quinta-feira, 14 de março de 2013

RICARDO BOECHAT DISCUTE SOBRE A CRISE NAS INSTITUIÇÕES SUPERIORES. O deputado Robson Leite e Paulo Ramos se manifesta contra a crise nas IES. GREVE CONTINUA. PRÓXIMA ASSEMBLEIA DIA 20 DE MARÇO AS 18 HS. ENTREVISTAS IMPORTANTES EM DEFESA DO PROFESSOR. A GREVE CONTINUA.





"Greve dos alunos da UGF"


A GREVE CONTINUA


 CONHEÇAM O BLOG DE ADENOR GONÇALVES. ESTÁ TUDO BEM PARA ESTE SENHOR. ESTÁ RESOLVENDO TUDO!!!???

  CLIQUEM AQUI

Havia algo sobre a Galileo aqui e  a página foi retirada. É incrível as mentiras que pregam!

Cliquem no link acima deste Blog e conheça sobre o site "Cecília Bahia". Vamos acompanhar de perto






Deputado Paulo Ramos na manifestação contra o Grupo Galileo




Sinpro-Rio - Cliquem aqui



OPINÓLOGO - cliquem aqui

Conforme o site “OPINÓLOGO” a UniverCidade deve pelo menos R$ 700 mil ao Sinpro-Rio em contribuições que nunca foram repassadas, embora continuem sendo descontadas religiosamente em folha. Se trata de apropriação indébita. Todavia, a cifra pode ser muito maior do que se imagina.

ASSEMBLEIA DE 14 DE MARÇO DE 2013 - SINPRO-RIO

O OPINÓLOGO descreve que os professores em ASSEMBLEIA, disseram que a programação de pagamentos classifica-se como ‘imoral’, ‘indecente’ e ‘desrespeitosa’.

A mesma já foi apelidada de ‘Pagamento Casas Bahia’ por dois motivos: primeiro em alusão ao marketing promovido por uma grande rede varejista de mesmo nome que dizia “quer pagar quanto?”; segundo, pelo fato de o acionista majoritário, o pastor Adenor Gonçalves dos Santos, ter nascido naquele estado nordestino.

Os professores ainda acrescentaram que só negociaram com o grupo educacional mediante o depósito integral dos pagamentos de janeiro e fevereiro de 2013.

Disseram mais:

“Como um investidor compra um fusca sem rodas e sem motor e só descobre isso depois???”, indagou um docente sobre o fato de o novo acionista ter adquirido uma empresa cujos débitos chegam a R$ 900 milhões e tem receita mensal de apenas R$ 11 milhões.

Em entrevista ao OPINÓLOGO, o presidente do Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro (Sinpro-Rio), Wanderley Quedo, transmitiu uma mensagem aos profissionais que ainda não aderiram à suspensão das atividades: [A greve] não se trata apenas de uma questão salarial, mas uma resistência pela garantia das condições de trabalho e pela educação e uma luta contra a ‘financeirização’ da educação. Temos que ser solidários, porque é uma situação que afeta a todos”.

Muitos perguntam por que as assembleias da Gama Filho e da UniverCidade serem separadas. Na verdade, tratam-se de empresas distintas juridicamente, com passivos trabalhistas diferentes e para que os profissionais de uma instituição não influenciem na decisão da outra.

A nova direção do grupo Galileo Educacional possui um diferencial em relação à anterior: esteve mais aberta ao diálogo, não exatamente com quem deveria de fato – o Sinpro-Rio –, mas com a Associação de Docentes da UGF (ADGF). Entretanto, cometeu um pecado: nunca se apresentou de fato e diretamente aos professores, que deveriam ser os principais parceiros da instituição e com quem precisavam estabelecer uma relação de confiança, perdendo assim uma grande oportunidade. 

Talvez, a situação hoje fosse outra!!! Muita gente até hoje só conhece o pastor Adenor dos Santos ou o presidente Alex Farias de nome. Até um condutor de metrô ou um motorista de ônibus interestadual se apresenta/identifica aos passageiros antes de iniciar uma viagem, só no grupo Galileo que não!!! Vale lembrar que, quando houve recente mudança no Conselho de Administração, que o grupo gestor enviou um comunicado à comunidade acadêmica para informar o mesmo. Aparentemente, uma apresentação pode não significar nada, mas para quem consegue enxergar um pouco mais, subentende-se que isso é coisa de quem está comprometido a prestar um bom serviço.
GF

Na Gama filho vários professores do curso de Direito, na unidade Candelária, ainda não aderiram à greve.

Um novo encontro foi marcado para às 18h da próxima terça-feira (19), no campus da Piedade.

O grupo Galileo também deve ao Banco Mercantil um empréstimo de R$ 100 milhões, que foi emitido em títulos de debêntures, dando como garantia a receita de seis anos do curso de Medicina da Gama Filho.

Conforme descreve o site OPINÓLOGO - Reclamações dos alunos

Além de se queixarem contra a falta de aulas, os estudantes das duas IES criticam uma suposta de conservação e de produtos de limpeza, até mesmo falta de papel higiênico em determinadas ocasiões. Pelo menos no atual momento não há problema deste. No ano passado, logo após a greve, quando aconteceu isso, um grupo de estudantes de Teatro teria começado a vender o pedaço de papel higiênico a R$ 0,15, porém teria sido barrado pelos seguranças. Os discentes também reclamam do acesso internet, que seria supostamente lento. A mesma seria interligada à Rede Rio, vinculada com o governo do Estado e demais IES fluminenses. E mencionam uma suposta falta de manutenção dos elevadores. Pelo menos no campus Ipanema – da UniverCidade – os elevadores dos prédios B e C já deixaram a desejar em diversas vezes, fazendo com que muita gente desistisse de esperar – pelo fato de em alguns momentos um só funcionando em cada, tendo que subir pela rampa ou escada, respectivamente. Já no primeiro edifício supramencionado, por exemplo, os elevadores vão até o sexto andar. Quem desejar ir até o sétimo, onde algumas aulas são ministradas, precisa subir de escadas. Ao todo são três prédios em Ipanema, denominados: A, B e C, todos na Rua Almirante Sadock de Sá, sendo que o B (o principal) possui uma entrada para a Avenida Epitácio Pessoa, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Outra coisa que acontecia e era no mínimo inusitada nas aulas de Rádiojornalismo, que ocorrem no sexto andar do prédio B. Algumas vezes, outro som – que não era o dos microfones dos alunos, criando um programa de rádio – se fazia presente e incômodo: o do sapateado dos alunos de Dança ou Teatro no andar de cima. Espera-se que isso já tenha mudado!!!


RÁDIO CBN

  PROPOSTA INACREDITÁVEL!

Professor.

Isto é inaceitável!

Galileo Educacional promete pagar parte dos salários atrasados de professores da UniverCidade e Gama Filho - Dia 14 de março de 2013.


ENTREVISTA COM O PRESIDENTE DO SINDICATO DOS MÉDICOS SOBRE A SITUAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES



 ENTREVISTA COM O DEPUTADO ROBSON LEITE

 


OS PROFESSORES RECEBERAM A PROPOSTA ABAIXO COM A PLANILHA:
Prezado Professores

Inicialmente registramos nossos sinceros agradecimentos pela paciência neste momento tão delicado.

Ressaltamos que estamos trabalhando arduamente na reestruturação das instituições e, certamente, precisamos contar com a ajuda imprescindível dos nossos professores.

Diante do exposto, segue em anexo, a programação de pagamentos dos salários docentes para todo o exercício 2013, inseridos neste contexto o décimo terceiro e o adicional de férias em atraso relativos a 2011, 2012 e 2013.


Cordialmente,

GALILEO EDUCACIONAL

   Diretoria Executiva
COMUNICADO AOS ALUNOS - OS GESTORES SÃO TÃO BONZINHOS!!!

Atenção! Comunicado da Galileo Educacional
À COMUNIDADE ACADÊMICA

A GALILEO EDUCACIONAL mantenedora da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade – UniverCidade – está sob nova gestão operacional e educacional. Em novembro de 2012 o novo mantenedor assumiu o compromisso de reestruturação administrativa e acadêmica das duas entidades.

O passivo trabalhista e fiscal está sendo estruturado e saneado. Os salários do quadro docente, com atrasos constantes, terão prioridade no fluxo financeiro da mantenedora. De imediato, far-se-ão aportes salariais mensais até a definitiva regularização dos salários.

É importante lembrar aos professores, pais e alunos que as dificuldades financeiras por que passam as universidades são oriundas de gestões administrativas anteriores a atual administração.

A mantenedora, contudo, já vem fazendo investimentos para fins de sanear o passivo fiscal, operacional e bancário. Após a conclusão de rigorosa auditoria contábil, financeira e jurídica, dar-se-á início ao programa de saneamento das instituições.

REV. Dr. ADENOR GONÇALVES DOS SANTOS - Acionista majoritário
GALILEO EDUCACIONAL – Mantenedora
REITORIA e PRÓ-REITORIAS
 ASSEMBLEIA DA GAMA FILHO - 13 DE MARÇO DE 2013
Fonte - facebook  - grupo abaixo: 

A Assembleia de hoje, 13/03/2013, realizada pela ADGF em Piedade constou com a presença de Marcelo Guimarães, advogado do grupo Galileo. Como não poderia deixar de ser, ele deixou claro mais uma vez o que a Galileo tem provado a todos a cada aparição pública: é novo no cargo (assumiu há três dias) e não sabe a situação atual da empresa, da UGF ou dos alunos, o que é mais uma “piada” que não faz rir nem a quem desconhece realmente o que se passa conosco.
Ele não apresentou propostas viáveis e saiu vaiado, então a greve se mantém. Os professores contam com nosso apoio, tanto nos manifestos que se seguirão quanto na busca incessante de contatos efetivos para uma intervenção do MEC.
  REPORTAGEM "SBT"



Representante da Galileo Educacional sendo obrigado a dar uma satisfação





103 comentários:

  1. Alô Meu Povo (professores, alunos e funcionários), a repercussão disso está aumentando. Na página 10 inteira do Globo, finalmente aparece uma reportagem sobre o caos gerado pelo detratores, quadrilheiros, estelionatários etc. Em suma, o movimento está surtindo efeitos positivos. Me identifiquei com o comentário de um suposto docente, ao dizer, que, a proposta de pagamento apresentada pelos "mafiosos" daria tão-somente para quitar a dívida com o cheque especial. Não podemos recuar agora. Ao ProfessorBrasileiro sempre um muito obrigado por abrir este espaço. Aluno da UniverCidade, trabalhador, pai de família, que também já sofreu perrengue parecido e lamentável, que os queridos docentes estão sofrendo. Forte Abs. E para os covardes, furadores de greve, para os comprados (seja lá de que forma) ouçam a música O Blues da Piedade do Cazuza.

    ResponderExcluir
  2. Estamos ganhando espaço e evidência. Temos que precionar a Galileu de todas as formas. Cada um faça o que puder.

    Vamos entrar em contato com o Proteste Já do CQC. Todos nós, vamos entrar em contato com eles e explicar a história toda. Será mais pressão pra cima desses bandidos.
    Já entrei em contato, mandei foto e vídeo. Quanto mais gente mandar, melhor será.
    Também mandei mensagens para o Twitter do MEC e de pessoas influentes que podem ajudar.

    JUNTOS SOMOS FORTES!

    ResponderExcluir
  3. a greve continuará semana que vem na Univercidade? quando será a próxima assembléia, para definir o rumo desta greve?

    ResponderExcluir
  4. Sou aluno da Univercidade e estive presente na assembléia dos docentes em 14 de março de 2013. Quero externar a minha total solidariedade e apoio aos mestres, e, em contraponto, repudiar aqueles discentes q só pensam no próprio umbigo. Não quero nenhum professor "doando" aulas tal como um vassalo empregado de madame sinhá. Os professores estão completamente corretos em ñ se sujeitar a uma programação de pagamento imposta pelo Grupo Galileo. Aliás, tal questão foi muito bem colocada por um docente, ao definir a constrangedora planilha de pagamentos como indecente, desumana, vergonhosa...Aceitar aquilo?! Onde está a transparência e lisura do Grupo Galileo? Os docentes e todos vitimados pelo citado grupo mal sabem quem é quem no Grupo Galileo. Ora sicrano é responsável, ora deutrano é responsável. Uma verdadeira laranjada. No fim ninguém do grupo é responsável. Todavia, a poeira jogada pra debaixo do tapete está vindo à tona. E estão apavorados! Com medo de largar o osso!! Apostam na impunidade, na política do medo, do terror, da truculência. Semana que vem, pelo que consta os deputados Paulo Ramos e outro (q ñ me recordo) estarão com o Ministro da Educação visando pressionar o MEC para intervir neste impasse. O MEC terá que intervir, visto que, os holofotes serão dirigidos a ele. Aí sim, muita coisa q está enterrada, latente irá se aflorar. O MEC terá que deixar de atuar como um autista nessa tragédia grega. Fico imaginando o MEC falando pro o Grupo Galileo: "Agora ñ adianta mais aumentar o valor da propina". Ouvi pela primeira vez da boca do jogador Romário a seguinte frase: "quem é ruim se destrói sozinho". Não sei se a autoria é dele mesmo, mas tenho que admitir que achei sábias tais palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço as palavras e me orgulho de tê-lo como aluno em nossa universidade. Na vida, encontramos pessoas sem escrúpulos várias vezes, mas, nesse caso vemos que a dose foi excessiva, não é dose nem para elefante e sim para
      mamute. Geralmente falamos: "Todo problema tem solução", não será diferente e o MEC deverá proporcionar a vocês um
      estudo de qualidade e digno, esse é o seu papel.

      Excluir
  5. Flavia Oliveira, aluna da UniverCidade - Madureira
    Gente, o problema é que na verdade o punido maior nessa historia toda é o aluno, que como eu, paga suas mensalidades e nem sabe se vai estudar esse semestre. Eu quero respostas já, quero saber se as aulas serão dadas, se a greve vai acabar logo, pq o maior prejudicado é o aluno, que está sendo feito de otário, pois é assim que eu me sinto agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, no meu caso sou um docente e igual a vc quero respostas já! Vc paga em dia, nós ñ recebemos em dia. Como vou pagar o colégio dos meus filhos, o plano de saúde, a luz, a água, o condomínio, a comida? E o vale transporte? A pressão para a busca de respostas para estas perguntas deve ser direcionada ao Grupo Galileo, bem como a órgãos co-responsáveis como o MEC e demais, pois ao que tudo indica estão sendo coniventes com toda essa roubalheira. Vc não está sofrendo sozinha. Vc faz a sua parte na luta pelos seus direitos. Eu faço a minha parte na luta pelos meus. Eu tb tenho uma filha que é menor de idade. Preciso pagar a mensalidade do colégio dela. Acha mesmo que o aluno é o único otário e mais prejudicado nesta história? Pense bem

      Excluir
    2. Querida aluna, entendo oque você está passando, até porque fomos alunos também, mas, nós professores estamos passando um momento da quebra da nossa dignidade como pessoa, sem tocar no assunto professor.
      Você trabalha? Imagine você ficar 3 meses sem receber . É dolorido você ficar contando dinheiro para pagar colégio de filho, ir ao supermercado etc. Se você não sabe, muitos de nós escondeu esse assunto durante 10 anos,
      entrando em sala, como se nada estivesse acontecendo. Vou repetir, durante 10 anos passamos por esse tormento, mas, chegou a um ponto irreversível e insuportável.
      Envie a sua reclamação para o MEC, Ministério Publico do Trabalho, para os jornais etc. Vocês estão sendo lesados, pois, pagam a faculdade. Com a mensalidade de vocês, deveríamos receber. Nada está sendo feito, os dois estão sendo ROUBADOS. O único meio de resolvermos o problema é através de algum orgão público regulador(Por exemplo o MEC) ou de pressão.
      Fique do nosso lado, brigaremos juntos e sairemos vitoriosos. Caso, algum dia
      aconteça com você, se lembrará dessa lição de luta pelos direitos de CIDADÃO,
      observe, não é direito de professor e sim de uma pessoa que precisa de dignidade
      e respeito para viver.

      Excluir
    3. Prezada, Concordo com os dois colegas acima... Estas respostas devem ser dadas pela GALILEO. Como vamos pagar as nossas contas e custear a ida para a instituição sem recursos? Este é um direito do trabalhador: SALÁRIO!!! Portanto, a GREVE só irá se e somente se tivermos nossas reivindicações atendidas que passam pela melhora de condições de TRABALHO e ENSINO, até chegarmos no PAGAMENTO DE NOSSOS DIREITOS!!

      Excluir
  6. A greve está ganhando cada vez mais força e até os professores que pensavam em furar a greve já estão recuando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá professora!!!

      Espero que desta vez os professores fiquem até o fim.

      Estou torcendo para que tudo se resolva.

      BEM-VINDA!!!

      Excluir
  7. Sou professora da UC, até ontem estava entrando em sala de aula. Parei. Esperava uma atitude o quanto antes da mantenedora que não veio. O pior, veio uma proposta imoral e humilhante. Não cederei mais, chega! Ainda existem professores dando aulas, mas acredito que nem eu, estavam pelo medo de perderem os seus empregos e por acreditarem que ainda haveria um dialogo. Observei que o estar em sala de aula, nesse momento seria em vão. Pois ESTAMOS em ESTADO de GREVE! O aluno que faltar está TUTELADO...teria que repor, por lei. De que adianta então estar em sala de aula?? pois por exemplo, metade da minha turma não veio em apoio a greve. Então minha atitude em sala de aula seria inócua. Aderi a greve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professora, respeito e confiança, merecem aqules que fazem o mesmo por nós. conheço professores com 20 anos de casa que levaram um "pé na bunda" e foram avisados por email,, Não receberam nada até hoje.

      Excluir
    2. MEC!! SAIA DA TOCA MEC!!! AFINAL, COMO PAGAREMOS VOCÊS, SE NAO RECEBERMOS PARA PAGARMOS O NOSSO IMPOSTO DE RENDA??

      Excluir
    3. Prezada Profa, seja bem vinda ao movimento!!! Só para que possamos esclarecer, estamos em GREVE e não em ESTADO DE GREVE, o que nos dá o direito legal de fazê-la!! É bom ver metade de sua turma não indo, uma vez que sabemos agora quem está nos apoiando!! E aqueles que foram?? Deram alguma palavra de solidariedade?? Isto serve para que uma grande reflexão possa ser feita.
      Agora para os professores que estão furando a greve: Prezados, é triste ver como vcs GOSTAM de apanhar... muito provavelmente entregam colegas e esperam que sejam lembrados nas listas de demissões, no entanto deste local de trabalho que hoje é UMA VERGONHA, por conta de seus gestores!!!
      Também temos que ter a consciência de que deveríamos ter cobrado aos antigos gestores há muito mais tempo, pois com certeza teríamos um poder de ataque maior!!! Isto não êxime o gestor da culpa também... pelo contrário, cada uma que entra quer tirar o seu!!!
      Seja bem vinda professora e nos ajude a fazer a conscientização de docentes que infelizmente ainda não enxergaram o que estão fazendo!!!

      Excluir
    4. Colega professora
      Só agora resolver aderir à greve? Demorou para encontrar sua cidadadia e solidariedade. Mas, antes tarde do que nunca. Até para os alienados, ainda resta uma esperança...

      Excluir
  8. Sou aluna da UC, me formaria esse ano, e somos lesados dessa maneira, revoltante essa situação.
    Uma falta de respeito com nossos mestres e com os alunos!
    Aonde esta o MEC nesse momento?


    REVOLTANTE

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde à todos.
    Minha atitude de hoje em diante será: não pagarei mas minhas mensalidades enquanto as aulas não retornarem.
    Sou aluno da Gama Filho

    ResponderExcluir
  10. Colega professora
    Só agora resolver aderir à greve? Demorou para encontrar sua cidadadia e solidariedade. Mas, antes tarde do que nunca. Até para os alienados, ainda resta uma esperança...

    ResponderExcluir
  11. Prezado Professorbrasileiro,
    Em sendo a mensalidade uma contraprestação por um serviço prestado, uma vez que, este serviço não é prestado, como aluno, seria cabível o ingressamento de uma Ação de Consignação em Pagamento com base no art. 335, V do CC, que dispõe "se pender litígio sobre o objeto do pagamento", ou, se ñ for o caso de ação dessa natureza, porventura, haveria alguma outra medida judicial similar para eu resguardar o dinheiro destinado ao pagamento das mensalidades, sem obviamente, implicação de mora, juros e multa? Poderia me informar a respeito. Sou aluno da UniverCidade.

    Grato pela atenção

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.

      Quando não se está satisfeito com um SERVIÇO podemos depositar em juízo e reivindicar o respectivo SERVIÇO.

      É um direito do consumidor.Só não pode deixar de pagar, mas pode se resguardar na justiça.

      Abraço e procure um advogado.

      Excluir
  12. Tomei a liberdade de copiar e colar oque o colega acima falou:

    "Estamos ganhando espaço e evidência. Temos que precionar a Galileu de todas as formas. Cada um faça o que puder.

    Vamos entrar em contato com o Proteste Já do CQC. Todos nós, vamos entrar em contato com eles e explicar a história toda. Será mais pressão pra cima desses bandidos.
    Já entrei em contato, mandei foto e vídeo. Quanto mais gente mandar, melhor será.
    Também mandei mensagens para o Twitter do MEC e de pessoas influentes que podem ajudar.

    JUNTOS SOMOS FORTES!"

    ResponderExcluir
  13. É uma temeridade o que esses ditos profissionais estão fazendo com professores, funcionários e alunos. O grupo Galileo já começou errado por não ter um plano decente de comunicação com os envolvidos, se manteve em seu castelo cometendo falhas grotescas de comunicação, gestão e ética.
    Tenho receio de uma intervenção (por desconhecimento das consequências), pois pode fechar uma Instituição de renome (UGF), que tem em seu quadro professores de alto padrão, que tem projetos de pesquisa consideráveis. Perderemos todos.
    Um país que tem programa para salvar banco e não tem para salvar a educação.
    Um país que empresta dinheiro a juros baixíssimos para salvar frigoríficos, empresas de telefonia, mas é incapaz de colocar a mão no bolso (nosso bolso) para salvar uma universidade.
    Educação é a base, deixar uma Universidade fechar por gestão duvidosa é no mínimo estupidez.
    Faz-se necessário separar a gestão da educação. Que se puna os responsáveis pelo rombo e que se dê ferramentas para que uma equipe gestora, formada por profissionais que realmente queiram fazer a coisa funcionar possa assumir e fazer a UGF voltar ao seu lugar.
    Não pagar os principais profissionais envolvidos nessa "máquina" é desrespeito, desumano e um ato de burrice declarado.
    Que venha o melhor para todos.

    ResponderExcluir
  14. Há um comunicado, supostamente do Grupo Galileo, publicado em um Blog (http://www.ceciliabahia.com.br/), em resposta às declarações do Dep. Robson Leite à rádio CBN e ao Jornal O Globo.

    O GRUPO GALILEO EDUCACIONAL TOTALIZA CERCA DE R$ 1,6 BILHÃO


    Considerando as informações prestadas pelo ilustre deputado estadual Robson Leite (PT), relator da CPI das Universidades Privadas no Rio de Janeiro, em entrevista à CBN. A direção do Grupo Galileo educacional, mantenedor da Universidade Gama Filho e da UniverCidade, esclarece o seguinte:
    1. O passivo da Galileo foi reestruturado e está sendo pago;
    2. Do montante da dívida, R$ 261 milhões estão inseridos no programa federal de refinanciamento para instituições de ensino superior, com parcelamento em 180 meses, sendo que deste 90% será quitado através de bolsas de estudos;
    3. Outros R$ 459 milhões em débitos tributários estão provisionados. Trata-se de previsão contábil por serem alvo de ações judiciais em curso. A causa é líquida e certa a favor das duas instituições, pois se defende a imunidade tributária garantida pela Constituição a entidades filantrópicas. Ou seja, as duas instituições estarão desoneradas desse “débito”.
    4. Portanto, o saldo devedor que está sendo reestruturado e já sendo pago pela Galileo Educacional é de R$ 190 milhões.
    5 – O grupo Galileo Educacional totaliza cerca de R$ 1,6 bilhão em ativos, divididos da seguinte forma:
    a) Imóveis, que somam R$ 890 milhões.
    b) Máquinas e equipamentos de tecnologia, no montante de R$ 90 milhões
    c) Ativos recebíveis no valor de R$ 250 milhões.
    d) Mais de um 1 milhão de metros quadrados em terrenos entre a Barra e Santa Cruz.
    O patrimônio, portanto, é muito superior ao passivo das duas universidades, o que garante o pleno funcionamento das instituições. O plano de reestruturação salarial dos nossos eminentes docentes já está em andamento, com foco prioritário no resgate de parcelas em atraso. O pessoal administrativo terá sua situação regularizada até o dia 02 de abril e os docentes já dispõe de calendário de pagamentos para todo exercício de 2013, quando a situação salarial estará toda equacionadas. Cabe registrar que a partir de julho de 2013 a remuneração mensal será integral e acrescida de parcela de reposição.
    O plano de reestruturação da UGF e da UniverCidade tem por objetivo retomar o ensino de excelência. A cidade do Rio de Janeiro, mestres, alunos, funcionários terão orgulho de fazer parte de duas grandes instituições, focadas em retomar seu papel de destaque no ensino superior, cumprindo rigorosamente todo regramento legal estabelecido pelo MEC.

    ResponderExcluir
  15. PER-FEI-TO! BATO PALMAS! É PRECISO ENXERGAR ALÉM DO UMBIGO!

    "Querida aluna, entendo oque você está passando, até porque fomos alunos também, mas, nós professores estamos passando um momento da quebra da nossa dignidade como pessoa, sem tocar no assunto professor.
    Você trabalha? Imagine você ficar 3 meses sem receber . É dolorido você ficar contando dinheiro para pagar colégio de filho, ir ao supermercado etc. Se você não sabe, muitos de nós escondeu esse assunto durante 10 anos,
    entrando em sala, como se nada estivesse acontecendo. Vou repetir, durante 10 anos passamos por esse tormento, mas, chegou a um ponto irreversível e insuportável.
    Envie a sua reclamação para o MEC, Ministério Publico do Trabalho, para os jornais etc. Vocês estão sendo lesados, pois, pagam a faculdade. Com a mensalidade de vocês, deveríamos receber. Nada está sendo feito, os dois estão sendo ROUBADOS. O único meio de resolvermos o problema é através de algum orgão público regulador(Por exemplo o MEC) ou de pressão.
    Fique do nosso lado, brigaremos juntos e sairemos vitoriosos. Caso, algum dia
    aconteça com você, se lembrará dessa lição de luta pelos direitos de CIDADÃO,
    observe, não é direito de professor e sim de uma pessoa que precisa de dignidade
    e respeito para viver."

    ResponderExcluir
  16. A origem do MAL - Por ronald levinsohn. com letra minúsculas de propósito.

    Endereço da página: http://www.univercidadetrust.com.br/
    A Companhia
    A UniverCidade Trust de Recebíveis S.A é uma companhia aberta, criada sob a forma de Sociedade de Propósito Específico ( SPE ) e registrada no CNPJ sob o nº 06.027.566/0001-93, tem como objeto exclusivo (i) a aquisição de direitos creditórios decorrentes das atividades de prestação de serviços educacionais da Associação Educacional São Paulo Apóstolo ASSESPA, mantenedora do Centro Universitário da Cidade UNIVER CIDADE e (ii) a cessão e a reaquisição dos Direitos Creditórios referidos na alínea anterior.
    Os recursos necessários à aquisição dos Direitos Creditórios serão obtidos pela Companhia mediante a emissào de Debêntures como segue:
    (i) Emissão Privada de Debêntures, conforme Instrumento Particular de Escritura de 1ª Emissão de Debêntures Privadas, celebrado em 05/02/2004, com o Ato da AGE de 26/01/2004 publicado no Diário Oficial de 1º/04/04 e Jornal do Comércio 31/03/04;
    (ii) Emissão Pública de Debêntures, conforme Instrumento Particular de 2ª Emissão de Debêntures, celebrado em 19 de abril de 2004, com a Deliberação da AGE de 27/01/04 sido publicada no Diário Oficial de 01/04/2004 e Jornal do Comércio de 31/03/2004 e seu Termo Aditivo autorizado por AGE de 28/07/2004, registrado na Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro sob o nº 1449528 de 10/08/2004 e publicado no Diário Oficial de 17/08/2004 e no Jornal do Comércio da mesma data.
    Localização e Sede
    Av. Almirante Barroso, 90/ 10º andar -Rio de Janeiro- CEP 20031.002
    TEL/FAX (21) 2524 0457
    Coordenador da Emissão e Líder da Distribuição
    UNITAS – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.
    Av. Nações Unidas nº 11.857, conj. 111 – Brooklin Novo (SP) CEP 04578.908
    ronald levinsohn

    ResponderExcluir
  17. Continuando...
    A Operação
    De modo a atingir o objetivo social, estruturou-se uma operação baseada em dois contratos principais celebrados pela Companhia, quais sejam:
    (i) 0 Contrato de Promessa de Cessão e Aquisição de Direitos Creditórios e Outras Avenças ("Contrato de Cessão"), celebrado entre a Companhia e a Associação Educacional São Paulo Apóstolo ASSESPA, mantenedora do Centro Universitário da Cidade UNIVER CIDADE, com interveniência do Agente Fiduciário, Oliveira Trust - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. ( vide íntegra do contrato na Seção 9.1 do Prospecto ) e
    (ii) 0 Contrato de Prestação de Serviços Bancários e Reserva de Meios de Pagamento ("Contrato de Serviços Bancários"), celebrado entre o Banco Bradesco S.A., a Companhia, a Associação Educacional São Paulo Apóstolo ASSESPA, mantenedora do Centro Universitário da Cidade UNIVER CIDADE, e o Agente Fiduciário, Oliveira Trust - Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. (vide íntegra do contrato na Seção 9.2 do Prospecto )
    O preço global, certo e ajustado, da promessa de cessão objeto do contrato é de R$ 78.864.000,00 (setenta e oito milhões oitocentos e sessenta e quatro mil reais) e será pago pela Cessionária à Cedente da seguinte forma: (i) uma primeira parcela de valor igual a R$ 16.300.000,00 ( dezesseis milhões e trezentos mil reais), mediante a subscrição e integralização de 16.300 (dezessete mil e trezentas ) Debêntures de emissão privada realizada pela Cessionária, e (ii) uma segunda parcela no valor de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões de reais), mediante a subscrição e integralização de 40.000 (quarenta mil) Debêntures de emissão pública realizada pela cessionária.

    ResponderExcluir
  18. continuando...

    Resumo da operação
    Para um entendimento preliminar, a operação pode ser decomposta nos seguintes eventos, simultâneos ou não:
    1º) A ASSESPA, Associação mantenedora do Centro Universitário da Cidade, na qualidade de cedente, transfere para a Companhia Emissora, a UniverCidade Trust de Recebíveis S.A., como cessionária, todos os direitos creditórios decorrentes dos contratos de prestação de serviços educacionais, firmados com alunos dos cursos de graduação daquela Instituição de Ensino Superior;
    2º) A cessionária, UniverCidade Trust de Recebíveis S.A., faz duas emissões de valores mobiliários (uma primeira de Debêntures privadas e uma segunda de públicas ), com o único propósito de fazer o pagamento dos direitos creditórios a ela cedidos por promessa ;
    3º) A ASSESPA, cedente e mantenedora do Centro Universitário da Cidade, fica sendo a única e exclusiva subscritora na distribuição primária das Debêntures, podendo nessa condição e por meio de colocações secundárias, negociá-las com terceiros, na medida de suas necessidades de caixa e das condições que o mercado apresente;
    4º) As entidades cedente e cessionária, firmam contrato de gestão com o Banco Bradesco S.A., que recebe em conta própria de cobrança, em nome da cessionária, todos os boletos eletrônicos das mensalidades a serem pagas pelos alunos dos cursos de graduação do Centro Universitário da Cidade;
    5º) O banco cobrador, na qualidade de trustee da operação, dá aos recursos recebidos a destinação prevista no contrato de prestação de serviços bancários, mediante abertura de contas específicas para as quotas de amortização e juros dos debenturistas e gastos correntes da Emissora, devolvendo à conta da ASSESPA o remanescente de recursos que houver a cada mês, durante o prazo da emissão que é de 6 anos.

    A Diretoria Executiva
    Diretor Presidente
    Ricardo de Figueiredo Lima, brasileiro, engenheiro e economista com MBA em Stanford, portador da Carteira de Identidade RG nº 01722091-4 expedida pelo Instituto Félix Pacheco e inscrito no CPF sob o nº 025.569.447-49, com endereço comercial na Rua Almirante Barroso, 90 - 10º andar, na cidade do Rio de Janeiro, RJ.
    Atividade principal: Administrador de Empresas

    Diretor de Relações com Investidores
    Roberto Ferreira Cordeiro de Mello, brasileiro, advogado, inscrito na OAB/RJ sob o nº 18620 e inscrito no CPF sob o nº 154.945.867-15, com endereço comercial na Avenida Almirante Barroso, 90 – 10º andar, na Cidade do Rio de Janeiro, RJ.
    Atividade principal: Advogado

    Diretor Administrativo e Financeiro
    Rodrigo Gralha Garcia, brasileiro, advogado, OAB 123.442 (RJ) portador da Carteira de Identidade RG nº 10644164215 e inscrito no CPF sob o nº 814.327.630-91, com endereço comercial na Rua Almirante Barroso, 90 - 10º andar, na cidade do Rio de Janeiro, RJ.
    Atividade principal: Analista de Operações Financeiras. Está em fase de conclusão de curso (fazendo monografia) do MBA em Gestão de Negócios no IBMEC (RJ) e em realização o de Analista Internacional no Centro de Ciências Juridicas e Econômicas da UFRJ (RJ).

    diretoria@trust.UniverCidade.edu

    ResponderExcluir
  19. Companheiros,
    Lendo o site da ADGF observei mais uma excelente matéria da Associação Docente. E como sempre, mais um conjunto de incoerências foi destacado.
    A ADGF destacou uma suposta resposta dada pelo Grupo Galileo ao Dep. Robson Leite e ao Jornal O Globo: http://adgfdocentes.blogspot.com.br/2013/03/sem-salarios-sem-aulas-notas-sobre.html.
    O interessante de tudo é que a Galileo informa em seu documento que estão conseguindo equalizar todas dívidas e que a mesma tem um patrimônio que soma mais de 1,6 bilhões de reais. Ora, se a instituição está com uma saúde financeira ótima, porque não PAGA AOS SEUS FUNCIONÁRIOS de forma DIGNA?? Por que REDUZIR os SALÁRIOS DE PROFESSORES, SE ESTARÃO ARRECADANDO A RECEITA TOTAL?? As coisas são estranhas demais e nós, como professores temos a capacidade de entender o que realmente está acontecendo!! Portanto, acho que não é PROBLEMA PARA OS NOSSOS GESTORES DA GALILEO PAGAR O QUE DEVEM!!! Os CRIMES contra o trabalhador são complicados e com certeza vão punir, mesmo que demorando, os seus autores!!!
    E não podemos esquecer... A título de curiosidade, a Sra Cecília Bahia, responsável pelo site que trás as explicações da GALILEO (E OUTRAS MATÉRIAS DO GRUPO) é uma forte aliada do pastor Adenor Gonçalves, sendo da mesma linha religiosa.
    Passeando pelo site desta senhora vemos matérias como: GALILEO CUMPRINDO O QUE PROMETEU... sobre o pagamento dos administrativos, só que esta senhora esqueceu de colocar que estão pagando Fevereiro e muitos funcionários não receberam nem Janeiro, como os docentes tb.
    Bem.... temos a necessidade de interpretar todas as ARMAÇÕES DESTE GRUPO GALILEO e já que estão TÃO BEM, que paguem Janeiro, Fevereiro e as Férias e assim iremos MANTER A GREVE, caso estes não queiram cumprir o que são obrigados... E olhem que o PAGAMENTO DE MARÇO ESTÁ CHEGANDO!!!
    ABS aos meus Amigos professores e o que DEUS quiser a estes CARCAMANOS E ESCROQUES SAFADOS!!

    ResponderExcluir
  20. Colegas, fico pensando aqui naquela programação de pagamento infame, indecente proposta
    pela Galileo. Imaginem vocês, aqueles professores que ganham mais de 4000.00, ou seja,
    passam mais tempo na Gama Filho ou UniverCidade, logo, tem menos trabalho lá fora e
    tem a apenas em 03/04?? Qual mágica eles usam para pagar suas contas?? porque
    recebo menos e estou no vermelho, nao paguei IPVA, não paguei IPTU e deixei de pagar
    outras contas para equilibrar 3 meses sem "fluxo de caixa" da UniverCidade. É cruel..
    MEC SAIA DA TOCA!!! ESTÁ DE RABO PRESO COM A GALILEO??É A SUA VEZ!!

    ResponderExcluir
  21. O DEALP( Departamento de Estudos Avançados de como Lesar Professor) dos Galileos está maquinando nesse momento para outra proposta, esperemos para ver a proxima bomba.

    ResponderExcluir
  22. Professor Galileu

    Parte V – Última parte
    Alô, amigos que se solidarizam com essa situação caótica, boa tarde.
    Aproveito os eventos futebolísticos de hoje para escrever inspirados nas comparações futebolísticas, além de usar alguns elementos matemáticos, conforme as contas apresentadas no site da ADGF e do CAMED. Gostaria de começar reforçando que alunos não são meus adversários, ao contrário; professores, alunos e funcionários jogam juntos, ao menos na minha concepção.

    A crítica de ontem foi construtiva, pois considerei que alguns dos nossos jogadores e torcedores não estavam com o mesmo foco. O momento histórico não é para medidas paliativas, porque o desprestígio da instituição é crescente. A ação dos alunos em trazer a sociedade para o problema nos traz mais prestígio, na medida em que sinaliza para nossa comunidade que, a despeito dos gestores, ainda há massa crítica discente e docente nessas instituição.

    Concordo com a ADGF quando expõe não acreditar nas contas apresentadas. Não há lógica nem traço de plano racional. Compreendo a explicação do CAMED em relação a valores. Se o dinheiro sumiu, alguém, sumiu com ele, o que é caso de polícia. Não se precisaria esperar o relatório da CPI. Ainda assim, o relatório da CPI está “vindo forte”, para usar uma expressão do Boechat. Pelas entrevistas que escutamos da CPI, o presidente e o relator dissecarão, penalmente, os responsáveis... o final dessa história pode demorar, mas há de chegar... e pimba nos gorduchinhos, ao som da trilha sonora cantada nos corredores pelos alunos: “se gritar pega ladrão, não fica um, meu irmão, se gritar pega ladrão, ooooh...”. Se, realmente, isso é caso de polícia, denunciem à delegacia e ao MP logo; o relatório da CPI – que trata de inúmeras IES – complementará a investigação desses órgãos. Com isso, haveria maior esclarecimento dos fatos, prisões preventivas poderiam ser autorizadas e por aí vai... (continua)

    ResponderExcluir
  23. Há quem diga que a UGF e a UC não fecham, o que também não ocorreria com os grandes clubes de futebol. Se a dívida delas é mesmo de R$ 900mi (ver outras informações ADGF e CAMED, por exemplo), significa dizer que devem mais do que Flamengo, Corinthans, São Paulo e Palmeiras juntos. Há, contudo, 2 grandes diferenças. Primeiro, imagino que esses 4 clubes tenham receita bem mais elevada que UGF e UC. Segundo é o quadro quase monopolista entre os consumidores: se, por um lado, dificilmente um flamenguista deixa de ser rubro-negro para virar corinthiano por que seu time joga mal; por outro, um aluno que reiteradamente tem seu ensino prejudicado não hesita em deixar a IES (vide os exemplos dos alunos ingressantes) nem em “espalhar” suas experiências a futuros alunos. Assim como a UGF, a UC e os 4 clubes mencionados, a Varig também nunca fecharia e os funcionários dela não deixariam de receber. O final da nossa história não precisa ser o mesmo do da Varig, desde que haja unidade, cumplicidade e seriedade. É hora de mobilizarmos em conjunto. Se os ajustes que deveriam ter sido realizados em 2003 não forem realizados agora, poderemos começar a pensar em duas ex-IES.

    As paralisações – justas e necessárias – causam efeito colateral bastante indesejável: o desprestígio, esse um problemas expressivo. O desprestígio provoca evasão da IES e evita o ingresso de novos “torcedores”, que mantêm a estrutura toda funcionando. Ressalta-se que nenhum aluno ou ex-aluno gostaria de ver ser diploma descaradamente desvalorizado. O essencial, nesse momento, é manter o prestígio da IES, a despeito de quem a comanda. Isso cabe a nós, credores, que temos muito a perder e a receber. Desprestígio + evasão = falta de recursos.

    Na melhor das possibilidades, os credores dessas IES formariam uma espécie de assembleia dos credores e as geriria, representada por professores, alunos, funcionários e outros credores. Não seria uma má ideia. O Conselho de Ensino e Pesquisa, na regra, tem autonomia, mas se não há um plano estruturante das IES, de nada adianta um CEP... e se os projetos e planos das IES não estão sendo cumpridos, muito se deve a esse ambiente de incerteza vindo da cúpula dos cartolas, desacreditada. Desapropriar um devedor pelos seus credores imagino não ser possível juridicamente, infelizmente, neste caso, embora seja grande defensor da propriedade privada.

    Reitero que a intervenção do MEC da forma que vem ocorrendo não é benéfica para ninguém: alunos gastarão mais dinheiro e professores e funcionários eventualmente perderão seus empregos e terão dificuldade de receber o que lhes é devido em eventual litígio trabalhista. O ideal é que a cúpula da mantenedora ou a Galileu fosse afastada da administração das IES. No momento, de acordo com as notícias veiculadas, só vislumbro uma saída policial rápida e efetiva. É possível que, judicialmente, haja outra.

    Por fim, segue sugestão para pauta, considerando, também, o exposto nos sitios da ADGF e do CAMED. Lembro que, se formamos administradores, mas não conseguimos administrar o que temos, há algo de estranho no reino da Galileu.
    - Negociação apenas após salários pagos (quase 3 meses);

    - Regularização dos pagamentos futuros, conforme lei (salário, férias, FGTS, INSS...);

    - Regularização das verbas atrasadas – Plano fundamentado.

    - Passivo trabalhista - plano fundamentado para quitação em curto-médio prazo.

    Isso é o mínimo que qualquer pequena empresa deve ter. Nem menciono o que empresas do porte dessas IES oferecem: plano de saúde, alimentação... Além disso,

    - Plano de implementação do Projeto Pedagógico e de realizações prometidas (Centros de Excelência, bibliotecas...) – é uma dica para não incorrerem em propaganda enganosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado(a) colega acima, não vê com bons olhos a intervenção judicial do MEC? Considera que possa gerar funestas consequências, no tocante, a uma eventual intervenção judicial, como houve, salvo engano numa universidade mineira por decisão judicial? Seria interessante entrarmos em contato com os docentes designados que se comprometeram a assumir provisoriamente a adm da referida universidade, pois, sinceramente, ainda, e com profundo respeito aos seus argumentos (concordo com alguns), ñ estou convencido das supracitadas consequências desastrosas acerca de uma possível intervenção judicial. A discussão fica em aberto aos colegas docentes, posto que, precisamos consolidar tais elementos de razão a fim de sedimentarmos a melhor, ou menos pior, medida a ser tomada.
      Particularmente, a mim docente, quanto as colocações mencionadas acima no que tange a uma suposta intervenção judicial gerar efeitos negativos ser considerada nociva. Logo, ainda são insuficientes, e obviamente, ñ plausíveis a formação de meu convencimento . Reiterando coloco a discussão em aberto aos meus colegas. O que acham do exposto do (a) colega , mormemente no que atine a uma eventual intervenção judicial. Há diferença entre uma intervenção por ordem judicial, e uma intervenção do Mec, ou as duas caminham juntas. Quero formar meu juízo de conhecimento e, mais uma vez, repito: ainda ñ são, para mim, eloquentes as informações nesse sentido. OBS: ñ estou estabelecendo com o (a) docente acima, um conflito de ego do tipo "disse me disse eu sou mais eu". Em outros termos, ñ estou contra o (a) docente acima, mesmo porque, estamos todos no mesmo barco.

      Excluir
    2. Caros amigos.

      Bem-vindos ao BLOG.

      Através de minhas experiências com relação a esses problemas no Brasil, assisti de perto a INTERVENÇÕES JUDICIAIS e foram as que mais acertaram.

      Além disso, o MEC pode intervir também dentro de sua competência, o que difere da INTERVENÇÃO JUDICIAL. Na JUDICIAL pode o juiz mandar oficiar o MEC para os devidos fins legais.

      Na JUDICIAL a ADMINISTRAÇÃO é afastada, porém mexe com uma máquina grandiosa e, infelizmente, é a última coisa que farão aqui no Rio de Janeiro. Dizem ser muito cara!!! Infelizmente é isso... Eu já sugeri...

      Tem a notícia abaixo que já divulguei no Blog há algum tempo atrás.

      Não sei se tem outras. Se tiver divulguem.

      Link: http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2012/02/mpt-pede-liminarmente-intervencao-judicial-da-universidade-tuiuti-do-pr.html

      MPT pede liminarmente a intervenção judicial da Universidade Tuiuti do PR
      Procuradora quer afastamento do reitor por no mínimo 12 meses.

      Pedido é baseado no descumprimento de uma série de direitos trabalhistas.
      UTP tem sedes em Curitiba

      O Ministério Público do Trabalho (MPT) pediu liminarmente a intervenção judicial da Universidade Tuiuti do Paraná, que possui sedes em Curitiba. A procuradora Margaret Matos de Carvalho requer o afastamento do reitor e da mantenedora da instituição por 12 meses, prorrogáveis até que até que seja possível a efetiva autogestão do empreendimento pelos empregados.

      O pedido foi feito na segunda-feira (6), tendo em vista a negligência há anos no cumprimento de direitos básicos de empregados. Entre os problemas, estão o não fornecimento de vale-alimentação e vale-transporte, a dispensa em massa de professores ocorrida no final de 2011, a falta de pagamentos de salários desde dezembro, o atraso no pagamento de férias, o não recolhimento do FGTS, a apropriação indébita de valores descontados a título de contribuições previdenciárias, e rescisões de contratos sem pagamentos de indenização.

      Em 2003, uma Ação Civil Pública foi ajuizada pelo MPT para que a legislação trabalhista fosse cumprida, o que não ocorreu, de acordo com a procuradora.

      Para Carvalho, propor a execução da ação judicial já existente não seria efetivo. “Além de não assegurar a imediata observância da legislação trabalhista, apenas se somaria ao passivo já contraído em decorrência de sua recalcitrância em cumprir com suas obrigações legais e contratuais”, observou.

      Como solução, a procuradora propõe uma intervenção judicial em definitivo, a qual transferiria aos empregados a gestão, posse e titularidade do patrimônio da Universidade. A reportagem entrou em contato com a Tuiuti, que informou por meio de assessoria de imprensa que não irá se manifestar até que seja notificada.


      Abraço, e grato pela contribuição.

      Excluir
  24. Prezados colegas

    Tenho lido o blog para acompanhar os desdobramentos da greve na UGF e UC.

    Sou professor, e gostaria de pontuar algumas questões:

    1. Que tipo de intervenção poderia o MEC promover? Não vejo ninguém falando disso aqui. Lembro que UGF e UC não são instituições públicas. A intervenção não poderia se dar nos moldes pretendidos pelos mais radicais. Ainda assim, todo e qualquer tipo de ação do governo demandaria tempo. E o nosso tempo não pode ser desperdiçado com especulações, e nem com a fala de políticos e oportunistas. Um dos manifestantes que se diz aluno da UGF, inclusive, nem matriculado está, possuindo histórico de sucessivos abandonos. Não é aluno, mas já deixou claro que pretende disputar as próximas eleições. Fala de poder econômico, imperialismo (...). Ora, primeiro estude, com o mesmo interesse de ser candidato a alguma coisa. Lamentável que nossa situação sirva de palanque político. Espero que a legitimidade dos representantes discentes seja expressada pelos verdadeiros alunos.

    2. Enquanto em outras instituições a semana de provas se aproxima, estamos chegando ao final do mês sem ao menos termos iniciado o período. Nossa queda de braço nos prejudica e muito, pois se os alunos deixarem de pagar as mensalidades, acho que nem a planilha apresentada poderá ser cumprida.

    3. A realidade, amigos, é que a atual gestão enfrenta crise financeira, que respinga em nós.

    4. Na próxima semana estarei em sala de aula, pelos alunos, e por uma perspectiva de continuidade das operações da UGF e da UC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor.

      Se o senhor não insistir e entrar em sala de aula tudo vai por água abaixo.

      Temos que persistir. A Insttituição está com crise financeira? Nós também.

      Existem várias maneiras de se resolver isso, mas se não entrar na guerra não conseguiremos.

      ATENÇÃO.

      Com o é que o senhor sabe da realidade?

      Existe muitas falcatruas atrás de tudo.

      PROFESSOR não é sacerdote e nem fizemos voto de pobreza.

      É por isso que tudo desanda...

      Se o senhor não participar da luta junto com os outros, vamos continuar na mesma situação.

      TO0DOS TEMOS QUE ESTAR DO MESMO LADO. Não fique em cima do muro.

      BOA SORTE.

      Excluir
    2. Ao Anônimo de "17 de março de 2013 17:03". Do fundo do meu coração gostaria de saber quem é você? Pq a sua declaração,imediatamente, fez aflorar em mim meus instintos mais primitivos. Como disse o canalha erigido a herói, o Sr. Roberto Jefferson dirigindo-se ao tb canalha José Dirceu, e, ainda assim, fomos surpreendidos por muitos ignorantes do povo parabenizando esse Sr. (o Sr. Jefferson), por decidir colocar a boca na botija depois q pego em flagrante, quando veio à tona o escândalo do mensalão,ñ pq é bonzinho, mas em razão de não querer se ferrar sozinho. Se fizer isso, Sr. Docente de "17 de Março de 2013 17:03", estará compactuando com a corja dos Gestores "desumanos", que nos fazem de escravos há tempos. O que acha disso? Orgulha-se em desestabilizar o movimento? Orgulhar-se em ceder ao medo, submetendo-se ao trabalho escravo? Foi isso o q seus pais lhe ensinaram? Vc tem filhos?! Pois, vou te dizer uma coisa: a maioria dos docentes não aguenta mais sofrer, ser subserviente à pessoas do mais baixo calão. Portanto, meia dúzia de gatos pingados, lacaios q pensam como vc, podem até furar a greve.Entretanto, serão minoria. Vc ñ sabe o q é dignidade. Sabe? Vai dizer que sabe, é claro! Apenas para ficar bonito na foto! Dirá q está fazendo isso em defesa dos alunos. Mas seu pensamento é absolutamente incompatível com o significado da palavra dignidade. Adianta vc dizer o contrário? Sua postura, por acaso, corresponde a um ser humano que preza a própria dignidade? Suas declarações causam-me espécie! Ou é frouxo mesmo, ou está comprado, ou seduzido pelos "cantos de sereia"! Hoje nós docentes temos antes de td compromisso com a nossa família, como foi dito por um docente na última assembléia. Vergonhosa covardia a sua!!! É por pessoas com uma estima baixíssima como a sua, que nosso país está nessa "M" q está. Se estiver disposto de fato a levar isso adiante, ao se deslocar para doar aulas, ñ se esqueça de levar papel higiênico, de pedir dinheiro emprestado para o vale transporte e para alimentação. Além do que, prepare-se para ser execrado pela maioria dos seus pares, inclusive por muitos discentes, q ñ aguentam mais tanta injustiça e falta de vergonha na cara. Talvez tenha nascido para ser, como, disse um anônimo acima, "um vassalo empregado de madame sinhá". Vá em frente, venda sua alma ao Diabo! Não esqueça tb do Prozac e do Rivotril, pois vai precisar. Imaginem, nessa altura do campeonato em q estamos verdadeiramente exercendo nossa cidadania, vislumbrando reais progressos, eis que surge um indivíduo ou indivídua expressando tais pensamentos derrotistas, condescendentes com a corrupção e geradores de evidentes de intrigas (colocando alunos contra professores, como se fôssemos os reais vilões dessa história). Na verdade, estou sentindo a tal vergonha alheia!!! Acham que peguei pesado? P/ quem acha q sim, isso é apenas o começo. Aguardem os próximos capítulos. Só um detalhe q considero pertinente a ser colocado: muitos docentes que por muito tempo ficaram em cima do muro outrora, contrários a greve, decidiram aderi-la. Como foi dito tb por um anônimo "antes tarde do que nunca". E pra terminar: Deus detesta covarde! Não estou incitando a violência, mas o exercício de nossa cidadania. Afinal, quem ñ luta pelos direitos que têm, ñ os merece. Como talvez seja o caso do anônimo em questão.Estamos lutando contra verdadeiros fascistas, e temos o dever com a nossa consciência de lutarmos até o fim desse câncer, que assola o Rio de Janeiro, e, a todo Brasil. Nossa luta já transcende a questão dos salários e outras garantias trabalhistas que temos por direito. Infelizmente,alguns docentes ainda ñ entenderam isso. É uma luta do bem contra o mal (o direito ao exercício da cidadania). Logo, se se meterem conosco (cerceando nosso direito à cidadania), nos meteremos com vocês. Ñ podemos mais retroceder. Ei vc Anônimo? Continua me dando asno! E certamente à maioria dos seus pares.

      Excluir
  25. Por Favor, sou aluna da Univercidade, cursando Direito, unidade Gonçalves Dias, era da antiga unidade Freguesia. Amanhã (segunda feira, dia 18) teria aula de NPJ, estou muito confusa, uma vez que há greve, mas, no entanto, li muitos comentários de que alguns professores estariam dando aula.
    Meu tempo e dinheiro, assim como o de todos,são muito preciosos. Tenho uma filha e uma casa pra cuidar e ainda trabalho, sem contar que moro na Taquara - Jacarepaguá, ou seja, não tenho tempo nem condições pra ficar indo ao Centro somente pra saber se vai haver aula ou não, devido a esses professores que furam a greve.
    Peço encarecidamente, aos senhores professores e alunos que me ajudem, me dizendo o que sabem realmente, se todos os professores aderiram a greve, ou seja, não sendo mesmo necessário ter que ir ao Centro da cidade todos os dias só pra me certificar se tem aula ou não; ou não, devo ir sim todos os dias.
    Agradeço desde já a atenção, e saibam, que apoio o movimento e torço muito por vocês professores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com a aluna anônima. Também sou aluna e passo pela mesma situação. Assim como todos, estamos sendo muito prejudicados por essa greve. Os professores estão em greve, mas tem professores que estão dando aulas sim e inclusive ameaçam os alunos que não forem as aulas porque estão levando falta e perdendo conteúdo! Eu moro longe de onde estudo, pego 2 ônibus! As vezes chego lá e só tenho uma aula e a outra não, ou as vezes o professor diz que vai estar lá, mas não dá aula. Acho que os professores tinham que ser mais unidos! Se estão em greve, todos deveriam aderir. Mesmo eu estando super chateada com esta situação, afinal me formo agora e estou sendo prejudicada com essa greve, entendo o lado dos professores também, porque ninguém trabalha de graça! Mas também quero que esta situação se resolva logo! Aí daqui a pouco acontece o seguinte: alguns vão e dão aula, a greve perde força... aí passa o tempo, veem que a Galileu não vai pagar e fazem greve de novo? Aí eu pergunto: De que adianta voltarem a dar aulas agora e depois no meio do período ter greve de novo?? É melhor para todos que esta situação se resolva logo agora e de preferencia o quanto antes, para a satisfação de todos. E afinal, se pagamos a mensalidade, a Galileu tem a obrigação de repassar o nosso dinheiro a vocês! Pois pagamos pela prestação de serviços de vocês. Mas eles embolsam e não pagam, bando de safados. Estamos sempre nas manifestações, fui na manifestação na Sede, mas parece que nada adianta. A Mídia só fala na Gama Filho, como se a UniverCidade estivesse às mil maravilhas.
      E o MEC deve estar comprado porque depois de tantas denúncias nada faz. Esse Brasil é uma vergonha mesmo!!
      Estou na torcida pelos professores! Que estes calhordas ladrões paguem o quanto antes o direito dos professores para que possamos iniciar logo esse período em paz!

      Excluir
  26. Prezados colegas

    Tenho lido o blog para acompanhar os desdobramentos da greve na UGF e UC.

    Sou professor, e gostaria de pontuar algumas questões:

    1. Que tipo de intervenção poderia o MEC promover? Não vejo ninguém falando disso aqui. Lembro que UGF e UC não são instituições públicas. A intervenção não poderia se dar nos moldes pretendidos pelos mais radicais. Ainda assim, todo e qualquer tipo de ação do governo demandaria tempo. E o nosso tempo não pode ser desperdiçado com especulações, e nem com a fala de políticos e oportunistas. Um dos manifestantes que se diz aluno da UGF, inclusive, nem matriculado está, possuindo histórico de sucessivos abandonos. Não é aluno, mas já deixou claro que pretende disputar as próximas eleições. Fala de poder econômico, imperialismo (...). Ora, primeiro estude, com o mesmo interesse de ser candidato a alguma coisa. Lamentável que nossa situação sirva de palanque político. Espero que a legitimidade dos representantes discentes seja expressada pelos verdadeiros alunos.

    2. Enquanto em outras instituições a semana de provas se aproxima, estamos chegando ao final do mês sem ao menos termos iniciado o período. Nossa queda de braço nos prejudica e muito, pois se os alunos deixarem de pagar as mensalidades, acho que nem a planilha apresentada poderá ser cumprida.

    3. A realidade, amigos, é que a atual gestão enfrenta crise financeira, que respinga em nós.

    4. Na próxima semana estarei em sala de aula, pelos alunos, e por uma perspectiva de continuidade das operações da UGF e da UC.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocé e da Galileo ou coordenador?? ou vive em outro planeta??? Vão para o inferno você
      e seu pensamento. Enquanto não me pagarem, não entro em sala. Como disse o
      colega acima, NÃO FIZ VOTO DE PROBEZA, nem o farei. Estou sendo lesado dos meus
      direitos trabalhistas, essa greve é legítima. Esse seu discurso não cola mais aqui,
      antigamente poderia ser. Se for professor, acredito que nao seja, trata a docência como "bico",
      usa esse dinheiro para ir ao cinema final de semana ou viajar. NAO NOS SUJEITAMOS
      a esse procedimento vil de tratar um TRABALHADOR.

      Excluir
    2. Independente se você der aula ou não, ao término da greve, os alunos sem compareceram,
      terão DIREITO receber o MESMO CONTEÚDO e PROVAS APLICADAS. Vejo que não é muito
      informado, ou um coordenador talvez? ou algum gestor maior Galileo? Então, procure se informar,
      pois, se for como eu, um professor, gastará tempo e dinheiro, já tão escassos, nesse processo.

      Excluir
    3. OS PROFESSORES NÃO PODEM ENTRAR EM SALA DE AULA.

      OS ALUNOS DEPOIS TERÃO SUA REPOSIÇÃO E NÓS NÃO TEREMOS NOSSOS DIREITOS, POIS TUDO ESTÁ SENDO FEITO EM PARCELAS. NÃO PAGAMOS LUZ, GÁS, ETC. EM PARCELAS, POR QUE ELES NÃO ACEITAM, E SE NÃO PAGAMOS ELES CORTAM.

      PORTANTO FALTA CORAGEM E DETERMINAÇÃO DAQUELES QUE ESTÃO QUERENDO USAR A PROFISSÃO DO PROFESSOR COMO SACERDÓCIO.NÓS PRESTAMOS UM SERVIÇO E TEMOS DIREITO À CONTRAPRESTAÇÃO.

      OS ALUNOS PODEM INGRESSAR NA JUSTIÇA COMO CONSUMIDORES CONTRA A INSTITUIÇÃO E FAZER E PRESSIONAR PARA PRESOLVER A CONTENTO TODAS ESSAS QUESTÕES.

      A PACIÊNCIA É UMA VIRTUDE.

      AGUENTE FIRME... OS ALUNOS TERÃO NO FINAL DIVERSAS SAÍDAS PARA RESOLVEREM SUAS QUESTÕES.

      NÓS, TEREMOS, SOMENTE SE CONSEGUIRMOS PENHORAR BENS DOS GESTORES, E ISSO... SÓ DEUS SABE...

      HAVENDO PRESSÃO POR NOSSA APRTE , TERÃO QUE DAR UM JEITO.

      UNIÃO PROFESSOR QUE VAI DAR AULA, POR QUE, COMO O PROF. BRASILEIRO DISSE, QUEM ENTRAR EM SALA DE AULA AGORA VAI "DAR" AULA E NÃO "MINSITRAR" AULA.

      EU NÃO "DAREI" MAIS NADA ENQUANTO NÃO RESOLVER ISSO... CHEGA DE DAR NOSSA VIDA PARA QUE O GESTORES CONTINUEM A ENCHER SEUS COFRES TIRANDO DAQUELES QUE TRABALHAM REALMENTE.

      Excluir
    4. "A realidade, amigos, é que a atual gestão enfrenta crise financeira, que respinga em nós". PELO AMOR DE DEUS, RESPINGA EM NÓS? ESTOU SEM PAGAR ALUGUEL, COLÉGIO DOS FILHOS, ENERGIA, TRANSPORTE, E VC DIZ QUE A CRISE, DE UMA INSTITUIÇÃO CERCADA DE ESTELIONATÁRIOS,RESPINGA SOMENTE EM NÓS...EU SOU A PRÓPRIA CRISE, ESTOU A BASE DE REMÉDIOS, TENHOS DORES DE CABAÇA DIARIAMENTE. QUANTA BESTEIRA E PIOR, FALTA DE SENSIBILIDADE SUA. EU ME RECUSO A ACREDITAR QUE É UM PROFESSOR ESCREVENDO ISSO!!!
      "Na próxima semana estarei em sala de aula, pelos alunos, e por uma perspectiva de continuidade das operações da UGF e da UC". POR UMA PERSPECTIVA DE CONTINUIDADE DAS OPERAÇÕES DA UGF E UC????? E A CONTINUIDADE DA OPERAÇÃO DO MEU LAR? DA MINHA FAMÍLIA? MINHA VIDA ESTÁ UMA DESORDEM, UM CAOS POR CONTA DA IRRESPONSABILIDADE E FALTA DE SENSIBILIDADE DESSES GESTORES. VOLTE PRA SALA DE AULA. FAÇA ISSO! VENDA A SUA DIGNIDADE, A DIGNIDADE DE SEUS COLEGAS DE CLASSE. PESSOAS COMO VOCÊ ME DÃO PENA! OU VOCÊ NÃO PRECISA, O QUE PROVA A SUA ARROGÂNCIA E FALTA DE COMPANHEIRISMO, OU VOCÊ PRECISA DEMAIS, O QUE PROVA O SEU MEDO, A SUA COVARDIA. SAIBA QUE TEM COLEGAS SE EXPONDO, LUTANDO PARA MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS COMO VOCÊ QUE NÃO ESTÃO NEM AI PRA QUALQUER TIPO DE MANIFESTAÇÃO. COLOQUE A MÃO NA CONSCIÊNCIA E VEJA O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO. PENSE, PODERIA SER UM DE SEUS FILHOS FUTURAMENTE COMO UM DESSES PROFESSORES.
      FICO TRISTE POR SABER QUE ALGUNS, A MINORIA AINDA PENSA ASSIM. VC REALMENTE ACHA QUE ISSO VAI GARANTIR O SEU EMPREGO? QUERIDO(A), NÃO HÁ CRITÉRIO. VOCÊ PODE SER O PRÓXIMO!! LEMBRE MAIS, A AULA QUE VOCÊ ESTÁ DANDO HOJE TERÁ QUE SER REPETIDA PARA O ALUNO FALTOSO, VISTO QUE A SUA CATEGORIA ESTÁ EM GREVE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    5. Esse professor é um gestor. Muitos entram no BLOG para tentar induzir em erro os usuários.

      É uma estratégia.

      Excluir
    6. Gestores, engulam a seco as palavras do colega acima. Essas palavras relatam muito bem oque estamos passando nesses tempos de greve.
      Alunos, não desejamos isso a ninguém, gostaríamos de estar em sala com vocês, fazendo nosso trabalho de cada dia, mas, não podemos, é uma pena, termos uma justiça do trabalho que não funciona, um único órgão regulador de educação(MEC). Vocês estão sendo roubados, o governo está sendo roubado, nós estamos sendo roubados. E vem um MEC, há pouco tempo, faz a renovação de reconhecimento dos cursos de graduação das faculdades administradas pela Galileo?? Prezados, não sofram, não sejam professores.

      Excluir
    7. Anônimo de 17 de março de 2013, vc quer enganar quem, hein? Tão sincero!!!!!!!!! Até o Steve Wonder, ou um autista como o Ray Man interpretado pelo Destin Hoffman vc ñ conseguiria enganar! Precisa aperfeiçoar esse disfarce melhor!!!! É primário babe! Se quiser te dou umas dicas. É claro, que, vou ter que te cobrar as férias de dezembro e os salários de janeiro, fevereiro, e , porque não, tb o de março. Mas acho que o dinheiro já foi desviado para o Triângulo das Bermudas

      Excluir
  27. Essa ideia, realmente, parece muito boa.

    Qual o andamento dessa ação do MPT, alguém sabe? No site da U. Tuiuti a mantenedora continua a mesma... os responsáveis pela home page parecem ser bem competentes.

    ResponderExcluir
  28. Caros alunos, muitos de nós, já não tem dinheiro para se locomover ao trabalho, outros, com carga maior
    estão pensando em vender bens. O terceiro mês sem salário está proximo. Aparecendo um "professor"
    aqui dizendo: "Entrarei em sala", "Darei aula", "Pelos alunos", podem desconfiar, pois, o limite do ser humano
    aguentar humilhação e ultraje foi atingido, ninguém consegue mais entrar em sala de aula, passando por
    tudo isso..

    ResponderExcluir
  29. Se a greve é legal, não há motivo de preocupação, o aluno não levará falta e o conteúdo deverá ser dado em outra ocasião. A UFRJ e a UERJ tiveram greve e os alunos estão com um período letivo diferente, mas têm aulas. É claro que a mensagem, tão criticada, foi escrita por alguém que é mandado pelos gestores ou os próprios. Ridículo.

    ResponderExcluir
  30. Atenção: para o anônimo de 17:03 e 19:34 q obtive por fontes seguras ser 1 gestor da Galileo.Resposta:Anônimo de "17 de março de 2013 17:03". Do fundo do meu coração gostaria de saber quem é vc? Pq a sua declaração, imediatamente, fez aflorar em mim meus instintos mais primitivos.Como disse o canalha erigido a herói, o Sr. Roberto Jefferson dirigindo-se ao tb canalha José Dirceu, e, ainda assim, fomos surpreendidos por muitos ignorantes do povo parabenizando esse Sr.(o Sr. Jefferson), por decidir colocar a boca na botija depois q pego em flagrante, quando veio à tona o escândalo do mensalão, ñ porque é bonzinho, mas em razão de não querer se ferrar sozinho.Se fizer isso, Sr. Docente,estará compactuando com a corja dos Gestores "desumanos", q nos fazem de escravos há tempos. O q acha disso? Orgulha-se em desestabilizar o movimento? Orgulhar-se em ceder ao medo, submetendo-se ao trabalho escravo? Foi isso o q seus pais lhe ensinaram? Vc tem filhos?! Vou te dizer uma coisa: a maioria dos docentes ñ aguenta mais sofrer, ser subserviente à pessoas do mais baixo calão. Portanto, meia dúzia de gatos pingados, lacaios q pensam como vc, podem até furar a greve. Todavia, serão minoria. Vc ñ sabe o q é dignidade. Sabe? Vai dizer que sabe, é claro! Apenas para ficar bonito na foto! Dirá q está fazendo isso em defesa dos alunos. Mas seu pensamento é absolutamente incompatível com o significado da palavra dignidade. Adianta vc dizer o contrário? Sua postura, por acaso, corresponde a um ser humano que preza a própria dignidade? Suas declarações causam-me espécie! Ou é frouxo mesmo, ou está comprado, ou seduzido pelos "cantos de sereia"! Hoje nós docentes temos antes de qq coisa compromisso com a nossa família, como foi dito por um docente na última assembléia. Vergonhosa covardia a sua! E é por pessoas com uma estima baixíssima como a sua, q nosso país está nessa "M" q está. Se estiver disposto de fato a levar isso adiante, ao se deslocar para doar aulas, ñ se esqueça de levar papel higiênico,de pedir dinheiro emprestado para o vale transporte e para alimentação. Além do que, prepare-se para ser execrado pela maioria dos seus pares, inclusive por muitos discentes, q ñ aguentam mais tanta injustiça e falta de vergonha na cara. Talvez tenha nascido para ser, como, disse um anônimo acima, "um vassalo empregado de madame sinhá". Vá em frente, venda sua alma ao Diabo! Ñ esqueça tb do Prozac e do Rivotril, pois vai precisar. Imaginem, nessa altura do campeonato em q estamos verdadeiramente exercendo nossa cidadania, vislumbrando reais progressos, eis que surge um indivíduo ou indivídua expressando tais pensamentos derrotistas, condescendentes c/ a corrupção e geradores de evidentes de intrigas (colocando alunos contra professores, como se fôssemos os reais vilões dessa história). Estou sentindo a tal vergonha alheia! Acham que peguei pesado? P/ quem acha q sim, isso é apenas o começo. Aguardem os próximos capítulos. Só um detalhe q considero pertinente a ser colocado: muitos docentes q por muito tempo ficaram em cima do muro outrora, contrários a greve, decidiram aderi-la. Como foi dito tb por um anônimo "antes tarde do que nunca". P/ terminar: Deus detesta covarde! Não estou incitando a violência, mas o exercício de nossa cidadania. Afinal, quem ñ luta pelos direitos que têm, ñ os merece. Como talvez seja o caso do anônimo em pauta. Estamos lutando contra verdadeiros fascistas, e temos o dever com a nossa consciência de lutarmos até o fim desse câncer, que assola o Rio de Janeiro, e, a todo Brasil. Nossa luta já transcende a questão dos salários e outras garantias trabalhistas que temos por direito. Infelizmente, alguns docentes ainda ñ entenderam isso. É uma luta do bem contra o mal (o direito ao exercício da cidadania). Logo, se se meterem conosco (cerceando nosso direito à cidadania), nos meteremos com vocês. Não podemos mais retroceder. Ei vc, Anônimo?Continua me dando asno!E certamente à maioria dos seus pares.

    ResponderExcluir
  31. Esse gestorzinho de "M" de 17: 03 e 19:34 é cristalino ser a favor do trabalho escravo.Vou persegui-lo até o seu desencarne.A resposta é:Anônimo de "17 de março de 2013 17:03". Do fundo do meu coração gostaria de saber quem é vc? Pq a sua declaração, imediatamente, fez aflorar em mim meus instintos mais primitivos.Como disse o canalha erigido a herói, o Sr. Roberto Jefferson dirigindo-se ao tb canalha José Dirceu, e, ainda assim, fomos surpreendidos por muitos ignorantes do povo parabenizando esse Sr.(o Sr. Jefferson), por decidir colocar a boca na botija depois q pego em flagrante, quando veio à tona o escândalo do mensalão, ñ porque é bonzinho, mas em razão de não querer se ferrar sozinho.Se fizer isso, Sr. Docente,estará compactuando com a corja dos Gestores "desumanos", q nos fazem de escravos há tempos. O q acha disso? Orgulha-se em desestabilizar o movimento? Orgulhar-se em ceder ao medo, submetendo-se ao trabalho escravo? Foi isso o q seus pais lhe ensinaram? Vc tem filhos?! Vou te dizer uma coisa: a maioria dos docentes ñ aguenta mais sofrer, ser subserviente à pessoas do mais baixo calão. Portanto, meia dúzia de gatos pingados, lacaios q pensam como vc, podem até furar a greve. Todavia, serão minoria. Vc ñ sabe o q é dignidade. Sabe? Vai dizer que sabe, é claro! Apenas para ficar bonito na foto! Dirá q está fazendo isso em defesa dos alunos. Mas seu pensamento é absolutamente incompatível com o significado da palavra dignidade. Adianta vc dizer o contrário? Sua postura, por acaso, corresponde a um ser humano que preza a própria dignidade? Suas declarações causam-me espécie! Ou é frouxo mesmo, ou está comprado, ou seduzido pelos "cantos de sereia"! Hoje nós docentes temos antes de qq coisa compromisso com a nossa família, como foi dito por um docente na última assembléia. Vergonhosa covardia a sua! E é por pessoas com uma estima baixíssima como a sua, q nosso país está nessa "M" q está. Se estiver disposto de fato a levar isso adiante, ao se deslocar para doar aulas, ñ se esqueça de levar papel higiênico,de pedir dinheiro emprestado para o vale transporte e para alimentação. Além do que, prepare-se para ser execrado pela maioria dos seus pares, inclusive por muitos discentes, q ñ aguentam mais tanta injustiça e falta de vergonha na cara. Talvez tenha nascido para ser, como, disse um anônimo acima, "um vassalo empregado de madame sinhá". Vá em frente, venda sua alma ao Diabo! Ñ esqueça tb do Prozac e do Rivotril, pois vai precisar. Imaginem, nessa altura do campeonato em q estamos verdadeiramente exercendo nossa cidadania, vislumbrando reais progressos, eis que surge um indivíduo ou indivídua expressando tais pensamentos derrotistas, condescendentes c/ a corrupção e geradores de evidentes de intrigas (colocando alunos contra professores, como se fôssemos os reais vilões dessa história). Estou sentindo a tal vergonha alheia! Acham que peguei pesado? P/ quem acha q sim, isso é apenas o começo. Aguardem os próximos capítulos. Só um detalhe q considero pertinente a ser colocado: muitos docentes q por muito tempo ficaram em cima do muro outrora, contrários a greve, decidiram aderi-la. Como foi dito tb por um anônimo "antes tarde do que nunca". P/ terminar: Deus detesta covarde! Não estou incitando a violência, mas o exercício de nossa cidadania. Afinal, quem ñ luta pelos direitos que têm, ñ os merece. Como talvez seja o caso do anônimo em pauta. Estamos lutando contra verdadeiros fascistas, e temos o dever com a nossa consciência de lutarmos até o fim desse câncer, que assola o Rio de Janeiro, e, a todo Brasil. Nossa luta já transcende a questão dos salários e outras garantias trabalhistas que temos por direito. Infelizmente, alguns docentes ainda ñ entenderam isso. É uma luta do bem contra o mal (o direito ao exercício da cidadania). Logo, se se meterem conosco (cerceando nosso direito à cidadania), nos meteremos com vocês. Não podemos mais retroceder. Ei vc, Anônimo?Continua me dando asno!E certamente à maioria dos seus pares.

    ResponderExcluir
  32. Atenção: quando virem alguma postagem de algum "professor" querendo incutir o medo, argumentando q irá doar aulas nestas atuais circunstâncias apocalípticas, em q ñ recebe além do salário, férias, 13º salário, nem vale transporte, nem vale refeição, em suma, "nothing", que, esteja se dizendo disposto a retornar às salas de aula, ñ trata-se de nenhum louco, insano, ou psicótico em grau máximo, mas, sim de 1 gestor da Galileu com argumento pífio. Eles estão desesperados! Com insônia, pelo fato da iminente possibilidade de perderem o patrimônio pessoal auferido com o dinheiro desviado das mensalidades dos queridos alunos. Reflitam: até em Ipanema, a nata do RJ, ñ há sabão nos banheiros, ñ há papel higiênico, e, tão-somente um elevador funcionando precariamente, q só para em determinados andares. Agora, cá pra nós: é ou ñ é uma Lavanderia de Dinheiro. Querem um indício robusto? "Contrataram" os Ministros Toffoli e Ricardo Lewandowski p/ ministrar palestras no período passado para meio gatos pingados assistirem, e, ñ faziam a divulgação. Além disso, ñ pagaram o taxi aéreo dos dois Ministros, que, em regra, se revesavam, ou seja, a cada 15 dias um ministrava palestra. O que acham disso? É suspeito ou não é? E logo essas duas figuras altamente suspeitas de serem parciais. E de fato, foram parciais no mensalão, com destaque para o Ricardo Lewandowski q exagerou no "óleo de peroba", isto é, na cara de pau ao ser leniente c/ as figuras mais corruptas. Imaginem o patrimônio obtido com a propina aceita sem nenhuma cerimônia. Pessoal, isso é uma, desculpem o termo PORRADA nas nossas caras (docentes, discentes e funcionários). E ainda "aparece" um "docente" doido para dar aulas. Eu me pergunto: "quanto será que eles está ganhando para se prestar a isso"? Apenas um momento de reflexão!

    ResponderExcluir
  33. hoje fui a gonçalves dias, prédio totalmente abandonado, salas do 3º andar todas depredadas, estavam fazendo obras grandes lá, não sei pra que, ou seja, mesmo que o término da greve fosse hoje, lá não teria condições de ter aulas.
    outras salas de outros andares , também abandonadas, com as carteiras em cima das mesas, parece que passou um furacão por lá. Banheiros imundos, o banheiro da rodoviária é mais limpo que aquilo.
    No meio de todo esse tormento, apenas uma sala, com um professorzinho dando aula para 3 alunos.
    Situação caótica e absurda da Univercidade.

    ResponderExcluir
  34. Atenção: para o anônimo de 17:03, 18:45 e 19:34 q obtive por fontes seguras ser 1 gestor da Galileo.Resposta:Anônimo de "17 de março de 2013 17:03". Do fundo do meu coração gostaria de saber quem é vc? Pq a sua declaração, imediatamente, fez aflorar em mim meus instintos mais primitivos.Como disse o canalha erigido a herói, o Sr. Roberto Jefferson dirigindo-se ao tb canalha José Dirceu, e, ainda assim, fomos surpreendidos por muitos ignorantes do povo parabenizando esse Sr.(o Sr. Jefferson), por decidir colocar a boca na botija depois q pego em flagrante, quando veio à tona o escândalo do mensalão, ñ porque é bonzinho, mas em razão de não querer se ferrar sozinho.Se fizer isso, Sr. Docente,estará compactuando com a corja dos Gestores "desumanos", q nos fazem de escravos há tempos. O q acha disso? Orgulha-se em desestabilizar o movimento? Orgulhar-se em ceder ao medo, submetendo-se ao trabalho escravo? Foi isso o q seus pais lhe ensinaram? Vc tem filhos?! Vou te dizer uma coisa: a maioria dos docentes ñ aguenta mais sofrer, ser subserviente à pessoas do mais baixo calão. Portanto, meia dúzia de gatos pingados, lacaios q pensam como vc, podem até furar a greve. Todavia, serão minoria. Vc ñ sabe o q é dignidade. Sabe? Vai dizer que sabe, é claro! Apenas para ficar bonito na foto! Dirá q está fazendo isso em defesa dos alunos. Mas seu pensamento é absolutamente incompatível com o significado da palavra dignidade. Adianta vc dizer o contrário? Sua postura, por acaso, corresponde a um ser humano que preza a própria dignidade? Suas declarações causam-me espécie! Ou é frouxo mesmo, ou está comprado, ou seduzido pelos "cantos de sereia"! Hoje nós docentes temos antes de qq coisa compromisso com a nossa família, como foi dito por um docente na última assembléia. Vergonhosa covardia a sua! E é por pessoas com uma estima baixíssima como a sua, q nosso país está nessa "M" q está. Se estiver disposto de fato a levar isso adiante, ao se deslocar para doar aulas, ñ se esqueça de levar papel higiênico,de pedir dinheiro emprestado para o vale transporte e para alimentação. Além do que, prepare-se para ser execrado pela maioria dos seus pares, inclusive por muitos discentes, q ñ aguentam mais tanta injustiça e falta de vergonha na cara. Talvez tenha nascido para ser, como, disse um anônimo acima, "um vassalo empregado de madame sinhá". Vá em frente, venda sua alma ao Diabo! Ñ esqueça tb do Prozac e do Rivotril, pois vai precisar. Imaginem, nessa altura do campeonato em q estamos verdadeiramente exercendo nossa cidadania, vislumbrando reais progressos, eis que surge um indivíduo ou indivídua expressando tais pensamentos derrotistas, condescendentes c/ a corrupção e geradores de evidentes de intrigas (colocando alunos contra professores, como se fôssemos os reais vilões dessa história). Estou sentindo a tal vergonha alheia! Acham que peguei pesado? P/ quem acha q sim, isso é apenas o começo. Aguardem os próximos capítulos. Só um detalhe q considero pertinente a ser colocado: muitos docentes q por muito tempo ficaram em cima do muro outrora, contrários a greve, decidiram aderi-la. Como foi dito tb por um anônimo "antes tarde do que nunca". P/ terminar: Deus detesta covarde! Não estou incitando a violência, mas o exercício de nossa cidadania. Afinal, quem ñ luta pelos direitos que têm, ñ os merece. Como talvez seja o caso do anônimo em pauta. Estamos lutando contra verdadeiros fascistas, e temos o dever com a nossa consciência de lutarmos até o fim desse câncer, que assola o Rio de Janeiro, e, a todo Brasil. Nossa luta já transcende a questão dos salários e outras garantias trabalhistas que temos por direito. Infelizmente, alguns docentes ainda ñ entenderam isso. É uma luta do bem contra o mal (o direito ao exercício da cidadania). Logo, se se meterem conosco (cerceando nosso direito à cidadania), nos meteremos com vocês. Não podemos mais retroceder. Ei vc, Anônimo?Continua me dando asno!E certamente à maioria dos seus pares.

    ResponderExcluir
  35. Dou meu total apoio aos professores e a administração da UC e GF. Fiz parte da UniverCidade por alguns anos (na época já se encontrava em crise e vivia dos 15%, 25%, 50% dos salários pagos) e fui obrigado pela fusão a trabalhar na Gama Filho. Vivi um dos piores anos da minha vida, pois os funcionário da mesma recebiam e eu nada. Fiquei doente, trabalhei de graça e me fizeram o favor de me mandar embora.

    Durante esses anos fiquei sabendo/vendo como alguns funcionários antigos recebem fortunas. O senhor alto de bigode é braço direito/esquerdo do velho dono da UniverCidade. Promessas e promessas... Esse senhor de bigode é dono de um mini shopping. Ele tinha contato direto com o pessoal de marketing da GF.

    Lutem! Não desistam! Não adianta receber 50% e acabar a greve... Precisam receber TUDO. Eu luto na justiça para receber tudo que eles me devem.

    ResponderExcluir
  36. Boa Tarde
    Sou aluno da UniverCidade e compreendo, e até certo ponto apoio a greve dos professores, só peço que estes participem mais ativamente de manifestações, e não se restrinjam majoritariamente a reuniões do sindicado, como o que acontece com a maior parte dos docentes do meu curso, e acima de tudo vamos utilizar-nos de outros meios de fazer pressão sobre os gestores,não nos restringido somente a greve(ocupemos novamente a reitoria, professores e alunos), pois esta causa um grande prejuízo aos estudantes; que tem sua vida atingida profundamente, devido a um atraso em seu tempo de formação e uma queda da qualidade desta.

    ResponderExcluir
  37. Conheçam lá em cima o BLOG de ADENOR GONÇALVES e façam os seus comentários.

    ResponderExcluir
  38. Já estão anunciando na UniverCidade vestibular 2013-2. PIADA DE PÉSSIMO GOSTO!!!

    ResponderExcluir
  39. PREZADOS ALUNOS,
    NENHUM CONTEÚDO SERÁ PERDIDO,ESTAMOS EM GREVE LEGAL E, QUANDO A MESMA ACABAR E, VAI, POIS NÓS PROFESSORES ESTAMOS UNIDOS E VAMOS VENCER EM NOSSO FAVOR, EM PROL DAS INSTITUIÇÕES E EM ESPECIAL, PELOS NOSSOS ALUNOS, AS AULAS,TODAS, SERÃO REPOSTAS COM NOVO CALENDÁRIO, ASSIM NÃO TEMAM AMEAÇA DE PROFESSOR COVARDE , "FURA GREVE" E IMBECIL!CONTINUEM AO NOSSO LADO E VENCEREMOS JUNTOS E, NOS INFORMEM OS NOMES DESSES INFELIZES, PARA QUE PUBLICAMENTE E "OLHO NO OLHO" PODERMOS EXECRÁ-LOS!

    ResponderExcluir
  40. Antes de tudo, gostaria de registrar o meu apoio irrestrito À GREVE e À MANUTENÇÃO DE NOSSOS DIREITOS!! Parabéns aos professores, alunos e funcionários que estão conseguindo neste momento, trabalhar juntos e exigir os seus direitos!!
    É engraçado ver algumas coisas: as negociações acerca de nossos salários e direitos começaram no mês de Janeiro de 2013, mais precisamente logo após a passagem de ano. São quase 74 dias de negociações com os gestores do Grupo Galileo, e que foram marcadas por diversas mentiras e desencontros de informações.
    Foi feita uma proposta de pagamento pelos Gestores da Galileo em que estaríamos:
    1) Recebendo apenas 50% do salário até Julho/2013 (sendo divididos em dois grupos de pagamento sempre). Isto configura redução de salário, o que é CRIME PREVISTO no conjunto de Leis que compõem a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho – Ministério do Trabalho), e que utiliza como base a Constituição Federal Brasileira;
    2) Após este momento, teríamos as integralizações de pagamentos começando em Agosto/2013 e terminando em Janeiro de 2014. Isto sem contar as férias passadas e o 13º salário de 2013.
    Com base nestas colocações, e na própria proposta da Galileo, vou lançar algumas questões que podem nos ajudar a quem sabe aceitar estas propostas, como os alunos vêm nos solicitado:
    1ª) Haja vista a redução proposta para os nossos salários em 50% durante 5 meses e a falta de pagamento por 3 meses (Janeiro, Fevereiro e Março), como faremos nós, professores, para que possamos equalizar todos os nossos compromissos de: saúde familiar; educação para os nossos filhos; manutenção de nossos lares (aluguel e prestações de moradia); pagamento de impostos (IPVA, IPTU...); alimentação; transporte (para irmos à Universidade, pois afinal em aceitando esta proposta temos que estar em nossos postos de trabalho)? Sem metade do salário será bem difícil, no entanto acho que podemos receber sugestões, principalmente das pessoas que têm nos pedido para aceitar a proposta da Galileo, de como fazer com este conjunto de problemas, dada uma possível redução de salário e o não recebimento de uma grande parte dos nossos devidos pagamentos;
    2ª) Digamos que os professores aceitem a Proposta da Galileo. Com base nisto, geramos mais algumas perguntas: (a) Quais são as garantias de que teremos a integralização salarial que ficarão nos devendo a partir de Agosto-2013 no 2º semestre? (b) Os postos de trabalho dos professores serão mantidos ao final do 1º semestre, haja vista que a época irá coincidir com as datas de DEMISSÕES, e todos nós sabemos disto? Devemos lembrar que DIVERSOS ACORDOS FORAM QUEBRADOS PELA GALILEO, e ALGUNS DELES FORAM QUEBRADOS PELA GESTÃO ATUAL, dentre eles o de NÃO DEMITIR DOCENTES NO FINAL DO ANO DE 2012. Este acordo foi feito com o SINPRO, e toda e qualquer demissão deveria ter sido JUSTIFICADA, o que NÃO ACONTECEU!!! Vamos lembrar que a promessa de regularização de SALÁRIOS foi feita DENTRO DA ALERJ, no dia 26/02/2013, em depoimento na CPI DA EDUCAÇÃO!! Isto aconteceu?? NÃO!!! Interessante o conjunto de fatos!!;
    (CONTINUA...)

    ResponderExcluir
  41. Que bonitinho, "adiantaram" o pagto dos salários!!! kkkk

    Olhem o e-mail encaminhado pela coordenação:

    De: Alex Porto [mailto:alexporto@galileoeducacional.com.br]
    Enviada: seg 18/3/2013 17:26
    Para: Alex Porto
    Assunto: ENC: ANTECIPAÇÃO DE PROGRAMAÇÃO

    Prezados Professores e Funcionários administrativos,

    Informamos será possível adiantar a programação comunicada, desta forma estaremos pagando amanhã, dia 19.03.2013, 50% dos salários de janeiro e fevereiro dos professores com remuneração até R$ 4.500,00, o que representa 47% dos quadro docente. Também estamos antecipando a programação de pagamento de 36% dos funcionários administrativos referente ao mês de fevereiro de 2013, sendo assim, 97% dos funcionários administrativos estarão com seus os salários em dia.

    Diante do exposto, conclamamos todos a voltarem aos seus postos de trabalho, e unissem a nós no processo de reestruturação, pois somente unidos poderemos reverter mais rapidamente o cenário atual e ingressarmos rumo a uma nova trajetória que garanta a Instituição galgar um lugar de destaque na Educação e a todos alunos e funcionários satisfação e orgulho.

    GALILEO EDUCACIONAL

    Diretoria Executiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha!!!! Os Caras NÃO respeitaram as negociações com os professores!!!
      Ignoraram todas as nossas reivindicações e passaram por cima dos professores da UC e da ADGF!!!! Ainda sem conversar com as lideranças, CONCLAMAM que voltemos a trabalhar!!! Dando migalhas aos professores e aos funcionários, quero que estes senhores se explodam!!!!
      Vamos continuar em GREVE!!! Exigimos respeito!!!!!

      Excluir
    2. PROFESSORES,
      NÃO VAMOS CEDER UM MILÍMETRO!
      OU NOS PAGAM INTEGRALMENTE JANEIRO, FEVEREIRO E AS FÉRIAS DEVIDAS OU PERMANECEREMOS DE BRAÇOS CRUZADOS PELOS NOSSOS DIREITOS E PELO DIREITO DOS FUNCIONÁRIOS E DOS ALUNOS QUE ESTÃO PAGANDO RIGOROSAMENTE EM DIA!
      ALEX PORTO, AO QUE VOCÊS DA GALILEU ESTÃO FAZENDO, CLASSIFICA-SE NO CP NO ARTIGO 171 - ESTELIONATO, POIS OS PROFESSORES NÃO RECEBEM PELO QUE JÁ FIZERAM(AS AULAS DADAS) E OS ALUNOS NÃO RECEBERAM O PRODUTO QUE ADQUIRIRAM(AULAS), ASSIM FICA CONFIGURADA PARA OS GESTORES DA GALILEU ART 288 FORMAÇÃO DE QUADRILHA, COMBINADO COM ART 171 ESTELIONATO!
      VOCÊS DEVIAM TODOS ESTAR NA CADEIA, SE ESSE FOSSE UM PAÍS SÉRIO!
      VAMOS DENUNCIAR NO DISQUE DENÚNCIA 2253-1177 E NA POLÍCIA FEDERAL PARA IMPEDIR QUE FUJAM DO PAÍS 2203-4000,!VAMOS RELATAR TUDO E CITAR OS DIRIGENTE DA GALILEU, INCLUSIVE O JIM JONES BRASILEIRO!

      Excluir
  42. (...CONTINUAÇÃO)
    3ª) De acordo com as “NOVAS” declarações da Galileo, todos os passivos trabalhistas estariam sendo acertados e já poderiam ser visualizados por todos os trabalhadores!!! Engraçado, pois até o momento meu FGTS, e de todos os colegas, está zerado!! Mas isto é apenas um detalhe, tendo em vista que muitos estão nos aconselhando em acreditar nos gestores!! Isto sem contar o repasse de Imposto de Renda que NÃO FOI FEITO PARA A RECEITA FEDERAL, fazendo com que comecemos a cair EM MALHA FINA. Teoricamente estamos SONEGANDO IMPOSTO, diante da RECEITA FEDERAL, sendo tal ato CRIMINOSO feito pela GALILEO EDUCACIONAL!!! Todos sabiam disto?? Não podemos esquecer o recolhimento de INSS, que já há algum tempo (anos) não é recolhido, o que impede que DIVERSOS PROFESSORES SE APOSENTEM!! Detalhe, isto continua nesta gestão!! Podemos acreditar nestes senhores? Nem me lembro das férias, que já estão em atraso por muito tempo!!;
    4ª) O representante da Galileo, Diretor Marcelo Guimarães, falou no dia 13/03/2013 aos professores, e a GALILEO afirmou para a ALERJ, que não sabia das dívidas que estavam eclodindo na UGF e na UC!! Engraçado isto, pois um dos senhores que compõem a Direção Atual da Galileo é o Sr Wanderlei Cantieri, que sempre esteve no CONTROLE das OPERAÇÕES DE MERCADO E FINANCEIRAS do GRUPO GALILEO na UGF e na UC, desde antes do “NOVO GRUPO DE GESTORES” ASSUMIR. Portanto, senhores, é fácil chegarmos a conclusão de que as pessoas não estavam tão enganadas deste jeito, e que sabiam dos problemas e da dívida. Pergunta: poderíamos confiar nestas pessoas e assim negociar com elas, ACEITANDO A PROPOSTA ATUAL?;
    5ª) Gostaria de falar de algumas datas e momentos simbólicos que passaram: Natal, Ano Novo, Férias e Carnaval – Algum dos professores conseguiu aproveitar algum destes momentos de forma digna com sua família, diante destes problemas?
    Gostaria de responder a pergunta: VCS TRABALHARAM EM FEVEREIRO E MARÇO? Para quem não sabe, os professores começam a trabalhar pelo menos 1 mês do início das aulas, participando de reuniões, oficinas e cursos (estes últimos custeados por nossa renda), para que possamos dar aulas. Ao entrar na sala de aula TODO o planejamento já foi FEITO, e que foi todo ORGANIZADO antes das aulas, enquanto os alunos ainda estão de férias. Daí o direito LEGAL, Constitucional e Trabalhista de receber o salário mesmo em GREVE. Vale ressaltar que as aulas devem sofrer REPOSIÇÃO, com organização de NOVO CALENDÁRIO ACADÊMICO PELAS INSTITUIÇÕES, em conjunto com os PROFESSORES!!
    Bem, foram alguns pontos que mereceram a abordagem devida e uma análise de TODO passo a passo. É importante destacarmos que são 74 DIAS DE TENTATIVA DE NEGOCIAÇÃO COM A GALILEO, e a espera de propostas DIGNAS que devem ser feitas PELOS GESTORES DA GALILEO!! Só gostaria de lembrar que já se passou quase 1 SEMANA e a GALILEO FEZ ALGUM CONTATO?? Pergunta: Será que estes senhores querem ACHAR ALGUMA SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA??
    Vale destacar que a VENDA DO SERVIÇO DE ENSINO É FEITA PELA GALILEO EDUCACIONAL, e, portanto estes é que DEVEM SER COBRADOS E ARGUIDOS, e não professores, FUNCIONÁRIOS E PROFESSORES, QUE TAMBÉM somos tão vítimas como os que estão sem aulas até o presente momento.
    Vamos nos unir, pois o momento é este e as pessoas que ainda NÃO ENTENDERAM O CENÁRIO AINDA PODEM ENTENDÊ-LO. SAUDAÇÕES!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GREVE! SÓ DAREI AULA QUANDO NOS PAGAREM OQUE FOI COMBINADO, JANEIRO, FEVEREIRO E FÉRIAS. O RESTO DESCUTIMOS QUANDO O PAGAMENTO ACONTECER!

      Excluir
  43. Leonardio....Quero minhas férias!!!

    ResponderExcluir
  44. Bom dia.

    Gostaria de ouvir os companheiros sobre o depósito que será feito hoje, será que vão votar para entramos em sala de aula? Pensei que era 100% de Janeiro e fevereiro de 2013. Vamos viver com a imposição do que pagar, quando pagar? Já tinha ouvido que a Galileo não iria aumentar nem um centavo e faria aquilo e ponto, vejo que realmente vão praticar. Não aceito ter um salário este mês e meio depois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VERGONHA!! FOI OQUE SENTI QUANDO LI ESSE NOVO EMAIL DE PAGAMENTO. A GALILEO IGNORA OS PROFESSORES E OS ALUNOS. NÃO QUEREM ACABAR COM ESSA GREVE, ESTAMOS SENDO IGNORADOS E
      SUBESTIMADOS. GALILEO NINGUEM MAIS ACREDITA NESSAS PROMESSINHAS!!! VOCÊS NUNCA CUMPRIRAM OQUE PROMETERAM. NEM NA FRENTE DO JUIZ O FIZERAM!! ENTÃO, OU NOS PAGAM OQUE ESTAMOS PEDINDO, OBSERVE, NÃO É AUMENTO, E SIM, OQUE NOS É DE DIREITO. OU ESSA GREVE SERÁ ETERNA. MEC, CADÊ VOCÊ!!!!!!!!!!!!??

      Excluir
    2. Amigo.

      Vocês receberam outro e-mail nesta semana?

      Qual o teor?

      Abraço.

      Excluir
    3. Recebemos, ontém dia 18/03, vergonha esse acinte aos professores, como se fosse um FAVOR:


      Assunto: ENC: ANTECIPAÇÃO DE PROGRAMAÇÃO

      Prezados Professores e Funcionários administrativos,

      Informamos será possível adiantar a programação comunicada, desta forma estaremos pagando amanhã, dia 19.03.2013, 50% dos salários de janeiro e fevereiro dos professores com remuneração até R$ 4.500,00, o que representa 47% dos quadro docente. Também estamos antecipando a programação de pagamento de 36% dos funcionários administrativos referente ao mês de fevereiro de 2013, sendo assim, 97% dos funcionários administrativos estarão com seus os salários em dia.

      Diante do exposto, conclamamos todos a voltarem aos seus postos de trabalho, e unissem a nós no processo de reestruturação, pois somente unidos poderemos reverter mais rapidamente o cenário atual e ingressarmos rumo a uma nova trajetória que garanta a Instituição galgar um lugar de destaque na Educação e a todos alunos e funcionários satisfação e orgulho.

      GALILEO EDUCACIONAL

      Diretoria Executiva

      Excluir
    4. O futuro pode até ser negociável! Mas o passado trabalhado, suado, como está bem claro na nossa proposta, não é. Então, gestores, façam um esforço para honrar oque, por necessidade pedimos, além do que, como divulgado pelos senhores, nada acontecerá a esse montante de 1.5 Bilhão, se colocarem em dia a folha de pagamento de simples professores.

      Excluir
  45. 50% dos salários para 50% dos professores.. é piada né...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo.

      Foi pago apenas para o RECADASTRADOS? É isso?

      Excluir
    2. Não!! observe o conteúdo:

      Assunto: ENC: ANTECIPAÇÃO DE PROGRAMAÇÃO

      Prezados Professores e Funcionários administrativos,

      Informamos será possível adiantar a programação comunicada, desta forma estaremos pagando amanhã, dia 19.03.2013, 50% dos salários de janeiro e fevereiro dos professores com remuneração até R$ 4.500,00, o que representa 47% dos quadro docente. Também estamos antecipando a programação de pagamento de 36% dos funcionários administrativos referente ao mês de fevereiro de 2013, sendo assim, 97% dos funcionários administrativos estarão com seus os salários em dia.

      Diante do exposto, conclamamos todos a voltarem aos seus postos de trabalho, e unissem a nós no processo de reestruturação, pois somente unidos poderemos reverter mais rapidamente o cenário atual e ingressarmos rumo a uma nova trajetória que garanta a Instituição galgar um lugar de destaque na Educação e a todos alunos e funcionários satisfação e orgulho.

      GALILEO EDUCACIONAL

      Diretoria Executiva

      Excluir
    3. "Diante do exposto, conclamamos todos a voltarem aos seus postos de trabalho, e unissem a nós no processo de reestruturação, pois somente unidos poderemos reverter mais rapidamente o cenário atual e ingressarmos rumo a uma nova trajetória que garanta a Instituição galgar um lugar de destaque na Educação e a todos alunos e funcionários satisfação e orgulho."

      "GALILEO EDUCACIONAL"

      "Diretoria Executiva"

      Quando li a desgraceira acima, percebi que a cara de pau do GG transcende a do Sr. Paulo Maluf. São incapazes de conversar, negociar frente e frente. Parece algo medieval, onde a realeza determina e os seus súditos acatam sem pestanejar ou reclamar. A tal "Galileu Educacional" me remete aos tempos da ditadura militar. Nos dá a sensação q são seres apenas abstratos, que de tão arrogantes são incapazes de descer ñ sei de onde, para um diálogo franco. Querem é continuar GALOPANDO EM CIMA DE NÓS DOCENTES (diretamente, e indiretamente nos alunos que sairão com um diploma atestando uma formação mentirosa do tipo "faz de conta que aprendi alguma coisinha"). Resultado, todo o dinheiro investido ao longo do curso só serviu para lhes garantir um diploma Falso, que em vez de lhes dar algum orgulho, lhe dá uma enorme sensação de vergonha, já que sabem que não sabem o básico do básico. Assim, é menos constrangedor ser um discente, que um recém formado. Posteriormente, terão que reinvestir seus suados dinheiros em cursinhos, e mais cursinhos. Eu sei, antes q digam, q em toda a graduação em si, na sua maioria, os alunos saem com hiato na mente, c/ uma sensação de despreparo. Isso é comum em todos os cursos, sobretudo, no meu de Direito. Entretanto, a atual situação está ganhando dimensões Descomunais. Essa Galileo Educacional é um dos, se não o maior, exemplo emblemático da banalização extrema do processo educacional no âmbito particular, visto q, a única coisa q importa p/ eles é encher o RABO DE DINHEIRO, ostentar, comprar todo mundo, desprezar os valores humanos mais fundamentais. E ñ importa, ñ interessa se para isso eu terão q destruir famílias inteiras.P/ eles, valores como honestidade, humildade, respeito ao próximo, são Desvalores ridículos, q os fazem se sentirem envergonhados, diminuídos, rebaixados. Olham p/ mim, olham p/ vc, com pensamento de pano de fundo: "Quem é essa criatura, e o q posso ganhar em cima dela?". Se eu ou vc, ñ estivermos de terno, ou muito bem vestidos, mas c/ o uniforme da Comlurb, nem olham p/ nossa cara, e ñ passam por cima pq ñ querem ficar mal na foto(suas vaidades ñ permitem). Segundo a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa a psicopatia ñ é uma doença.É um puta desvio de caráter.Tais pessoas ñ conseguem estabelecer empatia, colocar-se no lugar do próximo,sentir compaixão.Assim, é o Grupo Galileo um bando de psicopatas, do mesmo modo q nosso Congresso nacional com seus parlamentares.Imaginem se a psicopatia fosse uma doença?Todos os Galileos e membros do nosso CN seriam inimputáveis. A psicopatia é a representação máxima da maldade.É o capeta em forma de gente. Mas a vida dá muitas voltas. E eu estarei aqui de testemunha no Tribunal(ñ dos homens,mas de Deus),apontando o dedo e afirmando q foram eles, pois eu estava lá. Alegarão q são vítimas! Não merecerem q uma banana de dinamite de 3 metros de largura e seis de diâmetros estejam enfiadas em seus rabos com o pavio aceso. Tb estarei lá (protegido, claro), a fim de garantir q o pavio c/ pólvora ñ seja apagado pelo vento.
      Peço desculpas a todos pelo meu desabafo. Tb peço desculpas aos integrantes do Grupo Galileo, mas só após a explosão das bananas de dinamite em seus respectivos.....(ñ quero ser baixo)

      Excluir
  46. Engraçado, é bem contraditório.Quem se dedica o maior número de horas as duas como RTI só vai receber mesmo em abril, segundo o calendário de merda da Galileo,??? é isso. RIDÍCULO. E mais, devemos nos unir nessa hora. Aceitar esse pagamento e voltar a sala de aula significaria aceitar essa humilhação de calendário e ser indiferente aos demais colegas que continuam sem receber nada! Eles fizeram isso pra abalar o nosso movimento, a nossa união. PROFESSORES, PERMANEÇAM UNIDOS. Não podemos ser tratados como lixos. Vamos ver até quando eles seguirão esse pagamento? se alguns entrarem em sala de aula, tentarão colocar a culpa nos outros e os alunos não sabem disso e se porão contra a gente. Cambada de safados!!!!!

    ResponderExcluir
  47. Ohhhhh eles conseguiram adiantar 1 dia o calendário de merda por eles propostos. Quem é o idiota que vai cair nisso? GALILEO, NÃO ME LEMBRO QUE O QUADRO DE DOCENTES TENHA ACEITO ESSA PROPOSTA. VOCÊS ESTÃO FICANDO MALUCOS!! ISSO É MUITA IRRESPONSABILIDADE E ARROGÂNCIA...

    ResponderExcluir
  48. eu fico me perguntando, com tantas ações ja ingressadas tanto por parte dos docentes como por parte dos alunos, porque os bens da Galileu, Univercidade, GF, ja não foram penhorados?? isso não é de agora, ja vem de muito tempo. A justiça está tão lenta assim?

    ResponderExcluir
  49. O FUTURO PODE ATÉ SER NEGOCIÁVEL! MAS O PASSADO TRABALHADO, SUADO, COMO ESTÁ BEM CLARO NA NOSSA PROPOSTA, NÃO É. ENTÃO, GESTORES, FAÇAM UM ESFORÇO PARA HONRAR OQUE, POR NECESSIDADE PEDIMOS, ALÉM DO QUE, COMO DIVULGADO PELOS SENHORES, NADA ACONTECERÁ A ESSE MONTANTE DE 1.5 BILHÃO, SE COLOCAREM EM DIA A FOLHA DE PAGAMENTO DE SIMPLES PROFESSORES.

    ResponderExcluir
  50. Estou vendo que o DEALP(Departamento de Estudos Avançados para Lesar Professor) da Galileo não está funcionando, ou estão sem receber também? Porque, nem sequer leram nossas propostas e apresentam algo tão ridículo!!??

    ResponderExcluir
  51. Ler o blog da Associação Docente da Gama Filho me encheu de orgulho, na assembléia realizada pelos alunos da Gama Filho de ontém, os ALUNOS EM GREVE, leiam:


    SEM SALÁRIOS, SEM AULAS: RESULTADO DA ASSEMBLEIA DOS ESTUDANTES DA UGF

    Informe copiado do CA de Geografia que relata as principais deliberações da Assembleia dos Estudantes ocorrida ontem, 18 de março, com a participação de mais de mil alunos.

    ATENÇÃO!

    Hoje(18/03/2013) às 18h foi realizado no campus Piedade da Universidade Gama Filho mais uma Assembléia Geral de Alunos.

    Entre as várias deliberações destacam-se:

    - CADA CENTRO ACADÊMICO INDICARÁ UM ALUNO PARA INTEGRAR O DCE INTERINO ATÉ O TÉRMINO DA GREVE.

    - FICA DECRETADA A GREVE GERAL DOS ESTUDANTES DA UGF, POR TEMPO INDETERMINADO, EM BUSCA DA INTERVENÇÃO DO MEC NA UNIVERSIDADE. SENDO ASSIM, O CALENDÁRIO ACADÊMICO ESTÁ CONGELADO, NÃO PODENDO NENHUM PROFESSOR DAR AULA OU APLICAR PROVA DURANTE ESSE PERÍODO DE FORMA QUE POSSA PREJUDICAR QUALQUER ALUNO GREVISTA. A DELIBERAÇÃO INCLUI MATÉRIAS COMO AS EAD.

    - O DCE INTERINO BUSCARÁ FORMAS ALTERNATIVAS DE PAGAMENTO DE MENSALIDADE JUNTO A ADVOGADOS.

    PRÓXIMA ASSEMBLÉIA SERÁ NA SEGUNDA, 25/03/2012 ÀS 18H NA ESCADARIA PRINCIPAL DA GAMA FILHO PIEDADE.

    ResponderExcluir
  52. GALILEO!! CUIDADO!! OS ENCAMINHAMENTOS PARA INTERVENÇÃO ESTÃO SENDO FEITOS!! AGORA É A NOSSA VEZ!

    ResponderExcluir
  53. 50% dos salários de janeiro e fevereiro... estão de brincadeira!

    ResponderExcluir
  54. Me surpreende ver alunos tão politizados e fazendo valer o exercício da cidadania e professores tão alienados continuando a furar a greve por covardia!

    ResponderExcluir
  55. Obrigado, professores, administrativos e alunos da Gama Filho por darem tanta força a esse movimento, estávamos precisando. Já começa a aparecer um sentimento de orgulho, como o nobre colega acima mesmo disse, de pertencer a um quadro de pessoas que briga por seus direitos, dignidade e respeito.

    ResponderExcluir
  56. Vamos fechar esta LAVANDERIA...

    ResponderExcluir
  57. Sinto que devemos discutir amanhã na Sinpro-RJ com mais profundidade a questão de levarmos a efeito a intervenção judicial. Um colega docente não vê com bons olhos a intervenção judicial. Eu, por outro lado, defendo a intervenção judicial, ante o total insucesso de qualquer negociação decente com os gestores da Galileo. Na verdade, eles ñ negociam, mas impõem. Mantem-se equidistantes, como se fossem a realeza e nós seus súditos. Outro ponto, que, acho muito justo não abrirmos mão de jeito nenhum, é a condição sine quo non, de somente iniciarmos uma possível negociação direta com a Galileo, após os pagamento de férias, mais os salários integrais de janeiro, fevereiro. Todavia, espero estar errado, pois temo q esses recursos financeiros q serviriam p/ o pagamento de nossos salários retroativos das férias, dos meses de 01/2013 e 02/2013, já estejam comprometidos, ou em português claro, aplicados em negociatas irreversíveis (pelo menos, a médio, ou muito mais provável a longo prazo). Sinto, que, a Galileo está tão acuada e desesperada, que todo dinheiro "disponível" q possui, seja destinado ao pagamento dos melhores e mais caros escritórios de advocacia, q conhecem todos os meandros legais p/ empurrarem essa pendenga ad eternum. Destacando, q, os professores ñ demitidos ainda possuem um mecanismo imediato q é a greve p/ fazer pressão sobre os carcamanos. Os já demitidos gozam do Poder Judiciário, e tb devem gozar de uma paciência de 1 monge budista. Mas, c/ certeza, o GG não está preocupado com os demitidos, e sim c/ os docentes ativos com o escopo de Galoparem em cima de nós, p/ sustentarem suas Lavanderias de Dinheiro. Devemos nos colocarmos no lugar deles (pelo amor de Deus, ñ quero ofender ninguém, é tão-somente uma abstração mental), para, tal qual num jogo de xadrez, imaginarmos, ou visualizarmos aquilo q o inimigo poderá fazer, ou já está fazendo. Por quê? Porque a última coisa q querem é a despersonalização da pessoa jurídica, c/ o escopo de ñ serem juridicamente obrigados ao pagamento do passivo com o patrimônio pessoal. Porque, apenas agora, talvez tenham se dado conta q a roubalheira chegou a um ponto de caos tamanho, q a política do terror já ñ funciona. Em sendo, isso verdade, converter um patrimônio ilíquido em líquido demora(tentando ser otimista ao máximo), de 10 a 12 anos. E ainda, q, transcorra esse lapso temporal pode ocorrer o famoso ganhou mas ñ levou. Sinceramente, os gestores devem estar pensando de onde tirar o R$ das férias, além dos salários de janeiro e fevereiro. E isso, todos sabem ñ seria por benevolência, mas, p/ evitar a extinção da Lavanderia de Capitais.
    Questões a serem discutidas em assembléia: se Ação Civil Pública a ser intentada pelos deputados Robson Leite e outros representando a CPI da educação da Alerj, já foi ingressada c/ pedido de Liminar p/ a intervenção do MEC? Qual o tempo médio, se deferida a Liminar para a Intervenção do MEC? Nesse caso, o MP Federal ou Estadual figuraria no pólo ativo? Essa ação já tem número? Qual é o passo a passo de uma intervenção judicial nesses moldes? Em q pese, a investigação da CPI, já li que os parlamentares não possuem poder de polícia p/ coercitivamente levarem alguém a depor.Quais os próximos passos e os prognósticos? Na última assembleia foi discutido qualquer coisa como uma grande mobilização em massa.
    Abs a todos

    ResponderExcluir
  58. A Galileo divulga que tem 20 mil alunos na UniverCidade... só se for 10.000 alunos + 10.000 alunos fanstasmas que o MEC paga as suas bolsas para a Galileo (depois dividendo o roubo)... não duvido nada neste mar de lama....

    Não duvido que a Galileo "compre" nota 3 no MEC para continuar a funcionar cursos com nota 0, 1 e 2 hehehe.. se compraram Tofoli e Levandonsvik não vão comprar uns funcionariozinhos do MECzinho..

    tem muita falacatruas que a gente ainda desconhece desta gradilha.... eles não langam o osso...

    ResponderExcluir
  59. certamente com esta migalha que foi depositada hoje, muitos babacas vão voltar a ssala de aula e dar novamente credito à galileo.

    ResponderExcluir
  60. Prezados colegas de trabalho, alunos e ex-alunos da UniverCidade
    Bom dia.

    Em primeiro lugar gostaria de demonstrar meu profundo apreço por vocês, meu respeito pelo movimento de greve e à decisão de cada um.

    No segundo momento quero dizer que tenho certeza que a greve não foi deflagrada com base apenas na falta de salário, mas também em outras bases mais que justas.

    Também quero informar que minha situação financeira não é boa, pois, lecionar na UniverCidade é 80% do meu tempo e consequentemente da minha receita. Logo, não gozo de um mar de dinheiro, e estou na mesma árida e árdua situação assim como alguns companheiros de labuta.

    Porém, comunico que a partir de hoje (20/03/2013) quero retomar as atividades de sala de aula normalmente. Mas para que isso ocorra é preciso que "meus" alunos estejam nas salas de aula, nas Unidades e horários devidos para nossos encontros. Garanto que lá estarei aguardando por vocês.

    Esse será meu voto de confiança nesta IES. Sei que a situação é delicada, mas se continuarmos fora de sala, os alunos vão parar de pagar e parar de vir. E a situação que é péssima será insustentável, e mais alguns dias não teremos mais expectativa futura a não ser o desemprego, sequer 50% de salário, nada de FGTS, verbas rescisórias nem pensar.

    Hoje a planilha de salários prometida pela IES começou a ser paga. Eles fizeram a parte deles, agora faço a minha e aguardarei as novas datas e dias melhores.

    Como cheguei nesta posição? Minha lógica é a seguinte: a greve não está funcionando e está causando mais transtornos que benefícios; Pode resultar numa debandada dos nossos alunos, que são os nossos únicos consumidores e remuneradores; se eu estiver em sala, outros alunos de outras turmas virão e exigirão PRESENCIALMENTE seus mestres; E eles virão; E aí estes comparecendo, para a IES não terá outra solução, pois, quando TODOS seus alunos pagam, vem pra sala de aula, os professores (que podem) ministram seus conteúdos etc, sua remuneração deve ser paga. E se alguns problemas persistirem, nós professores devemos reter provas e notas até que tudo se resolva com o saneamento dos problemas.

    Queridos alunos divulguem, por favor, que estarei em sala de aula em todas as minhas turmas e a partir de amanhã conto com a presença de 100% de vocês. Venham também para as outras aulas, pois, temos professores que estão vindo e não estão ministrando suas aulas por falta de alunos em sala.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iuri por que não assina seus textos como fez no seu facebook. Este texto so poderia ser de um professor do curso da Dusekinha

      Excluir
    2. Você só pode ser um desses mortos de fome. Onde está a sua dignidade? seu amor próprio? se deixar enganar por esses pilantras. Você deve ser novo na casa, até porque acreditar nesse papo furado, ou é debilidade ou medo. Você não está sendo solidário com as centenas de mestres que estão no movimento arriscando seus empregos pra que professores de merda como você possam receber uma qualidade de trabalho mais digna. Incoerência total o que foi dito por você. Isso é uma piada, não é? brincadeira. Indigno!

      Excluir
    3. Prezados,
      Ignorem o que está escrito acima, pois é um GESTOR Carcamano e Escroque!!
      NOJENTO este depoimento!!
      Até aqui querem se meter!!!

      Excluir
    4. Prezados anônimos, ontem fui informado que alguém visitou minha página pessoal no Facebook e fez um recorte do meu texto, que convocava os alunos inscritos em minhas disciplinas para que os mesmo fossem às aulas, e o colou neste blog. Não fui eu quem o trouxe, por 02 motivos: 1º - não acompanho os comentários deste excelente blog, só leio as matérias, pois, as pessoas que escrevem são "anônimos", descaracterizados e desfigurados falam o que bem entendem sem qualquer identidade; 2º - se em minha página pessoal está assinado o texto, porque que aqui não assinaria?

      Não escrevi reclamando ou mal dizendo de profs, alunos ou da IES, somente me incomodo em ver alunos com suas mensalidades pagas irem todos os dias para a UC e lá só encontrarem alguns professores, por isso resolvi avisá-los que se eles quiserem receber aulas eu as ministrarei, assim como outros professores o tem feito depois do meu comunicado.

      Não sou um morto de fome, obrigado pelo elogio. Mas, anônimo sem coragem de assinar suas ofensas, eu as recuso. O fato é que nos foi feita uma proposta e eu tenho a opção de querer aceitá-la. E na minha conta entrou, antecipadamente o prometido. Tenho opinião própria e o direito de segui-la. No meu entender vejo algumas atitudes de profissionais como fazer sexo com alunas no banheiro, usar cocaína nas salas vazias, roubar telefone celular de colegas etc, serem atitudes erradas e nem por isso posto comentários anônimos reclamando.

      Outrossim, não apenas copio a ideia do sindicato que manda professores protestarem e na verdade os estes vão curtir na praia. Eu prefiro receber os alunos que se despencam de suas casas e dar-lhes satisfações.

      Não foi um "gestor carcamano e escroque" que escreveu o texto, fui eu: Iuri Araújo. Não quis me meter no blog. Alguém trouxe o texto pra cá sem meu consentimento e retiraram a assinatura. Sim sou relativamente novo na UC. E o Sr ou Sra que é tão antigo, se é tão ruim aqui porque está esperando até agora para pedir demissão e ficar só no seu emprego público, no cursinho e na outra IES que ministra aulas? Porque você também é um professor de merda e tem o direito seu aceitar por anos a fio essa situação. Não lhe condeno.

      Vossas senhorias são adultos, pais e mães de família, profissionais que estão sendo tratados de forma aviltante. Então quando quiserem protestar de verdade o façam de cara limpa, assinem seus comentários, suas cartas, no horário que era para estarem dando aula façam manifestação em sua Unidade. Em cima do muro não é posição. Concordar com o cometário anônimo e ficar anônimo também não é posição. Deixem o medo de lado. Afinal, medo de que? De não ser mais tão popular entre os outros profissionais? De ser ofendido num blog? Anônimo não ofende nada nem ninguém. Não fiquem com medo do sindicato ou de ameaças vãns, não se amedrontem com conjecturas. Façam greve sim, mas porque concordam com ela e não pra aproveitar a praia.

      Perdoem a franqueza, mas para quem sabe ler e escrever além do mínimo, viu no meu texto que NÃO falei mal de A, B ou C. Eu apenas COMUNIQUEI aos alunos que EU estava indo às Unidades e estaria disposto à dar aulas. Em momento algum disse que a greve era errada ou que os profissionais estavam enganados. Eu respeito a opinião e posição de todos. Gostaria que a minha também fosse respeitada. É um pedido simples, que até o mais imbecil dos imbecis entenderia.

      Minha opinião chegou neste ponto, pois, nela a greve não mais está adiantando. Intervenção do MEC é uma utopia já não estão sendo encarados os efeitos dessa medida. Existem outros meios, com o auxílio indispensável do sindicato, que surtiriam efeito mais rápido e adequado às nossas necessidades.

      Mais vergonhoso do que um professor voltar ao trabalho é o fato de eu e tantos outros estarmos recebendo ameaças de colegas. É também o fato de alunos estarem sendo constrangidos e ameaçados por outros estudantes, que estão sendo liderados por pessoas com intenção de apenas se promover no próximo pleito eleitoral, como ocorreu no último.

      Professor Iuri Araújo

      Excluir
    5. Valéria Pinheiro - aluna23 de março de 2013 12:41

      Bom dia Mestres. Proponho uma reflexão!
      Como podem professores que se dizem politizados, que deveriam ensinar Cidadania, não respeitarem o direito que tem um igual de discordar de uma posição???? Como podem Seres Humanos que tem como profissão formar outros Seres Humanos, usar com oportunismo e má fé um espaço coletivo e denigrir, ofender, humilhar, chamar de merda um igual, e ainda se esconder na fumaça do anonimato???? Vamos lá mestres!!!!! Vamos lá colegas de aula!!! Tão importante como saber suas opiniões é saber seus nomes!!!! Queremos ações claras, ações limpas, de acordo com seus títulos!!!! Vamos começar dizendo não ao anonimato!!!

      Excluir
  61. ESPERAMOS TODOS OS PROFESSORES NA ASSEMBLEIA HOJE LÁ NO SINDICATO....

    VAMOS MOSTRAR O QUE É PARA ESTA QUADRILHA DA GALILEO...

    ResponderExcluir
  62. Doente ou será incapaz das 20/2013-10:11. É melhor essas empresas quebrarem do que continuar roubando inumeras pessoas. Se vc não é capaz de conseguir outra coisa é pq não leciona bem. Seu medroso!

    ResponderExcluir
  63. Iuri professor do curso de Direito, bonito seu texto de faltar a dar aulas

    ResponderExcluir
  64. UGF Candelária que ainda tinha alguns professores de Direito e Contabeis doando aula hoje fechou mas não por que os professores decidiram mas os funcionários administrativos também pararam.

    ResponderExcluir
  65. Sugiro que em vez de pagar a mensalidade para a Universidade os alunos paguem diretamente aos professores e é claro recebam a quitação.

    ResponderExcluir
  66. Prof. Iuri Araújo

    Discordo completamente da sua sugestão em doar aulas a troco de migalhas. Talvez o senhor não esteja passando pelo mesmo aperto que a maioria dos professores tem passado, por isso, é muito fácil sugerir uma proposta, ao meu ver individualista e egoista de sua parte. O movimento esta dando resultados SIM, se fizermos isso que o senhor propõe, voltamos a estaca zero, voltamos a mesma situação em que nos encontrávamos, rezando para que algum trocado pingue em nossas contas nos próximos meses. Sem falar, que além da grande dificuldade financeira que 90% dos professores se encontram, está em jogo também nossa dignidade, há muito tempo sendo denegrida pelos nossos gestores corruptos.
    Mas como o senhor bem disse, é um professor novo, e aparentemente, segundo seus comentários egoístas, parece não estar passando por dificuldades que a grande maioria está.
    Não vou, e nem aconselho aos meus colegas que fazem parte desse momovimento, aderir a esta proposta indecente, individualista e egoísta.
    Sem mais.

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro