quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

DESCASO DA INSTITUIÇÃO OU MEDO???



Prezados colegas,


Hoje foi realizada a AUDIÊNCIA PÚBLICA na ALERJ. Porém ninguém da Instituição compareceu.


O Deputado Paulo Ramos iniciou seu discurso já mencionando da sua indignação pelo descaso dos gestores da Instituição.

I. Compareceram :


1. Fernando Linhares representante da Comissão de Cultura do Deputado Alessandro Mollon;

2. Renato Ventura , representante da Comissão de Ensino do Deputado Conde Bittencourt;

3. Representante regional do MEC (REMEC) professora Elsa Wuensche de Souza;

4. Assessora Pedagógica Professora Aparecida Tiradentes;

5. SINPRO:

Presidente Wanderley Quedo; Vice-presidente Antonio Rodrigues; Direitor Jurídico Marcio Fialho; Diretores: Magna Correa, Vera Câmara , Rosi Maria Pereira, Yara Maria Pereira, Gloria Ramos que além de ser Diretora do SINPRO é secretária da CUT/RJ;Marcos Cordeiro advogado do SINPRO;

6. Diversos alunos e professores;

II. Foram encaminhadas as seguintes denúncias:

1. Relatório com relação à todas as irregularidades na esféra pedagógica, ao  REMEC - à representate do MEC acima mencionada;

2. Dossiê com toda a documentação sobre o vínculo entre a UniverCidade Trust Recebíveis S/A e a ASESPA à Comissão do Trabalho da ALERJ; ao Ministério Público Federal; e a Receita Federal.

Após o discurso do deputado Paulo Ramos a professora Elsa Wuensche de Souza falou sobre as dificuldades do MEC no exercício da fiscalização da IES e tendo em vista a denúncia sobre a UniverCidade Trust Recebíveis S/A esta professora se surpreendeu pelo vínculo existente que será investigado, uma vez que a ASESPA é uma Instituição de Ensino e está ligada a uma empresa.  Foi entregue um dossiê com toda a documentação que será devidamente analisada.

A professora Magna Correa explanou com muita consistência sobre a operação existente entre a Instituição e a empresa Trust que culminou com a palavra do deputado Paulo Ramos, solicitando naquele momento o envio de todos os dossiês para os órgãos competentes acima mencionados, inclusive para o Ministério Público do Trabalho, para o Procurador Geral da República , para o Procurador Regional da República e  Fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho, a fim de que investiguem sobre as possíveis implicações nos atrasos e não pagamento dos direitos trabalhistas dos professores.

A AUDIÊNCIA PÚBLICA começou as 13:30 horas e terminou as 16:30 horas. 

As 18 horas deu início à ASSEMBLÉIA GERAL no SINPRO pela qual foi feito um balanço sobre todo o ocorrido, inclusive sobre o descaso dos gestores da UniverCidade que oportunamente serão chamados  para responderem sobre sua omissão de forma mais rígida e obrigatória, cujos professores serão cientificados sobre o dia e hora.

Na mesma ASSEMBLÉIA houve a eleição da administração da ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERCIDADE - ASDUC, que será o elo entre a Instituição e o SINPRO. O local onde ficará estabelecida e os nomes serão divulgados oportunamente para dar início aos trabalhos.



Colegas: 

Os gestores da UniverCidade foram devidamente cientificados sobre a AUDIÊNCIA PÚBLICA e  mais uma vez silenciaram, demonstrando o desrespeito pelos professores e o medo de responder às denúncias realizadas.
A omissão e o silêncio são a marca de uma situação suspeita e tudo isto será desvendado dentro da lei.  São dois meses de luta e já estamos no final do ano. Até meado de janeiro teremos alguns resultados e vamos a fundo com relação a todo o envolvimento triangular entre a ASESPA e a TRUST.


Como eu disse não resolveremos de um dia para o outro ,pois esta situação permanece durante seis anos e já deveria ser agilizada há muito tempo.

Contudo, a administração da UniverCidade não terá paz uma vez que serão informados de uma breve  imposição de resposta em que não poderão fugir.Tudo dentro da lei.

Aguardem , pois não descansarei.  

Fraternalmente,

Professor Brasileiro

30 comentários:

  1. Absurdo!!!
    Não por acaso hoje é o dia nacional do palhaço!

    ResponderExcluir
  2. Professor Brasileiro,

    Ha alguma posição sobre os 30% restantes + 13o salário de 2009?
    Obrigado.
    Ass. Prof. querendo pagar contas,

    ResponderExcluir
  3. NINGUÉM DA INSTITUIÇÃO FOI????????????????
    SERÁ QUE ACREDITAM NA IMPUNIDADE?
    SÓ PODE!
    SÃO DESUMANOS. TEMOS QUE FAZER ALGO. TEMOS QUE PARAR!
    PROF. DA CASA.

    ResponderExcluir
  4. Qual é o prazo para pagamento do 13º (décimo terceiro) Salário ?

    Decimo Terceiro

    A primeira parcela deve ser paga de 01 de Fevereiro à 30 de Novembro (exceto quando o trabalhador solicitar para receber junto com as férias) e a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro.

    Fonte: Artigos 1º e 2º da Lei 4.749 de 12/08/1965.

    A Univer Cidade está acima da lei?

    ResponderExcluir
  5. Denuncias

    O que adiantou sinceramente nosso movimento?
    Mais uma vez,estamos sem 13/salário de novembro-faltam 30./. sem saber quando receberemos as férias .
    Um pequeno anuncio no Extra,que passou desapercebido,uma distribuição de folhetos em unidades/dias sem concentração de alunos?Onde estão os outdoors????
    Professor Brasileiro,sei de sua luta e sou agradecida,como deveriam estar todos meus colegas mas nossa luta está cada dia se perdendo e os gestores da UniverCidade comemorando.

    Professora que fará denuncias diariamente até o pagamento ser comnpletado
    Todas as denuncias verdadeiras e podem ser comprovadas

    ResponderExcluir
  6. Amigos,

    Está mais do que comprovado que existe algo de escuso por trás de tudo.

    Diante das provas levadas à AUDIÊNCIA PÚBLICA não teriam argumentos para se defender. Inadimplência dos alunos? Não existe, pois eles próprios disseram que para fazer prova têm que estar quites com as mensalidades. Claro que é um ato ilegal por parte da Instituição.

    "Parece" que eles estão tranqüilos, mas não imaginam quão insistentes nós somos. Querem nos calar ou vencer pelo cansaço? Isto não acontecerá por que eu estarei incansavelmente lutando para chegar até as vias de fato e serei a "pedrinha no sapato" dos incautos e arrogantes que pensam serem deuses.

    A ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERCIDADE - ASDUC, já está formada e serão aqueles que nos representarão, além de ser a intermediadora entre a Instituição e o SINPRO.

    Já ouviram falar de CPI? É neste momento que lhes digo que não poderão fugir. Aguardem...

    Agora que os órgãos competentes já tomaram conhecimento é que veremos a fortaleza desmoronar. Estou tranqüilo, pois estou vendo de perto todo o trabalho que está sendo realizado em prol dos professores.

    "Quem ri por último, ri melhor”.

    Aguardem notícias.

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  7. Professora das denúnicas,

    Se tem as provas , procure as Diretoras : Professoras Magna Correa ou Vera Camargo no SINPRO.

    Se quiser envie email para :

    professor.brasileiro@gmail.com ou

    plantao@sinpro-rio.org.br.

    Rua Pedro Lessa, 35 - 2º andar - Castelo -
    Tel.: 3262-3410

    Apenas envie email marcando uma data e hora para conversar. Não precisa escrever no email sobre o assunto.

    Seu nome estará guardado em sigilo.

    O que for possível descrever será usado na CPI.

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  8. Como postei em 28/11 já sabia que ficaria tudo na mesma... Infelizmente a atitude de não paralisar foi errada !! Infelizmente nesse caso onde existem tantas pessoas poderosas envolvidas, quem ri por ultimo é retardado... Um feliz natal e ótimo 2009, espero que realmente tenham muito exito em suas empreitadas em 2010....

    ResponderExcluir
  9. Caro amigo,

    Vejo muito pessimismo em suas palavras,mas se o professor pensa que estamos perdidos, estás redondamente enganado. Isso não quer dizer nada...

    O professor não deve conhecer o trabalho jurídico e político que está sendo realizado.Este é o procedimento.

    Da próxima vez serão obrigados sob as penas da lei. Será em breve.

    A não paralisação não foi decisão minha e sim da ASSEMBLÉIA e não sei se o colega compareceu???

    Contudo, respeito a opinião do colega.

    Desejo o mesmo para o professor e... não haja com tanto pessimismo.

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  10. Sinceramente, esse movimento de vcs é melhor do que a inércia anterior.Por favor, imagino a dificuldade dos professores sem seus pagamentos, mas desanimem.Vcs já chegaram muito longe e conseguirão tudo o que lhes é devido!!! Sei também que fé não paga conta e tão pouco enche barriga, mas tenham fé!!!

    ResponderExcluir
  11. digo: "Não desanimem"

    ResponderExcluir
  12. Amigo,

    Obrigado pelo apoio!

    Eu tenho fé e claro que continuo a trabalhar para ter $ ,mas o descaso da Instituição à Audiência Pública não retirou o objetivo, pois daqui se partirá para um outro procedimento.

    Primeiro você tenta amigavelmente , depois se parte para a imposição.

    Existe forma de compelí-los a responder,o problema é que estamos no final de ano e tudo fechará a partir do meado de dezembro.Mas o pessimismo não faz parte do meu dicionário, e tenho a certeza de tudo será desvendado.

    Um dia em que todos estiverem adormecidos eu estarei com uma grande notícia.

    Mas, não é só isso.

    Vocês pensam que eles estão calmos??? Só de telefonemas que determinados gestores estão fazendo para o SINPRO , você nem imagina!!!

    Eles estão é fugindo às responsabildiades!!!

    Não repararam isso?

    Sinceramente eu conheço nuito bem estas pessoas e digo-lhes que tudo faz parte...

    Não ficarão impunes.

    Parece que a impunidade está ganhando, mas vocês não sabem que muitos estão com doenças,morrendo, com outros problemas que DINHEIRO não adiantará!

    Observem! Eu sei disso!

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  13. NÃO AO LANÇAMENTO DE A3! EU JÁ NÃO LANCEI A2! VAMOS LANÇAS SOMENTE NOTAS DE ALUNOS CONCLUINTES! FORÇA! CONCORDO COM UM PROF. ACIMA, DEVEMOS PARAR E MASSIFICAR NA MÍDIA A SITUAÇÃO!

    ResponderExcluir
  14. estou preocupada com o restante do salário e do 13º. e estava indo tão bem com o pagamento de outubro e ainda recebemos 70% no 6º dia útil, mas só foi marcar essa audiência pública e eles deixaram de pagar. por favor, entendo sua luta mas essa confusão somente nos prejudica e retarda nossos salários. os deputados não tem o que fazer? é um bando de políticos com interesses nos negócios deles próprios, empresas particulares, dinheiro na meia, um horror. e o STF que veda a imprensa na divulgação dos fatos, estou cansada.
    e tem o sindicato nosso com as mesmas pessoas de sempre, só trocam de lugar é tudo politicagem. o professor barasileiro está indo no caminho certo mas também foi se envolver com as pessoas do sindicato e tudo agora é farinha do mesmo saco. cansei.
    professora enojada

    ResponderExcluir
  15. DEnuncias

    Gostaria de dizer que alguns professores que não foram às assembleias estão sofrendo assédio moral de um pseudo professor Marcelo Bernestein,em Ipanema.
    Professor brasileiro,não deixe issop acontecer.

    professora que denuncia diariamente

    ResponderExcluir
  16. É verdade que não vão pagar mais nada e que há uma lista de demissões?

    ResponderExcluir
  17. Caro prof. acima, de onde veio esta informação? Fiquei muito aflito ao ler a sua msg...Por informe. Grato.

    ResponderExcluir
  18. Temos mesmo que parar e fazer uma grande manisfestação ao público. Prof da casa.

    ResponderExcluir
  19. Filantropia ou pilantragem? Eis a questão.

    ResponderExcluir
  20. Há professores que estão indo para sala de aula e não dão aula. A minha professora fica com o computador vendo "orkut" no laboratório. Estudante

    ResponderExcluir
  21. Professora que denuncia,
    Poderia enviar um comentário com o resumo de suas denuncias até o momento?
    Agradecida,
    sua colega

    ResponderExcluir
  22. Picasso, Chagall, mansão, viagens a Nova York e não paga???

    ResponderExcluir
  23. Alguém da área de direito comercial poderia fazer aqui um resumo do contrato com a TRUST para os alunos leigos?

    ResponderExcluir
  24. Amigos,

    Sou um professor igual a todos e não faço parte de nenhuma politicagem , e além do mais estou tentando resolver tudo da melhor forma possível.Como eu disse, isto não é o fim do mundo.

    Estou querendo a mesma coisa que todos. Pagamento em dia e nossos direitos. SÓ!!!

    O SINPRO ao meu ver foi a melhor opção, pois é o nosso representante, contudo o que vai resolver é uma medida cautelar para compelir à Instituição à pagar em dia.

    O problema é que não posso aparecer.Conversarei com o advogado do SINPRO. Somente obedecerão ao juiz através de oficial de justiça.

    O SINPRO quis fazer tudo amigavelmente , mas está vendo que não dá.

    Podemos fazer tudo dentro da lei , mas pela justiça.

    Realmente é um órgão político e eu não estou defendendo o SINPRO, porém para esta causa eles estão fazendo tudo dentro do possível pelo pouco tempo, pois estamos no final do ano.

    Vejam que começamos em novembro.

    É pouco tempo , mas para nós parece uma eternidade.

    Fraternalmente,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  25. Caro aluno,

    O Contrato existente entre a ASESPA e a Trust é o seguinte: A ASESPA entrega para a Trust todas as mensalidades dos alunos através do Bradesco como investimento , que permaneceu durante 6 anos e agora dia 8 de dezembro foi resgatada toda a aplicação com os juros contratados.Assim a ASESPA recebeu por volta de 78.000.000,00 da aplicação de 40.000.000,00.

    Contudo continua a mesma coisa.

    Além disso a Instituição não paga aos professores com as mesnalidades dos alunos e sim com empréstimos bancários, desta forma nunca pagarão em dia.

    A alegação da Instituição é a inadimplência dos alunos, mas isso nós sabemos que é uma inverdade.

    Qualquer dúvida avise ou envie email para: professor.brasileiro@gmail.com

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  26. Se é assim, o absurdo é ainda maior. Se pegaram todo esse $$$ pq não por a casa em ordem logo? Pura pilantragem como alguém disse neste blog.

    ResponderExcluir
  27. Prezados,

    É bom que saibam que tudo que está sendo alegado tem que ser avaliado pela justiça e ninguém é culpado até prova em contrário e quem vai julgar é o poder judiciário.

    Assim, são alegações com documentos.

    Tem que haver INVESTIGAÇÃO por parte de todos os órgãos competentes e isto começará no princípio de 2010.

    Se têm dívidas estas serão balanceadas por uma auditoria, enfim tem muito o que fazer.

    É um trabalho árduo, mas não podemos parar!!!

    Saudações ,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro