segunda-feira, 10 de maio de 2010

DECISÕES IMPORTANTES. QUEREM CONTINUAR A RECEBER PARCELADAMENTE? E OS 100% DO SALÁRIO DE ABRIL? FGTS E INSS? AGUARDEM-ME NAS UNIDADES JUNTO COM O SINPRO-RIO. VAMOS CONVERSAR E PREPARAR O AMBIENTE PARA A ASSEMBLÉIA? VEJAM ABAIXO AS AÇÕES AJUIZADAS PELO SINPRO-RIO E PELO "MP".




                                                 Amigos,

Hoje eu fui a uma reunião com os diretores do SINPRO-RIO,e foi decidido que em todas as unidades do Centro Universitário da Cidade, irão membros do Sindicato e inclusive professores da Instituição que faziam parte da ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UNIVERCIDADE - ASDUC que foram demitidos,para conversar com os professores ativos. Na próxima sexta-feira será decidido as unidades, dia e hora. É constitucional e a coodenação não poderá negar a entrada dos professores.

Avisarei qual a Unidade, a hora e o dia. A intenção é comparecer em todas as unidades a partir do dia 17 de maio.

Após esta semana será marcada uma ASSEMBLÉIA,mas tendo a certeza de que os professores comparecerão.

Ações ajuizadas pelo SINPRO


1.  2ª.Vara do trabalho 
Processo - 141-2009-002-01-00-6, Objeto - Não pagamento do 13º,salário de 2007
2.  40ª.Vara do trabalho 
Processo - 1609-2006-040-01-00-3, Objeto - Recolhimento irregular de FGTS.
3.   39ª.Vara do trabalho
Processo 1890-2003-039-01-00-1, objeto - Diferenças salariais em razão da  inaplicação do índice de reajuste estabelecido no instrumento coletivo firmado em abril de 2003.

Ações propostas pelo MP


Além das ações coletivas, o Ministério Público do Trabalho/RJ propôs ação civil pública em face da Instituição postulando o pagamento dos salários no prazo legal e a regularização do FGTS vencido.


Hoje,dia 10 de maio, houve AUDIÊNCIA PÚBLICA na ALERJ, onde esteve presente um membro da Polícia Federal , do Ministério Público do Trabalho, Direitores do SINPRO-RIO Profª Magna Correa, Viviane,  Aparecida Tiradentes, Paulo Cesar Ribeiro e Antônio,  e dois professores da UniverCidade sendo um terceiro membro da Asosociação Docente que foi demitido.

O objetivo dessas audiências e informar às autoridades públicas sobre o ocorrido e instruir o processo para que ocorra a CPI, tão esperada.




Comentários de Anônimos:

Anônimo disse...

Todos os professores estão devendo horrores de juros decorrentes dos atrasos constantes dos salários. Em abril a situação piorou muito. Vários professores tiveram problemas serísssimos de saúde por causa do estresse. Quem vai pagar isso?
Se não fizermos nada continuaremos escravizados pela UniverCidade.
7 de maio de 2010 14:23


Anônimo disse...

NAO TEREMOS TAO CEDO UMA OPORTUNIDADE COMO ESTA - DE LUTAR POR UM INTERESSE COLETIVO.
ASSEMBLEIA E GREVE!
10 de maio de 2010 14:15


Anônimo disse...

Perdemos a oportunidade no final do ano passado e também no início desse ano. Essa é a terceira chance. Na vida, costuma ser a última.
10 de maio de 2010 14:20



INFORMAREI AS UNIDADES, DIA E HORA, QUE ESTAREMOS COM VOCÊS A PARTIR DO DIA 17 DE MAIO.
Chegou a hora em que os PROFESSORES terão a chance de se expressar com o SINPRO-RIO "cara a cara", e dizer o que sentem.

Quero ver quem estará na Instituição, na Unidade, hora e dia que será determinada na sexta-feira. Claro que serão aqueles que estão naquele momento para ministrar aula. Mas... mesmo assim, gostaria de conhecê-los ou revê-los. Quero ver também quem vai comparecer na ASSEMBLÉIA.

"O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons". Martin Luther King




"UNIÃO","CUMPLICIDADE",
   "SOLIDARIEDADE"




Colegas,


Pagaram 70% restantes do salário referente a março, mas não se sabe ao certo como será posteriormente. Desta forma seria de bom termo que "fiquem de olho". A "A1" está chegando e isso apavorou aos gestores. A tendência era uma "greve",mas ... não podemos nos acomodar.



Contudo ... GREVE para pagamento do salário de abril. Vamos observar se pagam HOJE os 100% de abril (de 3 a 7 de maio).



Faltam 100% referente ao mes de abril! Os gestores acham que ficaremos satisfeitos com isso! Só poderemos ficar tranquilos quando acertarem o mes para pagamento até o quinto dia útil do mes subsequente, quando depositarem nosso FGTS e recolherem nosso INSS para fins de aposentadoria.


NÃO ESQUEÇAMOS QUE TEMOS DE PREPARAR O TERRENO PARA OS PRÓXIMOS ATRASOS. A "A1" ESTÁ CHEGANDO. PORÉM, O QUE SERÁ DEPOIS? DE QUALQUER FORMA ESSE "MOVIMENTO" VELADO, SERVIU PARA ALERTAR AOS GESTORES DE QUE NINGUÉM É ESCRAVO E QUE SÓ TRABALHARÃO COM UMA CONTRAPRESTAÇÃO.
ASSIM, COMO PODEREMOS RESOLVER A QUESTÃO DE UMA GREVE?

VOTEM NA ENQUETE. REPAREM QUE ATÉ O DIA 10 DE MAIO,SOMENTE 23 PROFESSORES VOTARAM.

SERÁ QUE VOCÊS NÃO VÃO NOVAMENTE NA ASSEMBLÉIA? 


MENSAGEM ANTERIOR

Saudações,

Professor Brasileiro

25 comentários:

  1. Professor Brasileiro, você é meu ídolo.

    ResponderExcluir
  2. Quando eu crescer vou estudar muito, mas muito mesmo e ser professor da UniverÇidade...."O que me preocupa não é o grito dos mudos. É o silêncio dos inocentes".

    ResponderExcluir
  3. "O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons". Martin Luther King

    O que me preocupa não é o grito dos mudos. É o silêncio dos inocentes". prof. deseperados 100 $

    ResponderExcluir
  4. Professor Brasileiro,

    Gostaria de saber quais as unidades que o grupo do Sindicato vai visitar.

    Obs. Despreze determinados comentários nocivoS,pois ele não é professor.

    Por que o senhor não começa a moderar os comentários. Os anônimos podem escrever,mas comentários ofensivos e desprezíveis o senhor pode escolher ,pois isso acaba poluindo o ambiente.

    ESTOU COM O SENHOR E SEI DO SEU TRABALHO.

    ResponderExcluir
  5. NÃO A APLICAÇÃO DAS PROVAS!

    SEM SALÁRIO DE ABRIL NÃO VAMOS APLICAR. É A NOSSA HORA DE DAR UMA RESPOSTA!

    ResponderExcluir
  6. Concordo.

    Espero também o Sindicato nas unidades.

    ResponderExcluir
  7. Não adianta vir para o blog com ideias extremistas – NÃO APLICAR PROVAS! PARALISAÇÃO SEM SINPRO... nada disso tem apoio legal – o Sinpro AINDA não é a melhor representação que temos, mas (infelizmente) é a única – e é ao Sinpro que devemos recorrer para dar um cunho oficial e legal aos movimentos.

    Sei que todos estão cansados. Soube que muitos professores estão (realmente) doentes e que os atestados entraram em ‘blocos’ no departamento pessoal... é o preço de uma instabilidade tão grande... e responsabilidade de quem? ‘reitoria’ e omissos.

    ResponderExcluir
  8. Não façam nada sem o SINPRO. Esperaram tanto por uma atitude, não se precipitem agora. Sei que a situação de vocês é muito difícil, mas é preciso agir legalmente, com legitimidade jurídica. Compareçam às assembléias e EXIJAM do SINPRO aquilo que desejam. Se os principais interessados não se envolvem, porque o SINPRO haveria de se envolver?

    Somente pelo engajamento da maioria o sindicato será “constrangido” a tomar as atitudes que nos devem há tempos.

    ResponderExcluir
  9. Correto , amigo.

    Acho sensato.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  10. Amigos professores e professoras.

    O momento é dos mais favoráveis - a reorganização dos professores voltou e nesse momento acredito que todos e todas sentem, no seu íntimo, que é a HORA DE ORGANIZAÇÃO E LUTA, pois não é possível somente discutir, paralisar e fazer greve pelo salário de abril de 2010 - temos pendências mais sérias: décimo terceiro de 2007, não recolhimento do FGTS e INSS, diferenças salariais de 2003... e isso é um todo, não haverá triunfo, vitória se apenas usarmos de nossas forças para receber o salário de abril - - - é preciso mais, muito mais... não é possível só fazer contas (o Centro Universitário da Cidade me deve ao total 'tantos' mil reais...) é preciso movimentar!

    Não quer colocar o rosto na mídia? Não quer aparecer por motivos pessoais? Então faça o caminho do discurso velado, aquele que diz muito, aquele discurso que elucida - - sei que cada um saberá fazer o seu melhor, não só pelo salário de abril, mas por todos os salários e valores devidos, afinal os professores e funcionários da UniverCidade nunca 'deixaram a peteca cair'.

    ResponderExcluir
  11. Isso professor! A luta não é uma briga de rua, onde a galera sai na porrada e ganha quem fica em pé, é muito mais do que isso, é estratégia e movimento - MOVIMENTO - MOVIMENTO - MOVIMENTO.

    Fora do blog pessoas que tentam diminuir o ânimo dos professores!

    Coordenadores, é hora de decidir o caminho, mesmo que não apareça para os reitores.

    LUTA!

    ResponderExcluir
  12. Isso. Movimento!

    O QUE CUSTA TENTAR REUNIRMOS NOVAMENTE? SE FAZEM AO CONTRÁRIO ESTÃO DO LADO DOS GESTORES E SENDO CÚMPLICES DAS ATITUDES ILEGAIS E ARBITRÁRIAS DELES!!! NÃO ENTENDO.

    Uns e outros entram no BLOG para tentar prejudicar, mas , não adianta. Só pode ser ato do mal e daqueles que querem que nos calemos. Esse mal nos acompanha desde o começo do movimento.

    Estou bem, feliz, por que podemos nos reunir mais uma vez.

    Continuo com todos e também na minha luta diária da profissão tanto em magistério quanto na jurídica.

    E nem por isso não arranjo tempo para escrever , ir a reuniões. Eu sempre digo. Quanto maior o movimento da nossa vida,mais tempo se planeja para utilizá-lo.

    Façamos de madrugada, no sábado, domingo, não importa. VAMOS NOS REUNIR, CONTRARIANDO TUDO O QUE ALGUÉM QUER ACABAR! !!

    Olha se não farei! A vida é feita de produção em todos os sentidos. Sem isso não temos objetivo de viver.

    Produzam, e aqueles que criticam nossos atos é um reflexo da inutilidade e incompetência.

    Tudo que é mencionado no Blog é um aprendizado, e aqueles que falam mal também estão trazendo para nós provas para contra-atacá-los.

    Todos esses malefícios transformam-se em escudos para nós e refletem diretamente nos olhos desses seres, cegando-os e culminando em derrota.

    Obrigado por todos que nos apoiam.

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  13. professor brasileiro,
    quero uma orientação.

    não quero aplicar prova amanhã se não receber. como devo fazer?

    ResponderExcluir
  14. Os professores da UniverCidade não primam pela ação e pela solidariedade. Logo, não faça nada isoladamente, pois você ficará isolado. Quem não aplicar prova sem o amparo de uma decisão em assembléia estará descumprindo uma obrigação trabalhista.

    Somente pela via do movimento sindical é possível empreender ações drásticas e decisivas. Não se precipite ou perderá seus direitos.

    Quando o SINPRO visitar sua unidade, cobre uma ação eficaz. Se eles querem se reeleger, terão que suar a camisa. Este blog publicou um acordo de outro Sindicato. Por que o SINPRO não produziu nada igual? Por que o SINPRO hesita quando ouve a palavra “greve”?

    Não é possível manter gente inerte, que só sabe discursar e discursar, na liderança da categoria.

    ResponderExcluir
  15. Quando o SINPRO visitar sua unidade, cobre uma ação eficaz. Se eles querem se reeleger, terão que suar a camisa.

    ResponderExcluir
  16. Colega,

    Infelizmente não temos legislações que nos protege da não aplicação de prova individualmente. Os alunos poderão ficar revoltados contra o professor, a coordenação também, enfim, poderão te descontar.Na nossa legislação você estará descumprindo o Contrato, e por qualquer das partes cabe rescisão e terão direito até de te demitir.Se for reincidente cabe também uma justa causa. Tem um procedimento legal na CLT...

    Da mesma forma é se a faculdade não te paga, o professor pode pedir RESCISÃO INDIRETA.É a justa causa da Instituição.

    A PARALISAÇÃO , NÃO REALIZAÇÃO DE PROVAS... Isso tinha que ser feito com respaldo do Sindicato. Como não se tem certeza de que os PROFESSORES aderirão a ASSEMBLÉIA ela ainda não foi convocada. O SINPRO irá nas unidades.O SINPRO MARCA E NINGUÉM VAI!

    Como já foi dito. Somente com deliberação assemblear.

    Sinto muito.ESSE É O PROCEDIMENTO.

    Mais temos que optar pela ASSEMBLÉIA.O senhor irá na ASSEMBLÉIA quando convocada?

    É interessante ler o que o anônimo acima (8:58 e 9:13) menciona. É isso!

    Por isso minha luta em reunir todos.

    Não podemos fazer justiça com as próprias mãos, bem ou mal, é o SINPRO que nos representa e somente ele pode conseguir isso tudo. Não pensem que o SINPRO não está sabendo de tudo. Ele sabe por isso vai em cada unidade.

    Não sou do Sindicato,mas tenho que me aliar a alguém e só pode ser o nosso Sindicato. Todos falam que o Sindicato não faz nada,mas ninguém participa de nada!!! VOCÊS FORAM A ASSEMBLÉIA DO DIA 6 DE MARÇO? ELE ESTAVA PRONTO PARA PARALISAR E AGUARDAVA VOCÊS!!!

    Eu também estava igual a vocês e tive que mudar! Estou indo a todas as reuniões, mesmo atribulado de trabalho, por que eu também sou filho de Deus , mas felizmente estou conseguindo planejar meus horários.

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    11 de maio de 2010 19:18

    ResponderExcluir
  17. Obrigado pela colaboração amigo dos posts 18:56 e 19:01

    ResponderExcluir
  18. Disponha, Professor caríssimo.

    ResponderExcluir
  19. 53 professores responderam "Sim, comparecerei à Assembléia do dia 6 de março". Quantos foram? Hã? Melhor nem lembrar.

    Mas suponha que de fato comparecessem. O que se poderia deliberar com 53 pessoas que se dizem professores? Uma greve?

    É por essas e outras que somos tratados como ratos. Diante desse quadro de horror, francamente, o que se pode pensar de quem foge à luta sindical?

    Até por orgulho pessoal devíamos comparecer em massa à próxima assembléia: para provar que não somos o que pensam que somos.

    ResponderExcluir
  20. É verdade.

    Vamos ver agora!

    O SINPRO comparecerá nas unidades e quero ver a força de vontade de todos.

    Agora falta 1 dia para o término da enquete e até amanhã fazem 13 dias.Até agora somente 31 professores votaram c ontra 1 negativo.

    Quem sabe teremos uma surpresa e os professores vão em peso.

    Continuo acreditando que vamos conseguir.

    Somente com os professores presentes que o Sindicato poderá concretizar o que desejam.

    PROFESSORES,

    Façam uma campanha. Pela UNIÃO e por uma ASSEMBLÉIA.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  21. Hoje pagaram 25% de abril. Nossa!

    ResponderExcluir
  22. LI NO BLOG DO PROFESSOR BRASILEIRO:

    “Representante da Superintendência Regional do Trabalho, Eliezer Ferreira dos Santos afirmou que os responsáveis por essas instituições sofrerão as punições cabíveis caso fique comprovado que elas não estão cumprindo a legislação trabalhista. ‘A partir do momento que a instituição não deposita o direito do trabalhador, ela está cometendo uma irregularidade. O Ministério do Trabalho e Emprego, através de sua fiscalização, sempre que toma conhecimento de situações como essa tem que agir. A empresa deverá ser autuada e as providências serão tomadas’, comentou Santos.”

    POR QUE AINDA NÃO AGIU?! QUANTOS MILHARES DE VEZES É PRECISO DENUNCIAR?! COMO EXPLICAR ESSA DILATADA OMISSÃO DO PODER PÚBLICO?!

    SERÁ QUE ESTAMOS TESTEMUNHANDO UMA REPRESENTAÇÃO TEATRAL?!

    QUEM FOR LÚCIDO QUE BUSQUE OUTRO EMPREGO, QUE PEÇA RESCISÃO INDIRETA E PROCESSE A UNIVERCIDADE.

    ResponderExcluir
  23. Realmente a RESCISÃO INDIRETA é uma das soluções,mas ... individual.Muitos já fizeram e outros estão providenciando.

    Porém, quantos professores têm na UniverCidade! É muita gente, e se não encontrarmos uma solução para isso continuarão a fazer as falcatruas de sempre.

    Na UniverCidade, o movimento começou em novembro de 2009, e pra falar a verdade tem pouco tempo. Durante 6 anos ficamos recebendo migalhas e felizmente começamos a acordar.

    Mas, pensem bem! Tem pouco tempo.

    Só começou após as DUAS ASSEMBLÉIA de 170 pessoas em outubro e novembro de 2009.

    Tenho esperança , pois estou participando dessas reuniões e vejo o empenho.

    O que acontece que o Ministério Público tem muitos casos e TODOS SÃO PRIORIDADE. Assim não se sabe quando vão resolver o nosso.

    Mas, já falei ao SINPRO que juridicamente temos que requerer AUDITORIAS etc... perante ao juiz, pois a partir do momento que se colocar a mão no bolso do dono e administradores isso terá um fim. Falou em dinheiro , devassar sigilos, podem estar certos de que encontrarão logo uma solução.

    Temos portanto que nos reunir em ASSEMBLÉIA, pois não há outro modo para resolver tudo isso. TODOS DEVEM REIVINDICAR e falar o que acham.

    O problema não é só trabalhista e político,mas cível,empresarial e penal. Já mencionei diversas vezes aos senhores e ao SINPRO.Uma "CPI" seria ,neste momento, o ideal, pois compele aos admnistradores a cumprir determinados atos sob as penas da lei.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  24. EU SEI QUE MUITOS PROFESSORES E PROFESSORAS ACESSAM O BLOG E LÊEM AS NOTÍCIAS E COMENTÁRIOS, APESAR DE NÃO ‘POSTAR’ MENSAGENS.

    DIA 15/05 E A REITORIA AINDA CONTINUA TESTANDO OS (JÁ DESTRUÍDOS) LIMITES DE TODOS NÓS – É PRECISO, INFELIZMENTE, QUE OS PROFESSORES E PROFESSORAS DÊEM MOSTRAS À UNIVERCIDADE TODA (REITORIA, FUNCIONÁRIOS ADMINISTRATIVOS E ESTUDANTES) DE SUA FORÇA – NÓS, PROFESSORES E PROFESSORAS, É QUE SOMOS AS ‘CHAVES’ DA ORGANIZAÇÃO... VALE A PENA TER CORAGEM E TOMAR UMA DECISÃO SÉRIA, POIS O CENTRO UNIVERSITÁRIO DA CIDADE NÃO RESPEITARÁ MAIS QUALQUER MOBILIZAÇÃO SE, NESTA HORA, FORMOS FRACOS E FRACAS.

    25% DE SALÁRIOS, DEPOIS DE UM MÊS DE ATRASO... É MUITO DESUMANO E HUMILHANTE.

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro