assembleia dia 06/03. Lá é o forum correto para nos expressarmos.
    Não queremos vingança, mas respeito!

    ResponderExcluir
  125. Este blog é um sucesso absoluto!
    Parabéns PROFESSOR BRASILEIRO!
    Cerca de 1000 acessos por dia e mais de 120 post. Isso é vitória na certa, ou, no mínimo, está incomodando muito.

    ResponderExcluir
  126. A Secretaria Estadual de Educação acessa o blog.
    Fui num jantar com o governador e um dos assuntos foi as denúncias deste blog que eu fiz questão de divulgar. Quem me conhece sabe que sou primo do governador. Tenho imensa admiração
    por muitos professores. Dsejo boa sorte na luta de vocês.
    Fred

    ResponderExcluir
  127. Obrigado, Fred. Toda ajuda é muito bem-vinda.

    ResponderExcluir
  128. Transformar

    Eu transformo
    Tu transformas
    Ele transforma
    Nós transformamos
    Vós transformais
    Eles não transformam nada!

    ResponderExcluir
  129. PROPAGANDA ENGANOSA

    "Ainda dá tempo de ingressar em um curso superior de qualidade. Estão abertas as inscrições para o Teste de Acesso Direto (TAD) da UniverCidade. Dentre os cursos oferecidos pela instituição, estão Jornalismo, Turismo, Desenho Industrial, Administração e Marketing. A UniverCidade oferece até 2.000 bolsas de estudo, para os primeiros colocados."

    ResponderExcluir
  130. Eu fui conivente...
    Minha culpa, minha máxima culpa.
    Vou tentar me redimir.
    Contem comigo dia 6 de março.

    ResponderExcluir
  131. Todos devemos nos redimir. A culpa é de todos nós. Mas se é nossa, temos que lutar juntos.

    ResponderExcluir
  132. Não sei se a culpa é nossa. Cada vez me pergunto mais se não é algo sem solução. Não visualizo saida sem uma intervenção dos órgãos fiscalizadores. Virou "moda" no Rio (parece setorizado) as IEsS não pagarem salários nem recolherem contribuições. Me pergunto: a quem interessa?
    Penso como é possível isso acontecer numa instituição que tem juizes, promotores etc como professores.
    Se numa instituição que tem autoridades do judiciário se passa tamanha irregularidade, como é possível mudar alguma coisa?
    Estou sem esperança...

    ResponderExcluir
  133. GREVE!!!!!!!!!!!!!
    Não podemos voltar assim gente!!!

    ResponderExcluir
  134. DINHEIRO!
    "O dinheiro é parte importante de nossas preocupações e afazeres cotidianos. No dia-a-dia de cada um, porém, o "vil metal" é apenas mais um dado de realidade; sua natureza última e funções sociais não despertam nenhum interesse (A UNIVERcIDADE QUE O DIGA). As pessoas contentam-se em conseguir o din-din para pagar suas contas e está muito bom assim (E, ASSIM, A UNIVERCIDADE NOS EXPLORA).

    "Dinheiro e Incerteza

    A impossibilidade de se conhecer o futuro é um dado de realidade inexorável. Dessa incerteza permanente deflui outra das funções da moeda, que é a de servir como reserva para contingências inesperadas. Os indivíduos tendem na medida do possível a manter saldos monetários disponíveis para emergências, em nível mais ou menos constante."(NÃO É NOSSO CASO. OU É?!)

    "O Valor do Dinheiro

    O dinheiro é uma mercadoria sui generis, pois não é bem de consumo nem bem de capital. Demanda-se moeda para trocá-la por bens de consumo ou pelos serviços dos fatores de produção."(é serviços o que prestamos ou a uNIVERcIDADE criou uma categoria nova?)."

    DINHEIRO, PRA QUE DINHEIRO???????
    Vivo de brisa e caridade...

    ResponderExcluir
  135. Medita o colega: "Se numa instituição que tem autoridades do judiciário se passa tamanha irregularidade, como é possível mudar alguma coisa?"

    De fato isso é inexplicável. Mas agora temos um fato novo: um blog com mil acessos POR DIA. É isso que alguns colegas não entenderam: a única possibilidade de se conseguir justiça é não desistir de exigi-la! Mas como se EXIGE justiça? Tendo a própria sociedade (constituída por professores, alunos e seus familiares) como aliada. Essa é a única via. Daqui a pouco o MP, o MPT, a DRT, a Secretaria de Receita Federal e todos os demais órgãos à quem prestamos denúncia TERÃO QUE EXPLICAR O SEU SILÊNCIO à milhares de pessoas.

    E mui respeitosamente dedico esta postagem ao Deputado Paulo Ramos, de quem esperamos medidas URGENTES E ENÉRGICAS em coerência com o seu passado político.

    ResponderExcluir
  136. uNIVERcIDADE... Devíamos adotar essa grafia como protesto.
    Parabéns pelo comentário supra (20:18) . FANTÁSTICO!
    Mesmo sem dinheiro, conta zerada e cheque especial estourado, ri muito.
    Muito legal!

    ResponderExcluir
  137. Nossa tragédia virou comédia...

    ResponderExcluir
  138. Quem é Paulo Ramos?
    Mais um politicozinho eleito com discurso populesco. Ele não é o PROFESSOR BRASILEIRO.
    Chega de dar "olas" a seres "parasitas".
    Nós faremos por nós.

    ResponderExcluir
  139. Se a Alta Direção da UniverCidade estivesse preocupada com reputação, pagaria seus funcionários. Os protestos encomendados contra a associação entre o Reitor Ronald Levinsohn e o Caso Delfin neste blog se dão exatamente por isso: como é que o Poder Público se omite em investigar uma instituição de ensino gerida por um capitalista polêmico, notório protagonista de escândalos financeiros (o que pode ser facilmente constatado por uma consulta elementar à Internet)? Algúém que dencunciamos todo dia?

    O SILÊNCIO, A OMISSÃO DAS AUTORIDADES É O EPISÓDIO MAIS ESCANDALOSO DO CASO UNIVERCIDADE.

    Por isso tentam calar essa associação irrefutável entre UniverCidade, Caso Delfin e Sr. Ronald Levinsohn. Ela é indispensável a este movimento em defesa dos Educadores e da qualidade de ensino que os nossos alunos merecem.

    Não é a reputação de ninguém que está em jogo: é o dinheiro. É tudo uma questão de dinheiro. Todos os capitalistas do mundo sabem que, quando a opinião pública se faz ouvir, eles tem que falar e se mexer.

    Por que você acha que justamente agora a UniverCidade pôs aquela propaganda suspeitíssima na Globo? Para influenciar a opinião pública e calar a própria Globo, que não é exatamente pródiga em denunciar seus clientes.

    Se a partir do dia 25 nós divulgarmos este blog entre os nossos alunos, daremos um salto imenso em nossa luta. Nós podemos fazer isso com discrição, sem exposição ou riscos.

    Eu estou exausta.

    Eu deveria ter tido dinheiro para descansar em minhas férias, mas não tive, o MEU dinheiro está no bolso de outra pessoa. Eu deveria ter tido dinheiro para comprar livros, mas não pude, o MEU dinheiro está no bolso de outra pessoa. Eu deveria ter tido tranqüilidade e paz de espírito para estudar, mas não pude, alguém roubou a MINHA paz de espírito.

    Mas eu prometo, no que depender de mim, as coisas começarão a mudar no dia 25. Pois à mudança que este blog representa, vou acrescentar a minha.

    Professora Cansada e Indignada

    ResponderExcluir
  140. É incrível como estamos recebendo a visita de gente preocupada em desmoralizar e desacreditar nosso movimento. O Deputado Paulo Ramos tem a nossa confiança.

    ResponderExcluir
  141. Isto aqui está uma baixaria
    gente boba e fustrada
    não conseguem nada melhor e ficam falando muita besteira.
    esse povo não consegue outro emnprego.
    nada vai mudar porque e faculdade é cabide de emprego. vocs são bobinhos.eu nem tenho oab e sou professor e meus alunos acham que sou o massimo.

    ResponderExcluir
  142. Parabéns, meu filho. Mamãe deve estar orgulhosa.

    ResponderExcluir
  143. Caros, há quem queira tumultuar o movimento nestes tempos que antecedem o início das aulas. Não vamos nos abalar. Quanto a falar ou não para os alunos, penso que: 1- eles já sabem que os problemas existem, só não sabem, creio, o quão graves podem ser; 2- Minha família sempre me ensinou que a VERDADE é um BEM MAIOR. Mentir para encobrir o erro dos outros é muito feio.

    Certa vez ouvi de um colega que o mesmo tinha vergonha de contar aos alunos o que estaria ocorrendo. VERGONHA é MENTIR. A verdade só doi a quem não se garante.

    Amigos, como podemos nos agarrar em uma situação tão delicada. Logo algo irá acontecer. Não podemos ter esse apego a tal emprego pois este emprego não tem tal apego a nós. Somos, mesmo mestres e doutores, peças descartáveis para a IES. Se for para nos trocar por por um modelo mais baratinho e que não reclame, logo o farão.

    No mais, se a IES afundar não será culpa nossa como alguém tentou dizer em um dos posts. Nós nunca criamos a univercidade trust, nunca usamos o cpital da empresa em benefício próprio, nunca fizemos uma série de burradas que os gestores daqui fizeram (e o pior é que sabiam estar fazendo, mas sempre foi conveniente). Por isso, parabéns ao professor brasileiro e a todos que a ele se associaram nesta luta pela JUSTIÇA e pela VERDADE, duas palavrinhas que todos deveríamos ter como algo maior.

    Pessoalmente, estive fora por alguns dias e agora volto para ser mais um neste grupo de pessoas de valor.

    Professor Brasileiro, mesmo não sendo eu mais parte desta IES pois decidi me afastar conte comigo!

    Bom retorno a todos, saibam que a luta é grande. A injustiça deve ser combatida em todas as esferas. Acredito ser a procura pela verdade o que nos separa de outros animais. Me desculpem se ofendi alguém, não foi o meu desejo.

    PAZ E BEM!
    Prof. da casa PT

    ResponderExcluir
  144. "VERGONHA é MENTIR. A verdade só doi a quem não se garante."

    Paz e Bem, Professor. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  145. Imagine a cena: "Arruda, Otávio e Ronald presos na PF...LINDO!!!!
    Manchete: Reitor da segunda maior instituição educacional privada do RJ preso por não ser educador...fraudar o ensino e "escravisar seus funcionários"..."
    Gente, isso é possível!!!

    ResponderExcluir
  146. Querido professor da casa PT, parabéns. Reverencio o senhor. Espero que um dia possamos tomar um café.
    Poesia para todos (pois nunca é demais).
    Saudações, professor PI.

    "Aqui na floresta
    Dos ventos batida,
    Façanhas de bravos
    Não geram escravos,
    Que estimem a vida
    Sem guerra e lidar.
    — Ouvi-me, Guerreiros,
    — Ouvi meu cantar.

    Valente na guerra
    Quem há, como eu sou?
    Quem vibra o tacape
    Com mais valentia?
    Quem golpes daria
    Fatais, como eu dou?
    — Guerreiros, ouvi-me;
    — Quem há como eu sou?

    Quem guia nos ares
    A frecha implumada,
    Ferindo uma presa,
    Com tanta certeza,
    Na altura arrojada
    Onde eu a mandar?
    — Guerreiros, ouvi-me,
    — Ouvi meu cantar.

    Na caça ou na lide,
    Quem há que me afronte?!
    A onça raivosa
    Meus passos conhece,
    O inimigo estremece,
    E a ave medrosa
    Se esconde no céu.
    — Quem há mais valente,
    — Mais destro do que eu? I

    Se as matas estrujo
    Co'os sons do Boré,
    Mil arcos se encurvam,
    Mil setas lá voam,
    Mil gritos reboam,
    Mil homens de pé
    Eis surgem, respondem
    Aos sons do Boré!
    — Quem é mais valente,
    — Mais forte quem é?


    E o Piaga se ruge
    No seu Maracá,
    A morte lá paira
    Nos ares frechados,
    Os campos juncados
    De mortos são já:
    Mil homens viveram,
    Mil homens são lá.

    E então se de novo
    Eu toco o Boré;
    Qual fonte que salta
    De rocha empinada,
    Que vai marulhosa,
    Fremente e queixosa,
    Que a raiva apagada
    De todos não é,
    Tal eles se escoam
    Aos sons do Boré.
    — Guerreiros, dizei-me,
    — Tão forte quem é?"
    ( O Canto do Guerreiro
    Gonçalves Dias)

    ResponderExcluir
  147. Citando o Prof. da casa PT:

    "No mais, se a IES afundar não será culpa nossa como alguém tentou dizer em um dos posts. Nós nunca criamos a univercidade trust, nunca usamos o cpital da empresa em benefício próprio, nunca fizemos uma série de burradas que os gestores daqui fizeram (e o pior é que sabiam estar fazendo, mas sempre foi conveniente). Por isso, parabéns ao professor brasileiro e a todos que a ele se associaram nesta luta pela JUSTIÇA e pela VERDADE, duas palavrinhas que todos deveríamos ter como algo maior."

    ResponderExcluir
  148. Por força de meu trabalho andei por alguns países nas férias.
    Fui acompanhando a produção de um documentário sobre o desenvolvimento da educação formal nos países da África froteriços (resguardado os mares que os separam)da Europa.
    A questão era mais cultural do que qualquer outra coisa. A Europa foi a grande colonizadora/exploradora desses países. Mas, eles têm uma profunda ligação com o Brasil.
    Enfim, o que me preocupou muito é que em Luanda (Angola), muitas pessoas conhecem a UniverCidade porque a mulher do consul de Angola no Rio, fez faculdade de direito aqui (na UniverCidade).
    Não soube falar nada.

    ResponderExcluir
  149. Desculpe, professor, mas não entendi a sua preocupação... ?

    ResponderExcluir
  150. Pessoal, mesmo sendo ex-professora da UNIVERCIDADE, tenho me manifestado, contribuído a minha maneira e acompanhado os acontecimentos...vou inverter a frase : o q dá prá chorar , dá prá rir...infelizmente ou felizmente, ri muito hoje com algumas postagens, achei o massimo, ou melhor,o MÁXIMO...acredito realmente que o blog foi criado para denunciar as irregularidades, movimentar, acordar todos , receber propostas para os problemas q temos vivenciado,enfim , um veículo de denúncias, propostas, críticas e argumentos fundamentados, um espaço DEMOCRÁTICO, mas, sem perder o seu teor, a sua inteligência, a sua elegância, a sua suti(genti)leza...só posso acreditar no que tantos já disseram: as aulas irão recomeçar e muitos estão a se desesperar...

    ResponderExcluir
  151. Quem tá c medinho? há há!!

    ResponderExcluir
  152. Dia 21 fev, só 45% de jan pago. Sem FGTS, INSS ou 13o de 2007; professores demitidos s/ pagto de jan e fev, 13o de 2007 etc...

    ResponderExcluir
  153. Todo cuidado é pouco.Vários posts aqui são encomendados pela Reitoria.Trabalhei durantes anos na Reitoria e sei do que são capazes.O bruno guerra adorava fazer piadas dos atrasos e 13 salário.Puxa é só o Dr Levinsohn vender uns 2 quadros que resolve.Uma briga interna grande entre as filhas Priscile e Claudia movimenta os bastidores.Eles não tem medo de nada,Money talks....,se me entendem?Implantei com o Alvarenga a estrutura modular,que permitiu sobreviver até hoje.Fui ameaçado várias vezes pelo Dr Levinsohn e hoje estou no IBMEC e vejo a difrença.Lutem,lutem,lutem,lutem,sem perder a doçura,não aceitem provocações,a lua apenas começou .A greve talvez não seja o caminho certo pois eles sao tao crueis que vão demitir todos os professores que fizerem greve.Há um processo em curso para admissão de 200 docentes que cobrirão possiveis grevistas.Torço por todos e se puder ajudar,sabem que eu sou,estive reunido com vcs no Teatro em Ipanema...

    ResponderExcluir
  154. Também não tenho a mínima dúvida de que, em havendo greve, se somente a vontade deles prevalecesse, todos os participantes seriam demitidos.
    A questão é que, provavelmente, somente os professores que são realmente professores, que são comprometidos com a educação, que primam por lisura na vida acadêmica é que vão fazer greve.
    Nenhuma IES sobrevive sem esse tipo de professor, e a UniverCidade também se insere nesse contexto.

    ResponderExcluir
  155. Prezado das 7:54, poderia ilustrar melhor que tipo de ameaças?

    ResponderExcluir
  156. NÃO PODEMOS TER MEDO AGORA. VAMOS A LUTA. SE A GREVE FOR A VONTADE DA MAIORIA, QUE OCORRA UMA. VAMOS DIVULGAR O BLOG DESDE OS PRIMEIROS DIAS DE AULA.

    ResponderExcluir
  157. Criar um programa para demitir e contratar 200 professores de uma vez pode até existir no papel, mas é obra de ficção. Nem na Gama Filho foi assim. Lá, como aqui, houve a degola dos líderes, dos que lutaram de peito aberto, sem se submeterem a nenhum tipo de assédio ou intimidação.

    Pessoalmente, digo que o ponto essencial está aqui, dito por um lúcido professor:

    "A questão é que, provavelmente, somente os professores que são realmente professores, que são comprometidos com a educação, que primam por lisura na vida acadêmica é que vão fazer greve. Nenhuma IES sobrevive sem esse tipo de professor, e a UniverCidade também se insere nesse contexto."

    Vou me sentir mui digna se for demitida com gente assim. Agradeço à preocupação do colega em nos alertar sobre a existência de um suposto “Plano de Demissão em Massa”. Mas a idéia é tão mirabolante – e o volume de multas trabalhistas da instituição já são tão vertiginosamente altos – que sua colocação em prática é improvável. Há menos que o Sr. Levinsohn deseje repetir a proeza da Delfin, justificando a quebra da instituição pela via de uma montanha de multas e ações.

    Nosso colega-informante – ainda que bem intencionado – deve ter sido vítima de um factóide, que cumpre interesses que não são nossos. Mesmo assim obrigado.

    ResponderExcluir
  158. A bíblia diz que o diabo pode mostra-se como um anjo de luz. Portanto, cuidado com os lobos em pele de cordeiro.

    Meus amigos, façam o testdrive deste Tópico: releiam tudo; vejam quantos mensagens grosseiras ou suaves vem aqui fazer a propaganda do inimigo. Quanta gente veio aqui nos últimos dias dizer que “já não tem mais esperanças”! Quanto a gente ficou “indignada” por que levou um puxão de orelha porque tava pregando o fracasso.

    NÓSW NUNCA SOFREMOS ASSÉDIOS TÃO SUTIS QUANTO AGORA, VÉSPERA DO PRIMEIRO DIA DE AULA. O que vale é aquilo que a colega escreveu:

    Se a Alta Direção da UniverCidade estivesse preocupada com reputação, pagaria seus funcionários. Os protestos encomendados contra a associação entre o Reitor Ronald Levinsohn e o Caso Delfin neste blog se dão exatamente por isso: como é que o Poder Público se omite em investigar uma instituição de ensino gerida por um capitalista polêmico, notório protagonista de escândalos financeiros (o que pode ser facilmente constatado por uma consulta elementar à Internet)? Algúém que dencunciamos todo dia?

    O SILÊNCIO, A OMISSÃO DAS AUTORIDADES É O EPISÓDIO MAIS ESCANDALOSO DO CASO UNIVERCIDADE.

    Por isso tentam calar essa associação irrefutável entre UniverCidade, Caso Delfin e Sr. Ronald Levinsohn. Ela é indispensável a este movimento em defesa dos Educadores e da qualidade de ensino que os nossos alunos merecem.

    Não é a reputação de ninguém que está em jogo: é o dinheiro. É tudo uma questão de dinheiro. Todos os capitalistas do mundo sabem que, quando a opinião pública se faz ouvir, eles tem que falar e se mexer.

    Por que você acha que justamente agora a UniverCidade pôs aquela propaganda suspeitíssima na Globo? Para influenciar a opinião pública e calar a própria Globo, que não é exatamente pródiga em denunciar seus clientes.

    Se a partir do dia 25 nós divulgarmos este blog entre os nossos alunos, daremos um salto imenso em nossa luta. Nós podemos fazer isso com discrição, sem exposição ou riscos.

    Eu estou exausta.

    Eu deveria ter tido dinheiro para descansar em minhas férias, mas não tive, o MEU dinheiro está no bolso de outra pessoa. Eu deveria ter tido dinheiro para comprar livros, mas não pude, o MEU dinheiro está no bolso de outra pessoa. Eu deveria ter tido tranqüilidade e paz de espírito para estudar, mas não pude, alguém roubou a MINHA paz de espírito.

    Mas eu prometo, no que depender de mim, as coisas começarão a mudar no dia 25. Pois à mudança que este blog representa, vou acrescentar a minha.

    Professora Cansada e Indignada

    ResponderExcluir
  159. A UniverCidade é uma fraude. Sua existência tem apenas um objetivo: dar lucro ao seu dono, não importa de onde esse lucro venha e, nós, pactuamos com isso.
    Vejam que post interessante: "Sou professor do curso de Direito e tenho um emprego público, mas mesmo assim, gostaria de me manifestar.

    Desde que entrei para a instituição, os diretores ou coordenadores gerais eram também do serviço público.

    Em mais de uma reunião geral ouvi que "os salários atrasam mesmo, quem quiser ficar, fica, quem não pode suportar os atrasos não aceite alocação etc".

    Só agora estou me dando conta do absurdo com o qual pactuamos.

    Gostaria de saber se, caso estes coordenadores ouvissem de seus superiores esta mesma cantilena " senhor juiz, o Tribunal precisou trocar os tapetes e então seu salário vai atrasar 2 meses", o que eles fariam.

    Será que tentariam fazer um novo concurso público, quem sabe se mudariam para outra região do país, quem sabe se individariam com instituições financeiras?

    Ou quem sabe proporiam ações imediatamente para corrigir o absurdo?

    20 de fevereiro de 2010 15:41"

    Temos que fazer mea culpa sim!
    Todos nós sem execeção nunhuma ouvimos isto.
    Parabéns para nós, nossa miséria (EM TODOS OS SENTIDOS) tornou o reitoR muito mais rico.

    ResponderExcluir
  160. Muitos coordenadores possuem emprego público com DE. Assim, não poderiam atuar na UniverCidade. Vamos investigar isso? E o GLOBO, vai se calar pq a IES está anuncfiando na TV? Espero que não. O momento é de ampla divulgação.

    ResponderExcluir
  161. Se verdadeiramente existir um banco de professores esperando para ocupar o lugar dos futuros demitidos, é importante que também estes passes a conhecer desde já o blog do professor brasileiro. Assim, só entrarão nessa se realmente for interessante. Caso contrário, poderão procurar outras oportunidades no mercado. É a facilidade da internet.
    Prof da cada PT.

    PS Prof Além mar, o café dia 6a é por minha conta.

    ResponderExcluir
  162. Reeditando:


    DIRETO DA ADMINISTRAÇÃO
    Prezados professores,
    Não posso me identificar, por razões óbvias, mas trabalho no núcleo financeiro da UniverCidade e assim como todos vocês sofro atrasos salariais e, sofrendo calado desde 2003, resolvi soltar o meu brado de dor! Vamos a ele:
    1) A instituição nunca teve problemas financeiros, ocorre que como se tornou uma prática em todas as universidades privadas o não pagamento de salários, verbas indenizatórias, recolhimento do INSS, esta instituição resolveu aderir a esta "moda";
    2) A UniverCidade trust e recebíveis serve como um meio para entrada e saída de dinheiro, algo parecido como a Igreja Universal e a Rede Record de televisão, ou seja, uma verdadeira máquina;
    3) Nosso rendimento mensal, gira em torno de R$ 15,9 milhões de reais (mensalidades, ajudas do governo - PROUNI - etc), mas todo esse dinheiro é jogado na UniverCidade trust e recebíveis;
    4) Existe uma prática constante de desvio de recurso para paraísos fiscais. Ainda não consegui descobrir mais detalhes, mas continuo tentando saber;
    5) Culpar a inadimplência é como enxugar gelo. Isso existiu e sempre vai existir, o que eles estão fazendo é transferindo o risco do negócio para o trabalhador;
    6) Já vi algumas homologações feitas em juízo e a estratégia da UniverCidade é fazer acordo, alegando que está à beira da falência para que os trabalhadores façam os acordos e não venham a receber aquilo que tem direito. A UNIVERCIDADE NÃO VAI FALIR;
    7) A Price (empresa de auditoria) estava fazendo os cálculos para que a Estácio comprasse toda a UniverCidade, porém o Dr.Ronald desistiu, por não ser uma operação de lucros altos, como ele está acostumado.
    Volto em breve, caso consiga!
    FUNCIONÁRIO(A) DO FINANCEIRO COMPLETAMENTE DESESPERADO(A)

    ResponderExcluir
  163. Será um prazer Prof. da casa PT. Parabéns pela coragem.

    ResponderExcluir
  164. Agora virou repetição de posts???Toda hora postam a mesma coisa?Inclusive aquela portuguesa que fala do óbvio?Colegas,cuidado com esse pessoal que só quer greve,não gosta de dar aula,fala em dignidade e agora resolve perseguir igual aos gestores .Estou cansada.não volto na quinta,entrei com a indireta.O pro-reitor que falou que agora está no IBMEC também perseguiu docentes.Professor Brasileiro,se é que é possível,De um rumo correto ao movimento,que virou um conjunto de denucias que todo mundo conhece e perdeu o foco.

    ResponderExcluir
  165. Ainda hoje devemos bater os 38 mil acessos. As visitas não param.

    ResponderExcluir
  166. Queridos professores,
    Amigos de sempre,
    Injustiçados e perseguidos,
    sem dinheiro mas com dignidade,
    Gritem ,gritem muito forte,la do fundo da alma,queremos justiça,e ela há de vir....
    Como?Quando?Não sabemos mas ela vai chegar.Com greve,sem greve,com mais demissoes,sem demissoes,com associação,sem associação,o dia dos algozes está chegando.Não é só o Dr Levinsohn ,é uma corja.............................................

    ResponderExcluir
  167. "Colegas,cuidado com esse pessoal que só quer greve,não gosta de dar aula,fala em dignidade e agora resolve perseguir igual aos gestores."

    Perseguir a quem, minha senhora? À quem não cumpre as Leis deste país? À quem demite por telegrama? À quem não paga o que deve e comete apropriação indèbita? À quem vem aqui fingindo-se professor para ofender e tentar desvirtuar o movimento (como se as piramides do Egito pudessem ser abaladas pela respiração de uma criança)?

    Quem persegue quem, senhora? Eu só persigo a Justiça.

    ResponderExcluir
  168. Considerando o imenso contingente de professores de direito insatisfeitos (que inclusive gloriosamente lotaram nossa última assembléia) é imposível imaginar que o MP e o MPT ignoram as denúncias deste sítio.

    Dai a pergunta que não quer calar: qual a razão do silêncio? Onde está a tradição dos implacáveis procurados do MP e do MPT?

    ResponderExcluir
  169. As aulas vão começar quinta-feira e nada vai mudar. A vocação da UniverCidade não é para a educação ou formação de ninguém. Ela vai ficar aí até que um dia acabe, ou seja comprada por outra instituição, ou o menos provável, sofra intervenção do MEC.
    Os professores comprometidos e competentes já estão buscando outros caminhos.
    Perdemos todos. Só quem nunca perdeu nada foi o reitor e seu séquito de gestores oportunistas.

    ResponderExcluir
  170. Eu até que persigo meu salário mas ele foge de mim e se esconde na casa do reitor...snif, snif.

    ResponderExcluir
  171. Pq não repetir posts se eles não param de repetir os abusos?

    ResponderExcluir
  172. Boa idéia: "Eu até que persigo meu salário mas ele foge de mim e se esconde na casa do reitor...snif, snif."

    ResponderExcluir
  173. O colega disse: "Os professores comprometidos e competentes já estão buscando outros caminhos.
    Perdemos todos. Só quem nunca perdeu nada foi o reitor e seu séquito de gestores oportunistas."

    EU NÃO PERDI NADA, EU AINDA ESTOU NA LUTA!

    Amigão, você pode achar que perdeu, pode parar de lutar um momento, mais ainda tem muita, muita, muita, muita gente brigando. E o exército não para de crescer. Só neste blog o número de acesos está batendo mil pessoas por dia.

    Descance um pouco e volte pra a arena.

    Eu sei o que estou falando: o medo na Rua 7 de Setembro produziu uma carga de tensão insuportável, que contaminou todos os andares. Quem já estava doente, piora cada vez mais. Quem não estava, começa a ficar.

    O medo do lado de lá é infinitamente maior que um desãnimo ocasional do lado de cá.

    Deixar-se abater é ceder ao infortúnio. Como o lado de lá não pode vencer, está tentando fazer com que a gente se deixe derrotar.

    Vamos em frente. Vamos explicar porque a tradição de gestão do Caso Delfin permeia o Caso UniverCidade.

    ResponderExcluir
  174. Já não existe governo militar pra proteger ninguém. Se existe um Gilmar Mendes, também existem Joaquim Barbosa e Fausto di Santis.

    ResponderExcluir
  175. Vários funcionários da UniverCidade são remanescentes da DELFIN. Não entendo como vem gente aqui criticar os posts que comentam a associação entre DELFIN e UniverCidade...É tão obvio. A UniverCidade é uma armadilha para seus funcionários e seus alunos.

    ResponderExcluir
  176. Que medo na 7 de setembro? Não entendi.

    ResponderExcluir
  177. medo dos 38 mil acessos. medo da greve e medo da polícia, presumo.

    ResponderExcluir
  178. Como alguém pode dizer que são sempre os mesmos que postam aqui.
    Os comentários começaram tímidos. Hoje são quase 200 post e mais de 38000 acessos. Se isso se converter em participação na assembleia dia 06/03 a UniverCidade vai ter muito trabalho para substituir os demitidos.

    ResponderExcluir
  179. Deve ser o medo das conseqüências que o nosso movimento é capaz produzir, um movimento com essa força é novidade na história da univercidade.O reitor pode até se sentir protegido mas quem tá embaixo sabe que ele não protege ninguém, só pode ser isso.

    ResponderExcluir
  180. 38 mil acessos! Foram mais de mil hoje!

    ResponderExcluir
  181. Em pleno domingo de sol mais de 1000 acessos?
    Acho que os gestores têm que ficar preocupados mesmo.

    ResponderExcluir
  182. Vão ter que substituir o pessoal na 7 de setembro tb. Não vão conseguir contornar a situação e ronald macdonald não vai dar mais nenhum mcdia feliz na sede. há há !!

    ResponderExcluir
  183. Como terá sido a captação de alunos?
    Creio que este blog fez estragos.

    ResponderExcluir
  184. fará estragos maiores na permanencia deles. eu pagaria tudo...

    ResponderExcluir
  185. Tenho a informação de que mesmo os comerciais de TV tiveram retorno medíocre.

    ResponderExcluir
  186. sinceramente,
    sou professora e acho que essa questão deve ser resolvida sem envolver aluno.

    concordo com alguns que acham que quem está insatisfeito deve pedir para sair. Também acho que tem muito revanchismo e isso não nos favorece em nada.

    ResponderExcluir
  187. A senhora acha que a questão não diz respeito ao aluno, que paga pelo ensino "de qualidade" amplamente divulgado pela comunicação da empresa? A senhora acha que eu devo esconder do aluno que paga em dia que eu estou trabalhando quase de graça porque meu salário está empenhado em juros de dívidas bancárias que me vi obrigada a contrair (muitas vezes, para honrar meu compromisso pessoal e moral com esse mesmo aluno)?

    O que pode nos favorecer, senhora? A subordinação a uma situação ilegal, que envolve apropriação indébita e a nebulosa asociação entre a IES e uma empreja denominada UnievrCidade Trust?

    A senhora sugere que eu fique calada, omita a verdade dos meus alunos e me torne cúmplice de um homem com o passado e o presente do nosso reitor? A senhora sugere que eu me torne cúmplice de ações inquinadas de ilegal, que ferem à ética que eu tenho o dever de praticar para poder ensinar?

    ResponderExcluir
  188. Eu não serei cumplice de apropriação indébita.

    ResponderExcluir
  189. É questão de código do consumidor: propaganda enganosa.

    ResponderExcluir
  190. a questão é de falta de vergonha na cara mesmo

    ResponderExcluir
  191. Também acho que é falta de vergonha mesmo. Com o é que alguém que se chafurda na lama desse jeito, ao custo da angústia de centenas de famílias, achou que estaria livre de ser apontado como iníquo?

    ResponderExcluir
  192. Nós já desmascaramos a farsa de dizer que a instituição está mal das pernas, já sabemos em boa parte para onde vão os salários compulsoriamente atrasados, e nenhum diretor se demitiu. Nenhum. São todos partícipes e cúmplices da imundície.

    ResponderExcluir
  193. e a IES é filantropia...

    ResponderExcluir
  194. Quer dizer que a professora do post 18:54 está satisfeita?
    Nossa, a senhora se tem em muito baixa conta. Auto estima no pé. Suas aulas devem ser o máximo...

    ResponderExcluir
  195. Olá colegas,

    Prazer em tê-los no BLOG.

    É muito importante ler todas as opiniões, insatisfações e idéias nos comentários do BLOG, pois através disso vemos que o "movimento" está indo adiante.

    Porém, o que realmente desejo é que TODOS compareçam na ASSEMBLÉIA do dia 06 de março as 10 horas.

    Será fundamental que o quorum seja significativo.A força está na união dos professores, demitidos ou não. E todas as idéias, assuntos, sugestões serão bem vindas e VOTADAS por maioria absoluta na ASSEMBLÉIA.

    Assim, devemos respeitar o entendimento de cada um, mas teremos que cumprir as decisões assembleares.

    O que for decidido deverá ter apoio para que não quebre a corrente.

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  196. Bom dia a todos os visitantes do blog. Parabéns Professor Brasileiro pela iniciativa de abrir esse espaço.
    Sofremos muito durante as férias (e ainda estamos sofrendo).
    A Leitura que faço da forma do (não)pagamento das férias, janeiro e mês de fevereiro foi de cruel retaliação.
    Esses primeiros meses do ano são particularmente complicados. Para quem tem filhos estudantes. É época de matricula nas escolas, material escolar, uniformes etc.
    Também nesta época vários impostos vencem. E, com tudo isso, ainda temos de comer (isso é só um detalhe).
    Voltaremos a sala de aula no próximo dia 25 (quinta-feira) sem termos descansado, com nossas contas atrasadas, estressados, humilhados, infelizes...
    Essa é a qualidade dos professores da UniverCidade!
    Mesmo aqueles que têm outra fonte de renda se sentem profundamente vilipendiados e não estão nada contentes com a instituição.
    Apesar de tudo isso não acho que este anos será igual "aqueles que passaram". O movimento que tem este blog como casa, gerou nos professores, mesmos os mais desinteressados e omissos, a VERGONHA.
    Todos estão com VERGONHA de trabalharem na UniverCidade e, muitos, continuam por falta de opção momentânea e para não abrirem mão de direitos trabalhistas de anos (apesar que a Justiça do Trabalhos já começou a entender que temos motivos mais do que suficientes para entrar com rescisão indireta).
    Alguns poucos ainda acreditam que as coisas podem melhorar.
    Boa sorte a nós todos nesse retorno, mas, gestores, não esperem professores empolgados e comprometidos. Isso é impossível.

    ResponderExcluir
  197. Mais uma vez o saúdo com o bom senso, eqilibrio e acima de tudo motivador. Sou demitido porque quis, não bati de frente, usei de uma única oportunidade para dizer umas boas verdades para aqueles em que tive acesso pessoal, pois a diretoria, reitoria nunca os vi e saberia que não teria acesso, logo disse na única hora em que foi possível, aquilo que precisava ser dito.
    Estive professor por 36 anos, conheci um pouco de vários ambientes, mas nunca um tão baixo como o desta IES. Permaneci por dez anos, fiz algumas amizades, fui bastante feliz com os meus pares. Graças a Deus nunca precisei para sobreviver dos sálários desta IES. Sei que não é o caso da maioria, pois nem todos possuem a minha idade, cronológica, acima dos 60 anos. Saí, com uma atitude de repúdia não tanto comigo, pois em minha trajetória profissional já passei por momentos muitos difíceis e soube suportá-los. Saí porque disse a duas pessoas ( pseudos coordenadores numa reunião ridícula ) o que gostaria de dizer ao reitor, diretor de graduação ou outro comissionado qualquer.
    Há pessoas que ainda estão no meio da carreira e precisam continuar trabalhando. Digo para estas, principalmente para aqueles em que tomaram a iniciativa de formar a Associação de Docentes e que foram também demitidos, para se manterem conscientes, resistentes, mesmo sem salários, mesmo sendo muito difícil, continuarem lutando por dias melhores. Procurem outras IES para equilibrar a renda e manter-se vivos e motivados, pois se o quê o Professor Brasileiro iniciou, continuar, quem sabe um dia possa se tornar uma realidade que existe em outros ambientes, os quais mostramos aos nossos alunos.
    As divergências de opiniões são saudáveis, auxiliam na produção de outras soluções, mas acima de tudo precisa-se ficar feliz com este espaço criado pelo Professor Brasileiro, este eu escrevo com letras maiúsculas, pois merece o nosso respeito. Vamos nos entender mais, respeitar às motivações individuais, os sofrimentos de cada um, as esperanças que tanto se almejam, acima de tudo a liberdade de manifestação criada por este Professor com amplitude de visão para nos permitir desabafar um pouco. As aulas irão começar para os que ficaram e que todos possam criar mais elos de união e se possível termos uma presença bem grande na próxima Assembleia. Obrigado Professor Brasileiro, espero um dia poder cumprimentá-lo pessoalmente, e se possível dentro do ambiente desta IES, mesmo eu mão fazendo mais parte dele diretamente, mas que a luta iniciada por você consiga sucesso e que aos que ficarem possam possuir dias melhores.
    Um abraço a todos de coração. CMDT.

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro