quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Duas decisões judiciais condenam a Universidade Gama Filho, a UniverCidade e o grupo Galileo ao pagamento de verbas rescisórias de forma solidária.10/10/2012.I da Educação Superior privada ouve presidente da UEE-RJ e presidente do Diretório Acadêmico da Ucam/ Tijuca - 11/10/2012

Professores(as) da UCAM Centro: assembleia 18/10, às 12h, no Sinpro-Rio

16/10/2012

Atenção, professores(as) em estado de greve da Universidade Candido Mendes, unidade Centro!
 
Participem da assembleia no próximo dia 18 de outubro, quinta-feira, às 12 horas, na Rua da Assembléia, nº10 - Sala dos professores, Centro do Rio.

Em pauta: medidas de cobrança em virtude de salários e 13º salários não pagos e FGTS não depositados, e, dentre outras medidas de protesto e cobrança, analisar e deliberar sobre a conveniência de deflagrar movimento de greve. 

 


Na 11ª reunião ordinária da CPI da Educação Superior privada, na Alerj, presidida pelo deputado estadual Paulo Ramos (PDT) e com relatoria do deputado Robson Leite (PT), foram depoentes Leonardo Torres, presidente do Diretório Acadêmico da Universidade Candido Mendes (Ucam)/ Tijuca e também o presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro (UEE-RJ), Igor Mayworm. 

Convocado para esta sessão, Fernando Arduíni, da instituição “A Vez do Mestre”, justificou sua ausência devido a uma viagem pré-agendada, mas colocou-se ao dispor para depoimento a partir do dia 22 de outubro, quando retornará ao Brasil. A CPI deve convocá-lo para o dia 25 de outubro.

O presidente da CPI iniciou os trabalhos falando da necessidade de quebra de sigilo fiscal de algumas Instituições de Ensino Superior (IES), proposta que o relator Robson Leite tem defendido abertamente. “Há transgressões que vem sendo toleradas até mesmo por quem deveria fiscalizar”, comentou o presidente.

Primeiro depoente do dia, o presidente da UEE-RJ, Igor Mayworm, falou sobre diversas irregularidades que vêm ocorrendo nas IES, que ele avalia como sendo frutos da entrada do capital estrangeiro na Educação privada no país. “O grupo Galileo, ao demitir cerca de 1.300 professores e aumentar as mensalidades, deixou claro que visa o lucro. O então reitor Marcio André Mendes Costa disse aos estudantes que seria para melhorias estruturais, mas não foi o que se viu”, contou ele, elogiando a atuação do Sinpro-Rio e da categoria na greve que durou 47 dias. Igor também denunciou o Termo Aditivo ao Contrato dos estudantes de faculdades do grupo Galileo, que continha cláusulas abusivas, e o fechamento do curso de Filosofia da Universidade Gama Filho (UGF). “Aos estudantes só restou migrarem para outro curso ou sair da faculdade”, apontou. Segundo ele, também na UGF, funcionários ficaram sem pagamento por dois meses e um ato executivo proibiu a realização de segunda chamada de provas. O presidente da UEE-RJ levou ainda para a CPI o caso da Facha, onde 10% dos professores foram demitidos quando o grupo Comatrix assumiu a faculdade. 

Falando especificamente do caso da Ucam, o presidente do Diretório Acadêmico, unidade Tijuca, Leonardo Torres, tornou pública a questão das bolsas na universidade. “Era o Diretório que distribuía bolsas, considerando a hipossuficiência financeira dos alunos. Eram 70 bolsas de 100%. Hoje em dia, bolsa na Ucam só se for por convênios com empresas ou através da Simonsen”, afirmou. De acordo com o estudante, alunos foram surpreendidos com a redução das bolsas, logo após o Carnaval de 2012. “Quem tinha 50% de bolsa, ficou com apenas 30%. Quem tinha apenas 30%, não ficou com nada”, comentou.

O relator Robson Leite e o presidente Paulo Ramos solicitaram listagem das IES que desrespeitam a organização estudantil e também das irregularidades apontadas pelos representantes do movimento estudantil na CPI, com provas. Eles também estão solicitando a todas as IES a listagem de magistrados que atuam como docentes em suas faculdades.

Na visão do presidente do Sinpro-Rio, professor Wanderley Quêdo, presente à oitiva, qualquer magistrado pode dar cursos, palestras e seminários, mas não deve exercer a docência sem ter licença. “E ter magistrados ligados às IES também se torna uma situação delicada. Temos, só no Sindicato, cerca de 10 mil ações, das quais 6 mil são sobre a Educação Básica e 4 mil da Educação Superior. Temos processos que demoram muitos anos para chegarem ao fim”, argumentou o sindicalista. O vice-presidente do Sinpro-Rio, professor Antonio Rodrigues, falou da importância do depoimento do movimento estudantil, especialmente no tocante ao que considerou uma relação promíscua entre a Simonsen e a Candido Mendes. “Cabe a nós, agora, deixar clara toda essa questão para a sociedade, porque atinge o compromisso que temos de oferecer Educação de qualidade para todos”, concluiu.

Na visão do deputado Paulo Ramos os dados apresentados foram importantes sobre questões como a intervenção das IES na formação dos diretórios acadêmicos. Já para Robson Leite, a colaboração dos alunos representantes dos diretórios acadêmicos foi fundamental: “mostrou que estamos no caminho certo, identificando uma série de irregularidades, em especial, a Universidade Candido Mendes e Grupo Galileo. O trabalho está progredindo bem, estamos evidentemente perto de um relatório contundente, e esperamos agora a quebra do sigilo fiscal das universidades, podendo inclusive chegar a prisão dos reitores que estão sonegando imposto de renda, por exemplo”, ponderou.

Décima segunda oitiva da CPI: 18/10, 10h30, sala 311, do Palácio Tiradentes

A próxima reunião será dia 18 de outubro, quinta-feira, às 10h30 na sala 311 da Alerj. O depoente será Candido Antonio Francisco Mendes de Almeida, representando a CM1, CM2 e CM3.


Confira as fotos da décima reunião ordinária da CPI clicando aqui

Acompanhe o andamento dos trabalhos da CPI pelo site do Sinpro-Rio: www.sinpro-rio.org.br e/ou denuncie irregularidades pelo email cpiedusuperior@sinpro-rio.org.br


Presidente da UEERJ - Igor Mayworm

Presidente do SINPRO- Wanderley Quêdo e Diretor Antonio

Presidente do Diretório Acadêmico da UCAM - Leonardo Torres




23 comentários:

  1. Afinal, quantos professores a Galileia demitiu? Cerca de 1300, de 800, de 400? Será que ainda não foi possivel precisar este número? Tem que fazer uma auditoria na Galileia para verificar isto e muito mais. Contratem os professores demitidos para tal empreitada. Não vai ficar um aroto mal cheiroso se ser descoberto.

    Dizem que o Cantiere levou na retaguarda. Não acredito. A não ser que o estão liberando para ir passar o resto da vida no Egito e não serconvocado à CPI.

    ResponderExcluir
  2. Concordo Tem que quebrar o sigilo fiscal de cada dirigente, de preferência dos seus parentes. Acho que vamos precisar da PF e da Iterpol, pelo menos. Aí sim, vamos saber o paradeiro dos nossos direitos. a acumulação deriquezas deles à custa dos nosso direitos e empobrecimento.

    ResponderExcluir
  3. Prisão dos Reitores por sonegação de IRPF! Boa Deputado Robson Leite. A declaração de rendimentos que eles fornecem aos funcionários é uma bagunça. Será que eles repassam à RF o imposto que retido. Não quero ser preso porsonegação fiscal! Mantenho rigoroamente em dia minhas obrigações, quando necessário em detrimento da minha alimentação, moradia e etc. Não sou como estes bandidos que usam nossos direitospara ficar viajando de jatinho, fazendo festinhas e etc.

    Está é a diferença entre homens honestos e pilantras!

    Os alunos da UCAM-centro que não pagam as mensalidades devem ter aprendido com o próprio Reitor o Digníssimo, honestíssimo, moralíssimo, transparentíssimo, cavalheiríssimo Cândido.

    Vou sugerir manda-lhe pra zorra, quer dizer pro "Zorra". Afinal o Sr é um cidadão-piada, ou melhor o senhor não é cidadão. Cidadão exige seus direitos e cumpre com suas obrigações, mas o "digníssimo" só se importa pra valer com a primeira parte e como não existe a figura do meio cidadão....

    ResponderExcluir
  4. Chantierre.... vai experimentar o prorio veneno? procurar os direitos na justiça hahaha.... que nada... vai levar uma bolada para ficar de boca calada.... hahaha... e só chamar ele agora que foi demitido... que se não recebeu nada... vai colocar a boca no brombone... hahaha

    ResponderExcluir
  5. Cantieri se não ficar de boca calada e procurar os direitos de demitido na justiça... também vai viajar... mas não para o Mar Mediterâneo... e sim para o Mar Morto... hahaha...Nem a empresa de segurança que ele tem da UniverCidade vai segurar essa... hahaha....

    alguém sabe para onde foi viajar este mês o cara que aprova os pagamentos?

    e o mês que vem ele já tem viagem marcada para aonde? hahaha;;;

    agora que vão dar o "cala a boca" do Cantieri e do Coronel de Araque Baguinha e que não vai sobrar dinheiro para pagar os professores hahaha...

    Cantieri disse que o patrimonio da Galileo Educacional pagava todas as dividas com 1/3 do patrimonio.... o outro 1/3 era para pagar a divida com ele... e o 1/3 restante era para pagar as dividas com o Braga... hahaha...o outro 1/3 era do Dr. Màrcio Mendes da Costa Quente, o outro 1/3 era para o Ronald o outro 1/3 era para comprar pipoca hahaha... Peraí quantos 1/3 tem de patrimonio esta Galielo? tem ter uma dizima de 1/3 hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo Visto todos os chefões da UniverCidade-Galilleo-UGF tem uma empresa que presta serviços à instituição. Por isso as reformas das reformas e as reformas que não acabam. Por isso abrem unidades em um semestre reformam tudo e no semestre seguinte fecham a unidade.

      Será que a justiça não enxerga. Mistério Público, PF,..., acordem é assim que eles desviam e lavam o dinheiro que deixam de pagar aos trabalhadores.

      O Sr. Candido mendes tem um pró-labore de R$ 120.000,00 e o do Ronald?

      No caso do eminente cavalheiro Candido Mendes, se ele passasse o pró-labore, por exemplo, para R$ 50.000,00, que já é uma renda altíssima, reduziria por mês R$ 70.000. Se cortasse um pouco dos super salários que deve ter a instituição ,sem esforço, a UCAM economizaria uns R$250.000/mês. Em vinte anos, sem considerar aplicação de juros ele teria poupado R$ 60 milhões. R$ 10 milhões além da sua dívida trabalhista.

      Foi assim, através desta verdadeira "farra dos compadres", que os direitos dos trabalhadores foram sendo "usurpados". Gradualmente e conscientemente, ao longo dos anos.

      Depois eles correm para pedir ajuda ao Estado. Cretinos, "capitalistas de merda" (como diria o Marcos, hehehe),defensores do mercado, da concorrência de araque.

      Quando a concorrência praticamente não existia eles deitaram e rolaram.

      Quando a concorrência se acirrou eles continuaram deitando e rolando, só que desta vez às custas dos direitos dos trabalhadores.

      Não fizeram ajustes nos seus ganhos por que são pilantras irresponsáveis. Consideraram mais "fácil" dar calote nos trabalhadores e recorrer ao Estado através de suas ações lobbistas.

      Quebrar o sigilo fiscal das instituições e de seus chefões será de grande serviço à sociedade.

      Quem não deve não teme!

      Professor Universal

      Excluir
    2. O da assinatura do cheque? Foi passear no "bosque", como sempre. Acho melhor nós passearmos também, quero dizer, vamos fazer uma "greve de fome", quero dizer "de aula", quero dizer "greve geral", para durar até o carnaval.

      Ou continuemos como professorius analfabetius, sem cidadanias de calcias arriadias.

      Professorius Calcias Arriadias

      Excluir
  6. Parabéns para os professores nesta data de hoje, mas os presentes só depois... estamos sem salários como sempre....

    ResponderExcluir
  7. "Nenhum caminho é íngreme quando se tem esperança.
    Nenhum ideal é inatingível quando se tem coragem.
    Nenhuma luta é insana quando se sabe onde chegar."

    Aos Diretores, Coordenadores, Secretários, funcionários, trabalhadores da Educação, minhas homenagens pelo nosso dia. A tarefa de cada um de nós é fazer o trabalho de formiguinha, com força, vontade, energia e com alegria, para que o trabalho do professor em sala de aula aconteça com harmonia

    ResponderExcluir
  8. Que desamino? ninguém comemorou o dia dos Professores?

    ResponderExcluir
  9. Alguma previsão de greve para esse ano? (Univercidade, Gama filho)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se depender de mim a greve começa ontem. Me cansei de tanto desrespeito!

      Excluir
  10. Gostaria de falar que até o momento ainda funcionários e professores estão sem metade do 13º sálário de 2011 e a declaracção de IR veio como se ja estivesse pago normalmente até o contra cheque estea como pago, fora que os salários sempre atrasam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto é crime de que mesmo? Dá pra botar na cadeia quantos Reitores, Diretores,...?

      Gostaria de saber se posso pedir a penhora daquele terrenão que a ASSESPA - leia-se, o Ronald - tem no Recreio dos Bandeirantes ou já está penhorado?

      É um patrimônio que esta jogado às moscas, não gera renda para a instituição, só despesa que obviamente sai dos nossos direitos e não do pró-labore do Ronald e dos altos salários dos seus puxa-saco.

      A justiça já deveria ter penhorado,executado a penhora, leiloado aquela bodega para pagar nossos direitos. Deve valer alguns Milhões.

      Excluir
    2. Creio que temos que exigir mais transparência destes cretinos. Que tal aproveitar a bem-vinda moda no setor público e começarmos a pedir a divulgação do pró-labore e dos salários.

      Ou vamos ter que esperar a quebra do sigilo fiscal.

      Pessoalmente sou apaixonado pela democracia, mas democracia só é democracia se os direitos forem respeitados e os deveres cumpridos.

      A minha parte tenho feito, só falta o Estado dar uma colaboração mais contundente. Do jeito que as coisas estão vai ser difícil me convencer que sou um cidadão. Sou meio cidadão porque meus deveres cumpri mas meus direitos só daqui há "centos" anos.


      Greve Geral em todas as IES caloteiras, exterminadoras de cidadania.

      Excluir
  11. Cade a outra parcela do 13º de 2007, que foi ganha na justiça? E o 1/3 de janeiro/2012 que seria negociado, caso os professores encerrassem a greve?

    ResponderExcluir
  12. A CPI não vai investigar as empresas ligadas a UniverCidade? e quem são os donos destas? poderiam começar pela empresa de segurança e de limpeza...aí vao descobrir para onde vai o dinheiro da Pilantrópia da UniverCidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na UCM tem a M1, M2, M3....Que devem pertencer aos irmãos, filhos, agregados e compadres. Todos evidentemente com altíssimos salários.

      Na UniverCidades tem as empresas prestadoras de serviços à univerCidade, todas de propriedade do Braga, do Cantiere, do próprio Ronald, só que neste caso em nome de laranjeiras.

      Chegaram agora o Galileus com a mesma prática pois já tem empresa prestadora de serviços de propriedade do próprio Presidente, integríssimo Presidente Cesar Ciqueira. Alguém sabe qual é a empresa do Mazonetto.

      E a justiça devez em quando nos dá uma migalha para que aceitemos com maior resignação suas pilantragens.

      O Brasil deve ser um dos poucos países, democrático, domundo que justiça decide também com base no achômetro.

      Exemplo: A justiça acha que em 10 anos a UCAM vai sanear suas finanças e o Grupo Galilleo em 20.

      Aposto uma boiada que neste prazo a dívida deles pelo menos dobra espalhando mais terror pela sociedade.

      Excluir
  13. SOU A FAVOR DA GREVE ANTES DO FNAL DO ANO!!!!!!!!
    LEIO O BLOG DIARIAMENTE E TUDO ISSO É ABSURDO!!! SOU ALUNO, DA UNIDADE DO MÉIER, E FIQUEI SABENDO Q OS PROFESSORES ESTÃO APLICANDO AS PROVAS EM FOLHAS A4 E ALMAÇO TRAZIDAS DE CASA (VERDADE????)
    DEVERIAM ENTRAR EM GREVE E SÓ SAIR QUQANDO TUDO FOR RESOLVIDO!!!!
    OS ALUNOS TEM QUE APOIAR, AFINAL É O NOSSO DINHEIRO QUE ESTÁ SENDO INVESTIDO!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui a pouco vão fornecer papel higiênico, folha simples, para tal finalidade. Todos que chegam nesta instituição chegam para saquear mais um pouquinho. Mas o que fazer se o IBF (Instituto Brasileiro de Finanças) premiou a Galileo, a justiça esta dando no mínimo mais nove anos para que eles continuem a saquear o direito dos trabalhadores. Sabe como é, os amiguinhos chegam - nos sempre confiamos nos "amigos" - dão uma chorada, oferecem um "mimo", e os atos vinculados se transformam em atos discricionários. Todos sabemos que as Leis são elaboradas, intencionalmente, com amplas brechas para interpretação. Por outro lado a justiça tem uma quedinha por interpretações a favor dos mais "fortes ($$$)", mais amigos ($$$$).

      Excluir
  14. E essa história do bispo ter comprado a Univercidade é verdade ou mentira? Alguém sabe mais informação, quanto custou?

    ResponderExcluir
  15. post 17/10 17:00h

    Caro aluno do Meier (UniverCidade) é isto mesmo... os professores que trouxeram de casa as folhas para aplicação das provas A1... quem não trouxe, os alunos fizeram as provas em folha de caderno mesmo....hahaha.... notou também que as aulas estão mais coloridas? giz verde? azul? rosa? amarelo? sumiu o giz branco? é isso mesmo... nem mais giz tem em sala de aula.... esta é a resposta da Galileo para os aumentos das mensalidades, fazer investimentos.... mas investimentos nas casas deles, investimentos nas contas correntes deles... hahaha...

    notou também que alguns professores não fazem chamadas? acabou o papel e o toner das impressoras pré históricas...

    notou que os computadores dos laboratórios estão sucateados?

    este é o Grupo Galileo investindo na sua Educação...

    ResponderExcluir
  16. A justiça condenou a pagar? Mas os caloteiros pagaram? Não pagaram. Eu não recebi. Esta democracia é uma piada. Piada trágica. E o processo de anulação das demissões, como estão? Certamente engavetados! É assim a justiça do faz de conta?

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro