sábado, 6 de março de 2010

Assembléia do dia 06 de março de 2010.Este BLOG será desativado a partir do meio dia de 10 de março de 2010, "temporariamente".Se houver algo urgente enviem email. Professores do Centro Universitário da Cidade-UniverCidade! Que consigam concretiza seus objetivos!

                               
Colegas,

A ASSEMBLÉIA correu na forma regular. Presentes o advogado do SINPRO Dr. Márcio Cordeiro, Diretores Antônio e Profª Magna Correa.

DELIBERAÇÕES:
                

1. Panfletagens semanalmente
2. Entrega de "boletins" especiais aos professores
3. Agilização das ações trabalhistas
4.  Publicação em jornais   
5.  Carros de som semanalmente
6.  Será marcada outra Assembléia Geral,  que deverá ser determinada na próxima semana.

Quanto a ALERJ não houve definição.

Foi sugerido agilização com a maior rapidez possível em prol da urgência da situação dos professores da  UniverCidade  e o SINPRO  fez constar em ATA DA ASSEMBLÉIA.

 OBS.
O que foi sugerido por mim, Professor Brasileiro, na ASSEMBLÉIA, foi constado em ATA no sentido de que o SINPRO contrate um escritório especializado nas áreas cível, empresarial e penal, para que possam obter em suas mãos  sob ordem do juiz  toda a documentação exigível para o deslinde do problema. O SINPRO já tem o escritório próprio para estas áreas e já serão acionados.
É imprescindível que haja "prova" de que a Instituição tem capital e se não  for o suficiente, existe o Instituto jurídico da "desconsideração da personalidade jurídica" que atinge a pessoa   física do administrador em solidariedade com outros. Provando que a Instituição tem capital e não está pagando aos seus professores, não está depositando o FGTS e não está recolhendo o INSS, temos instrumentos suficientes para aniquilar com  aqueles que são os responsáveis diretos. Na área trabalhista não é possível isto, e nada conseguirão, pois os problemas são maiores do que pensam! Claro que o departamento jurídico na seara trabalhista é vitorioso em todas as Ações, pois têm experiência nesta parte. Mas ... não é só isso.

Saudações,

Professor Brasileiro        
AVISO
Neste momento, o Professor Brasileiro encerra o BLOG, que ficará aberto para comentários  até o dia 10 de março de 2010.

Não excluirei da INTERNET.  Ficará para consultas e a lembrança de que  um  dia alguém se preocupou com você. Pode ser que recomecemos, mas terá que haver cumplicidade, solidariedade, reciprocidade. A luta não é só minha.
Agradeço aqueles que apoiaram o "movimento" e desejo BOA SORTE aos colegas que continuam na Instituição e também aos que saíram.

Que Deus ilumine a mente do Sr. Ronald Levinsohn para que cumpra sua obrigação, pois seus subordinados estão na Instituição apenas para fazer cumprir o que lhes resta, e o desânimo que assola aos mesmos certamente trará rescisões indiretas em massa. Além disso, cuidado, pois a Instituição está prestes a ser descredenciada pelo MEC e consequentemente haverá uma natural evasão de alunos.
Fraternalmente,

Professor Brasileiro

                                         

65 comentários:

  1. Professor Brasileiro.

    observo nesta sua última postagem uma certa decepção.

    já passei por isso.

    Deixo o meu muito obrigado pele sua força de vontade e por fazer algo. Isso é mais do que importante, algo foi feito. Basta agora cada um fazer a sua parte.

    Não sei se o senhor continuará na instituição, contudo é orgulho o ter como colega.

    cordialmente,
    ...

    ResponderExcluir
  2. Prof. Brasileiro, me sinto envergonhado pela sua partida. Mas não vale a pena lutar por quem foge.

    Azar dos covardes, que perderam seu paladino.

    Obrigado por tudo.

    ResponderExcluir
  3. O unico paladino que conheço é do jogo tribal wars.
    Ps. vive morrendo em cada ataque de sua tribo.

    ResponderExcluir
  4. Professor Brasileiro
    Chorei ao ler sua despedida.

    Foi o ponto final de uma jornada de que poderia ser de glória.

    Obrigada pela sua força, pelo seu sacrifício, pela sua garra. Aprendi com você (e com outros poucos) que temos que aprender a lutar pelos nossos direitos e que outras pessoas não têm que fazer tudo para que nós possamos sobreviver.

    O que vimos hoje no sindicato é o retrato do povo brasileiro: passivo como vacas de presépio.

    Acreditar que professores, principalmente do curso de Direito, fiquem apáticos com uma situação como a que se apresenta me faz perder a esperança na mudança da situação (não só da IES na qual estamos trabalhando - me recuso a usar a palavra lecionar -, mas também a do Brasil).
    Que Deus lhe traga muito sucesso e encaminhe a sua estrada para lutas que valham a pena. Que lhe encaminhe para ajudar pessoas que desejem ser ajudadas.
    "Dizem que a ema, face ao perigo iminente, esconde a cabeça em um lugar seguro e se esquece do resto do corpo".
    Felicidades.
    Professora Elis Regina

    ResponderExcluir
  5. Nesta vida tudo o que acontece é um aprendizado e durante esse espaço de tempo de outubro até hoje aprendemos um verdadeiro exemplo de solidariedade.

    Desta forma , este BLOG representará um DOSSIÊ COMPLETO das falcatruas da gestão da UniverCidade , por que o Prof. Brasileiro disse na sua postagem que não vai excluí-lo da Internet.

    Com isso, se um dia ele quiser poderá prosseguir. Basta que haja motivo para isso.

    Aqui , neste BLOG está documentado todos os nossos passos e não pensem que não deu resultado, pois a administração ainda teme pela existência desse BLOG. Eu estou assistindo isso...

    O Professor Brasileiro está de parabéns pela força que nos deu e isso está valendo muito, pois as sugestões dadas na sua postagem será executada e o SINPRO terá que ser mais agressivo em suas ações e não dormir no ponto.

    Felizmente o Professor Brasileiro é um ser do "bem".

    Obrigado Prof. Brasileiro. Valeu...

    ResponderExcluir
  6. Tudo que tinha a dizer ao PROFESSOR BRASILEIRO o fiz pessoalmente. Me sinto recompensado de fazer parte de seu circulo de amizade, de poder contar com sua confiança.
    Quanto ao demais, faço minhas as palavras da professora Elis Regina que foi de umas precisão cirúrgica (apesar de penso que a maioria dos "profissionais" da UniverCidade não têm capital intelectual para entender). Para está última, deixo um recado: você fez excelentes escolhas.
    Por fim, BRAVO, PROFESSOR BRASILEIRO, BRAVÍSSIMO!!!

    ResponderExcluir
  7. Professor Brasileiro,
    Se for possível, volte a pensar no assunto.
    Se muitos de nós não foram corretos com o sr., o sr. sempre foi com todos. Sei que a covardia é um defeito grave, mas antes de grandes momentos da humanidade aconteceu assim.
    Estou tremendamente triste hoje. Gostaria de ter estado lá com vcs. Infelizmente, tive um grande problema quando já estava a caminho do centro do rio (o sr. receberá um e-mail meu).
    Para mim, o sr. foi grande fonte de inspiração. Obrigado por tudo e, se possível, tente mais um pouco.
    Respeitosamente,
    Prof. da casa PT

    ResponderExcluir
  8. Aos que ficam digo: o preço da vergonha é alto.
    Sempre há tempo para repensar.

    ResponderExcluir
  9. Li, sentei e chorei. Lamentavel. Que educação, que mundo queremos?

    ResponderExcluir
  10. Um poema para o ser humano especialíssimo que é o PROFESSOR BRASILEIRO...

    "Para ser grande, sê inteiro:

    Nada teu exagera ou exclui.

    Sê todo em cada coisa.

    Põe quanto és

    No mínimo que fazes.

    Assim em cada lago a lua toda brilha,

    Porque alta vive."
    (Fernando Pessoa)

    Este poema lhe cai como uma luva, PROFESSOR BRASILEIRO. Parabéns por tudo...por existir.

    Sinto-me profundamente honrado de nossos caminhos terem se cruzado. Sou um previlegiado.

    O senhor brilha porque alto pensa, vive, controe...Tudo isso sem arrogância ou egoismo. Pelo contrário. Generoso, clamou por aqueles que acreditava pares, dividiu conhecimento, partilhou informação.

    Mesmo durante o momento mais difícil da luta, quando era seu peito que estava sendo atingido, não parou de lutar, não se deixou vencer pelo medo, pelo desânimo.

    Grande vitorioso é o PROFESSOR BRASILEIRO.
    Será sempre lembrado, admirado e respeitado pelos que não se deixaram intimidar no exercício pleno de um DIREITO!

    Quanto aos covardes, a estes só restará, quando muito, o esquecimento.

    A história não perdoa a covardia e a omissão.

    Despeço-me
    Saudações Poéticas.

    ResponderExcluir
  11. Professor Brasileiro,

    Nossa assembleia hoje foi um fracasso.Poucos professores,muito poucos e menos ainda sindicalizados.Os mestres da UniverCidade tem medo que o patrão saiba que são sindicalizados...
    O senhor fez a sua parte e muito bem.Se os pseudos professores da UniverCidade nada quertem,que sejam engolidos pelas falcatruas...
    A sua luta não acabou,plantou sementes e alguns continuaram lutando.
    Estou decepcionada muito muito muito mas sabia que a alienação docente é enorme.
    Minha solidariedade
    Marcia Pires Barreto

    ResponderExcluir
  12. Profª Marcia, meus respeitos, mas a frase "os mestres da UniverCidade" foi forte demais.
    Se são não se comportaram como tal. Ou nem sabem o que significa ser isso.
    A alienação é demais sim. Muitos nem sabem o assunto de lecionam. Se espremer um pouco não vão além do que leram em algum manual barato ou numa "apostila" baixada da internet.
    Triste, muito triste...
    Parabéns Professor Brasileiro. O senhor e outros poucos, muito poucos, merecem ser qualificados de professores.

    ResponderExcluir
  13. Professor Brasileiro, parabéns por sua iniciativa e obrigada por tudo. O senhor nos mostrou que ainda exitem pessoas de bem nessa instituição.
    Aos nosso gestores, gostaria de dizer que a LUTA NÃO ACABOU, está apenas começando e que tudo que foi apurado será levado a justiça. Aguardem e confiram em breve.
    Aos pseudos-professores, que não compareceram a assembléia, espero que quando colocarem suas cabeças no travesseiro consigam dormir, e que ao levantar pela manha possam se olhar no espelho. Os senhores são a vergonha em pessoa!! E digo mais, a cada pagamento pingado que receberem (ou não) os snhores se lembrarão de quão pequenos e covardes foram.
    Boa noite a todos.
    Professor decepcionado.

    ResponderExcluir
  14. "A alienação é demais sim´"
    É isso. Só a misericórdia divina mesmo.

    ResponderExcluir
  15. Claro que existe alienação e medo por parte dos professores, mas o SINPRO precisa ser mais ativo em suas ações, pois não se ouve falar nele na UnvierCidade.Eu não vi panfletagem nenhuma e corro todas a unidades.

    Somente em época de ASSEMBLÉIA é que ele aparece.

    Como o Professor Brasileiro mencionou o problema é mil vezes "maior do que se pensa".

    Assim, onde estão as resoluções da ALERJ?Não vi nas deliberações da ASSEMBLEIA!

    Ninguém resolve. É briga de cachorro grande e contra isso tem que ser um Sindicato igual ao Petroleiro, ou metalúrgico, por que somente com delicadeza e discreção essa corja não será derrubada.

    Professor Brasileiro,

    O senhor tem toda a razão por que os seus colegas não merecem seu empenho e dedicação.Eles aceitam a situação calados.

    Obrigado por tudo.

    Professor amigo

    ResponderExcluir
  16. Amigos,

    A UniverCidade alcançou o que queria e o Sindicato contribuiu para isso.Caso vocês não saibam o Sindicato enviou a listagem dos professores que faziam parte da Associação Docente em Dezembro.

    Isso foi um grande erro estratégico que custou todo o movimento. Continuo na Instituição e digo que alguns coordenadores de direito a boca pequena tem usado exemplos de membros da associação para criar terrorismo.

    Dizem a respeito de um dos Grandes Professores que essa Instituição perdeu e que fazia parte dessa associação que ele nunca teve um ato que pudesse levá-lo a demissão. Porém, afirmam em seguida: "se meteu onde não devia", ou seja, Assiociação.

    Na minha concepção o Sindicato agora tem um dever moral com esses profissionais, pois levou todos a demissão.

    Por outro lado, o clima de terror no direito fez com que os professores se calassem.Embora, a covardia vai custar o emprego de muitos, visto que, segundo fonte segura haverá ainda mais de 200 demissões e muitas no direito.

    Ademais, o MEC vem em Março verificar os termos de saneamento e sabemos que a Univercidade não vem tomando medidas para evitar a suspensão do vestibular de Cursos como o de Direito.

    Aos covardes e sem coragem porque se prendem a esse empreguinho de merda eu digo: "SUA HORA VAI CHEGAR".

    Ao professor Brasileiro eu digo; "Feliz é do homem que cai defendendo suas idéias". A história e não o presente vai julgar seus atos.

    Abçs

    ResponderExcluir
  17. Tentando contribuir e um adeus básico.

    Como é de conhecimento geral (pois todos conhecem meu perfil, bem como, fiz questão de comunicar aos meus coordenadores que estaria presente) compareci ao sindicato
    Ontem para uma assembléia de professores LEGAL e LIGITIMAMENTE convocada. Cumpri meu papel de professora e cidadã.

    Em razão de minha participação ativa, pois exerci um DIREITO igual aqueles que cobro dos meus alunos do curso de direito para exercerem, peço venia ao professor brasileiro, para utilizar este espaço, que todos, sem exceção acessam, para algumas considerações.

    Minha iniciação no movimento sindical foi desestimulante. Comecei no final da década de 70. Conheci o movimento sindical de uma forma dolorosa. Por participar de uma reunião em um determinado sindicato de professores, deixando claro que não foi no SINPRO, amarguei algumas horas de prisão em 1979, quando cursava o 1º ano de Direito (na época o curso era seriado) e o Brasil vivia uma transição política.

    Era outro tempo. Tempo esse que a luta de muitos originou a liberdade de expressão que hoje detemos (pelo menos penso que sim). Lembro-me que quando da promulgação da atual Constituição da República Federativa do Brasil (essa é a denominação correta), tomei o primeiro “porre” da minha vida. Foram 12 chopes e 12 brindes a Constituição Cidadã.

    (continuarei no próximo post.)

    ResponderExcluir
  18. Que a UniverCidade tem problemas, todos sabemos, estamos lá, (com)pactuamos com isso. No entanto, como disse ontem no para um mirrado grupo de pessoas, nunca trabalhei antes num lugar em que a convivência entre todos fosse tão agradável (talvez por causa das mazelas), mas prefiro pensar que não é somente isso. Penso que se dá pela grandeza dos seres humanos que ali laboram. Não vou colocar os verbos no passado. Não por hora.

    Não quero que a UniverCidade acabe. Nunca foi nem seria esse o objetivo de minha participação em todos os eventos internos e externos. Minhas motivações são bem mais “românticas” do que o extermínio de qualquer coisa. A IES gera empregos, possibilita que muitas pessoas façam um curso superior que, em outras circunstâncias, não seriam possíveis. Enfim, existem muitas razões para que ela continue a existir, além dos interesses legítimos dos gestores. É como se diz: "a criatura se tornou maior que seu criador".

    Participar do debate faz parte da solução do problema, e temos muitos problemas. O que adianta se omitir? Nossa participação ativa, sem dúvida nenhuma, levaria a junção de forças para a melhoria das condições e existência digna da UniverCidade no seu todo.

    Se os gestores nos temem (não posso afirmar isso. Coisa de fofoquinha que abomino) não deveriam nos temer. Somos os mais interessados em manter a Instituição. Só podemos/queremos ajudar. A IES tem mentes brilhantes em todas as áreas do conhecimento ao seu dispor. Usar estas mentes para buscar o caminho do sucesso é a proposta da nova idéia de Gestão Participativa, gestão por processos.

    Venhamos e convenhamos, a Univercidade não demitiu professores porque compareceram as assembléias. Se fosse assim, muitos dos que estão em sala de aulas estariam demitidos. A questão não é o comparecimento e sim COMPORTAMENTO.

    Ceifar uma cabeça ou outra faz parte do processo. Em qualquer batalha há os que sucumbem às baionetas, às intrigas...

    ResponderExcluir
  19. finalizando...

    Quanto ao movimento sindical, este tem que se reinventar. Lutar com arco e flecha contra AR15 é, no mínimo, prosaico. Sansão e Golias é mito e, como todos sabem, mito é um "relato sobre o seres e acontecimentos imaginários acerca dos primeiros tempos ou de épocas heróicas". Outras “armas “ se apresentam neste limiar do século XXI. Nisso o PROFESSOR BRASILEIRO foi perfeito. Prescindindo de tudo que “dinossauricamente” conhecemos e defendemos, ele, sozinho, consegui nos trazer (gestores, decentes e discente) para a critica, que, construtiva, espera-se semeadora de transformação.

    Bem, mas a realidade é que depois de um movimento encorpado, com participação numerosa em assembléias anteriores, houve uma retração. Essa retração deve nos levar a reflexão de alguns pontos.

    O que motivou a participação substancial no final de 2009?

    Qual (quais) a razão da retração?

    Isso somente o tempo pode responder. Se houver resposta possível, pois nunca existe apenas uma resposta possível. Todas as respostas são temporais. Podem ser modificadas num outro tempo de existir.

    Penso que podemos ter perdido uma oportunidade singular de ajudar os gestores da UniverCidade a superarem a “crise”. Pois é, não houve compromisso com o entorno.
    Pensar que “se eu estou bem, tudo bem” é raso. Se meu entorno não estiver bem tudo enrijece e, massa enrijecida desaba ao mínimo solavanco.

    Boa sorte a nos todos; gestores, administrativo, docentes e discentes. O que virá?

    Seja o que for, somos os únicos e completos responsáveis.

    Parabéns PROFESSOR BRASILEIRO, novo paradigma se forma por sua iniciativa e atuação.

    Para nós, resta a sorte. Esta pode ser muito ingrata!

    M.M.

    ResponderExcluir
  20. É ... deve haver alguem feliz com isso tudo. Assim continuam a mentira, assim perpetuam seus empreguinhos por mais tempo... Egoistas.

    ResponderExcluir
  21. Caro professor do post 15:52 ,

    O assédio da administração e o medo do movimento colaborou com a retração.Os professores têm medo e ficam calados suportando tudo.

    Acontece que é o SINPRO que tem a representação da categoria e ele tem que ser mais agressivo, no bom sentido. É como alguém falou nos posts acima. Tem que ser igual ao Sindicato dos petroleiros e metalúrgicos. Enérgicos e audaciosos.

    Professor amigo

    ResponderExcluir
  22. sou professor, estou indiguinado com os acontecimentos da univercidade, mas não fui a assembléia, pois realmente não acredito no SIMPRO. marcar outra reunião para que? perder o mais um sábado para escutar eles falarem e não resolverem nada?

    tudo poderia ser resolvido neste reunião. pq não foi resolvido?

    é necessário uma mudança na força sindical tb.

    ResponderExcluir
  23. Prezados,

    Quando postei dizendo que não acreditava em nada disso, fui alvejado... vejam os senhores... eu sabia disso! NÃO ADIANTA QUERER LIBERTAR QUEM NÃO QUER SER LIBERTADO!!!

    É uma pena q podres professores ainda fiquem se submetendo a esta situação vexatória!

    Parabéns prof. Brasileiro, mas, como havia falado! Essa assembleia fechou a tampa de sua urna funerária... satisfeito?

    Imprima esforços em sua vida, invista no sr. e deixe de lado esse povo pobre que por mais que reclamem da ração que lhes é dada, adora chafurdar na lama da UniverCidade.

    Professores omissos, medrosos! Parabéns por contribuírem pela DERROTA!!

    "Enquanto os homens exercem
    seus podres poderes
    motos e fuscas avançam
    o sinal vermelho
    e perdem os verdes
    VOCÊS SÃO UNS BOÇAIS!

    ResponderExcluir
  24. Amigos,

    A UniverCidade alcançou o que queria e o Sindicato contribuiu para isso.Caso vocês não saibam o Sindicato enviou a listagem dos professores que faziam parte da Associação Docente em Dezembro.

    Isso foi um grande erro estratégico que custou todo o movimento. Continuo na Instituição e digo que alguns coordenadores de direito a boca pequena tem usado exemplos de membros da associação para criar terrorismo.

    Dizem a respeito de um dos Grandes Professores que essa Instituição perdeu e que fazia parte dessa associação que ele nunca teve um ato que pudesse levá-lo a demissão. Porém, afirmam em seguida: "se meteu onde não devia", ou seja, Assiociação.

    Na minha concepção o Sindicato agora tem um dever moral com esses profissionais, pois levou todos a demissão.

    Por outro lado, o clima de terror no direito fez com que os professores se calassem.Embora, a covardia vai custar o emprego de muitos, visto que, segundo fonte segura haverá ainda mais de 200 demissões e muitas no direito.

    Ademais, o MEC vem em Março verificar os termos de saneamento e sabemos que a Univercidade não vem tomando medidas para evitar a suspensão do vestibular de Cursos como o de Direito.

    Aos covardes e sem coragem porque se prendem a esse empreguinho de merda eu digo: "SUA HORA VAI CHEGAR".

    Ao professor Brasileiro eu digo; "Feliz é do homem que cai defendendo suas idéias". A história e não o presente vai julgar seus atos.

    Abçs

    ResponderExcluir
  25. "PARA HAVER REPRESENTAÇÃO PRECISA EXISTIR RESPRESENTADO".
    A assembleía de 06/03 deu a entender que somos virtuais. Pior, somos fantasmas ou alguma criação do imaginário do mais mediocre que existe.
    Parabéns! Conseguimos nos reduzir a nada. Perfeita ataução do corpo "docente" da UniverCidade para cristalizar a inoperância que assola este país. Demos uma bela lição aos nosso alunos de como somos rateiros e não merecemos o respeito deles.

    ResponderExcluir
  26. Meus eternos parabéns ao digníssimo e seriíssimo PROFESSOR BRASILEIRO.
    Convivi com muitos professores nos meus dez anos na IES. Mantive bons relacionamentos em salas de aula. Até hj, alguns alunos se correspondem comigo. Fui e sou feliz, mesmo tendo perto de mim, aqueles que conscientes ou inconscientes possuem pacto com os inimigos, pois sou convertido, tanto espiritualmente quanto profissionalmente a esta era da competitividade.
    Estou, pessoalmente, mais feliz, pois deixei de contribuir para o enriquecimento de malfeitosos. Além de ter aumentado o número de pessoas, poucas, mas sinceras e autênticas ao meu relacionamento. Outras eu tenho orado para que um dia essas possam se tornar "seres humanos", pois até então são somentes criaturas.
    Ao PROFESSOR BRASILEIRO e aos que com ele somaram em tentativas de mudanças saudáveis, desejo meus sinceros votos de sucesso e de muita resiliência, pois vocês já mostraram que são capazes. Sejam piedosos com os que não sabem o que fazem, ou são covardes com eles mesmos.
    Se a proposta de ações penais e cíveis forem iniciadas, principalmente, o pessoal da área do Direito, sabem quem serão os vitoriosos. Houve somente uma batalha, mas a guerra continua, só que com estratégias mais refinadas.
    Aos meus colegas e amigos que continuam na IES, que sejam felizes como me conheceram. Ao Professor Brasileiro, não possuo palavras para enaltecê-lo. CMDT

    ResponderExcluir
  27. Senhores,

    Neste momento muito me indignou a atitude dos professores, pois como posso sozinho e mais uns 4 professores, lutar, junto a um Sindicato que não está acostumado a travar batalhas contra um poder econômico? Estamos nos desgastando, nos aborrecendo e daqui a pouco ficamos doentes e de que adiantou?

    O que adianta estarmos a frente de batalha se no momento em que o inimigo vem de frente e 99,9% de combatentes que se diziam aliados, recuam , permanecendo nós cinco,rodeados de canhões, uma artilharia pesada é até por temor, passam para o outro lado? Como ficamos?

    Percebi que eu estava lutando contra a maré e não conseguia chegar à margem. Tinha salvavidas, mas meus companheiros estavam se afastando , afastando... e as suas mãos não chegavam até as minhas. Eles estavam indo para um lado e eu para o outro.

    Eu mesmo me tracei um limite.Falei com meus aliados. E aconteceu nesta ultima ASSEMBLÉIA que foram uns 6(seis)professores convictos de que a perseverança e a superação é somente de alguns.

    Como sugeri, o problema não é só trabalhista. A partir do momento que a Entidade aplique estratégias mais ousadas ele conseguirá os objetivos dos professores de todas as IES que estão com o mesmo problema.

    O SINPRO está acostumado na área trabalhista, mas agora é diferente. Sugeri a eles algo mais agressivo.

    É só alcançar o "bolso" do administrador, no bom sentido, e fatalmente será um sucesso.

    Eles devem fazer aquilo que sugeri na minha última postagem.

    Digo-lhes sinceramente.O BLOG , estará na Internet para quem quiser ver e se tiver que recomeçar eu o farei. Haverá um momento certo e "se isso acontecer" virei com tudo.

    Eu não larguei o barco, só peguei um pequeno bote e fui fazer um reconhecimento no local.

    Mas, neste momento,encerrarei e no dia 10 de março ficará apenas para leitura. Esta é a arte na guerra. Temos que saber os momentos adequados para tudo.

    OUSAR E SE SUPERAR É O QUE PRECISAMOS QUE O SINPRO FAÇA. ELE TEM CONDIÇÕES!

    Saudações,

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  28. OUSE , SUPERE-SE...

    http://www.youtube.com/watch?v=BPtYn8uGQZQ&NR=1

    ResponderExcluir
  29. Uma mensagem aos professores que nada fazem:

    Covardia

    Pensando em fazer não fiz,
    ficou pra traz...
    É certo que errei,
    não arrisquei,
    transformei a vida n'um esconderijo,
    sem coragem,
    fugí!
    Medo, preconceitos e dúvidas
    afastaram os encantos,
    passou o tempo...
    Os desafios ficaram nas estradas,
    resta agora!
    O olhar perdido..

    ResponderExcluir
  30. Mais uma mensagem aos professores que nada fazem

    Ser covarde é:
    ...não assumir seus atos, não tomar atitude, quando mais deveria tomar;
    ...não assumir os erros, fugir deles e não tenta melhorar, ou consertar;
    ...se achar bom demais para errar e não tentar reparar o erro;
    ...se achar ruim demais para conseguir tomar alguma atitude;
    ...não tem a coragem de enfrentar seu próprio medo;
    ...depois que a verdade lhe chega fica quieto, acha que pode tudo e depois diante da verdade fica calado;
    ...alguém pequeno não só na altura, mas também na hipocrisia que demonstra de forma pura;
    ...não é aquele que evita um combate, covarde é aquele que mesmo sabendo que é superior luta e fere o mais fraco.
    A covardia está extremamente relacionada com o orgulho, ou com o excesso dele, ou com a falta.

    “Agora, pois, apregoa aos ouvidos do povo, dizendo: Quem for covarde e medroso, volte, e vá-se apressadamente das montanhas de Gileade. Então voltaram do povo vinte e dois mil, e dez mil ficaram” (Jz 7:3),
    “Mas, quanto aos tímidos, (covarde) e aos descrentes, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos devassos, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte” (Ap 21:8)

    ResponderExcluir
  31. Covardia
    É o oposto de bravura e coragem.
    É algo que te remete a não tentar, a não buscar, a não lutar por medo, por indecisão, por fraqueza. É deixar de fazer algo, é desistir no meio do caminho, é abandonar uma luta pela metade pela falta de confiança em si próprio. É recusar um amor pela dor e sofrimento que ele traz, é se conformar com o que não tem, mas poderia ter.

    Desistir de lutar por medo de perder, mas se não luta nunca saberás se teria a força pra vencer.

    ResponderExcluir
  32. Informação importantíssima:

    Em toda a ASSEMBLÉIA existe um "X9". Sabem o que é isso? São espiões.

    E é por isso que muitos professores são apunhalados pelas costas.

    Não pelas deliberações , mas por comparecerem na ASSEMBLÉIA que é constitucional.

    Assim, mesmo que na ASSEMBLÉIA tenha comparecido somente uns seis ou sete professores, UM, estava lá só para ver o ambiente e outras "cocitas más".Aquele bem caladinho!

    Sabem. Não sei como as pessoas servem para isso.

    Nós não estamos mais na ditadura!Estamos no século XXI.

    O SINPRO tem que atentar para isso e ser mais ativo.

    ResponderExcluir
  33. A UniverCidade não precisa de X9. O sindicato se encarrega do trabalho. Afinal, não foi o sindicato que entregou os membros da associação para degola...
    Ademais, uma assembléia com 6 professores não fica difícil saber quem participou.
    A verdade é que a UniverCidade deveria se preocupar com quem não comparece.
    Quem não comparece age nos subterrâneos, atrás dos panos e, na primeira oportunidade, manda para o espaço a UniverCidade, deixando coordenadores a ver navios e alunos sem aulas.
    Isso sim é prejuízo para a IES.
    Quem comparece mostra comprometimento, inclusive, com a instituição. Pensem nisso...

    ResponderExcluir
  34. UniverCidade?
    Tô fora!
    Ensino ruím,
    Falta de pgto...

    ResponderExcluir
  35. É colega, mas mesmo assim fica a dúvida! Quem foi, viu!!! É fácil notar, ainda mais com 6 professores.

    De qualquer forma é interessante o que o colega do post 08:08 comentou. Será que o SINPRO está em cima do muro?

    Por que degolaram a ASSOCIAÇÃO? Por que não toma atitude drástica contra esses abusos que causou o prejuízo aos membros que somente queriam ajudar aos colegas? Eles foram sacrificados! Agora, ninguém está aí para eles. Nem querem saber mais disso!

    Onde está a solidariedade?

    A atitude da Instituição é antisindical. Por que não lutam como os sindicalistas de 50 anos atrás. A força sindical não mais existe.

    É algo a pensar.

    Prof. Brasileiro, aguardamos sua volta e sei que será em grande estilo.

    ResponderExcluir
  36. DIRETO DA REITORIA

    Senhores,

    Não havia me manifestado pelo simples fato de acreditar que tudo ia acabar em pizza, como, de fato, acabou.

    De que adiantou? Gargalho diariamente com a derrota dos senhores!

    Nossa política: Continuar para sempre do jeito que está! Continuaremos atrasando os salários, não cumprindo com os direitos e não há nada que nos impeça de continuarmos agindo assim!

    Nosso objetivo: Ter cada vez mais profissionais sob o nosso domínio, mudos e covardes! Acho que neste mês de março, vamos dar mais um pouquinho da migalha para os nossos porquinhos!

    Nosso futuro: Enquanto estivermos no Brasil e contarmos com o SINPRO ao nosso lado, sugerimos que procurem outro lugar para trabalhar, porque, aqui vai continuar do jeito que está! Afinal de contas, temos que alimentar a TRUST!

    Sucesso aos produtores, atores e roteirista deste filme digno de oscar!

    Minhas sinceras gargalhadas!

    REITOR

    ResponderExcluir
  37. Logicamente não foi o REITO, mas valeu pois reflete bem o pensamento dos gestores. Só errou em uma coisa: chamar de "profissionais" quem se cala diante desta situação. Para mim, são tudo menos profissionais. Um PROFISSIONAl de qualidade não se curva desta forma. Profissionais são os gestores, golpistas profissionais. Professor Brasileiro, sua volta é aguardada.

    ResponderExcluir
  38. digo, REITOR - meu tc tem problemas.

    ResponderExcluir
  39. Será mesmo que o Reitor é tão idióta a ponto de postar o comentário acima?

    Se é, só tenho a aplaudí-lo pela estupidez e por me fornecer mais munição.

    Agradeço ao REITOR por produzir mais uma prova contra si mesmo (sua assessoria jurídica deve ser de "primeira"...deve ter se formado na UniverCidade...)

    ResponderExcluir
  40. Qual? A UniverCidade da nota 2? Dos professores que não são profissionais? A UniverCidade que está associada por seu reitor ao caso Delfin e a escravidão no nordeste do Brasil? Será essa?

    ResponderExcluir
  41. Uma coisa eu digo. PROFESSOR da UNIVERCIDADE, nunca mais reclame de seu salário atrasado ou de qualquer outro abuso, vc se vendeu (e barato).
    Continue mentindo aos alunos, vamos simular que a instituição é seria e o ensino é de qualidade (só no slogan). Vc perdeu uma ótima chance para reciclar o lixo, agora aguente o cheiro. Lamento por vc.

    ResponderExcluir
  42. Caro senhor,

    Não acredito que seja o Sr. reitor, por que ele não faria tamanha estupidez e ignorância.

    É só requerer judicialmente o seu endereço eletrônico que saberemos que não é. Isso é crime e o senhor que está postando está difamando a UniverCidade.
    Pra mim o senhor é insignificante.

    O BLOG está no ar, mas aguarde-me...Eu já estou gargalhando pela sua carência de instrução e cultura democrática.

    O senhor não conhece o que é guerrear contra os incautos e marginais!

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  43. ALUNO, lembre-se que o seu diploma é de uma univers(C)idade nota dois. Se vc paga, cobre ou mude.

    ResponderExcluir
  44. Se nao paga, e é bolsista fica quieto e seja agradecido !!! Não conspire a quem lhe estendeu a mão.

    ResponderExcluir
  45. Se bolsa é um direito, ninguém teria que agradecer.De qualquer forma este aluno pode certamente reclamar por um bom ensino em favor do seu futuro, pois em qualquer outra Instituição existem várias formas de se requerer a respectiva bolsa.

    Reclamar é um direito e que contribui até para a Isntituição.Crítica construtiva!!!

    ResponderExcluir
  46. Q comentário desqualidicado esse das 22:15.
    Ninguém dá a bolsa pq é bom samaritano. Na verdade, mts bolsistas não precisam e outros q necessitam não a tem. Trata-se de uma forma de justificar a (suposta)filatropia e evitar impostos. No mais, buscar qualidade de ensino é dever de todos, deveria ser tb da Univers(C)dade nota dois.

    ResponderExcluir
  47. E mais, o objetivo de ninguém aqui é "conspirar". Quem conspira para não nos pagar e para "vender" uma educação de 3a categoria são os gestores desta IES. Caso não tenha notado, aqui só pedimos o que é nosso por direito (se fossse tudo pago, esse blog não teria razão) e pela qualidade do ensino (que está pior que nunca). Só isso. A participação do alunos, bolsistas ou não, é democrática e positiva para todos.

    ResponderExcluir
  48. Tem razão os comentários 23:58 , 06:21 e 06:25,

    Na Constituição temos o Princípio da Igualdade e quem postou dizendo que BOLSA é esmola e tem que ficar calado está totalmente errado.

    É REALMENTE UM DIREITO. Todo cidadão tem direito a reclamar, opinar, se expressar seja ele pobre ou rico e você que postou essa barbaridade deve ser daqueles que em remotos tempos usavam um mantel e máscara branca blasfemando em nome de Deus- claro que é contra a lei de Deus.

    DEMOCRACIA E JUSTIÇA!

    ResponderExcluir
  49. Professor Brasileiro.

    Infelizmente estamos tentando sobreviver aos 'resultados' de tantos anos de ditadura - aniquilar lideranças, destituir o poder do povo (em nome da ordem e pelo próprio povo) e tantas outras manobras que culminaram com a ascensão TOTAL E INDISCUTIVEL do poder econômico e, até bem pouco tempo, do poder político. Atualmente só poder econômico dita, sem emendas, as ‘ordens’ no mundo.

    E nos professores e professoras somos resultado dessas manobras e políticas públicas. Somos formados, mestres, doutores, mas, na verdade, infelizes na prática da democracia e da verdade.

    Já havia escrito que os mais fortes é que abririam seu caminho, com o uso da força, representada pela Justiça, pois a maioria dos professores e professoras prefere um ‘pingado’ a estar ‘na rua’, demitidos/as. NÃO CONSEGUEM PERCEBER QUE NÃO LUTAR SIGNIFICA ENTREGAR À SESPA – UNIVERCIDADE A ‘CHAVE’ PARA MASSACRAR, AINDA MAIS, OS QUE FICAM – OS QUE SE NEGARAM A LUTAR.

    Grato. Não só pelo BLOG e pelas orientações, mas PELA AULA DE CIDADANIA.

    ResponderExcluir
  50. Professor Brasileiro.

    Infelizmente estamos tentando sobreviver aos 'resultados' de tantos anos de ditadura - aniquilar lideranças, destituir o poder do povo (em nome da ordem e pelo próprio povo) e tantas outras manobras que culminaram com a ascensão TOTAL E INDISCUTIVEL do poder econômico e, até bem pouco tempo, do poder político. Atualmente só poder econômico dita, sem emendas, as ‘ordens’ no mundo.

    E nos professores e professoras somos resultado dessas manobras e políticas públicas. Somos formados, mestres, doutores, mas, na verdade, infelizes na prática da democracia e da verdade.

    Já havia escrito que os mais fortes é que abririam seu caminho, com o uso da força, representada pela Justiça, pois a maioria dos professores e professoras prefere um ‘pingado’ a estar ‘na rua’, demitidos/as. NÃO CONSEGUEM PERCEBER QUE NÃO LUTAR SIGNIFICA ENTREGAR À SESPA – UNIVERCIDADE A ‘CHAVE’ PARA MASSACRAR, AINDA MAIS, OS QUE FICAM – OS QUE SE NEGARAM A LUTAR.

    Grato. Não só pelo BLOG e pelas orientações, mas PELA AULA DE CIDADANIA.

    ResponderExcluir
  51. Caro amigo,

    Como eu mencionei estou dando uma parada.

    Mas, retornarei.

    Acho que é momento de recuar, pois tenho que reabastecer nossos aliados, pois tem alguns que não conseguem acompanhar. Mas eu entendo a situação dos professores, porém sei que se houvesse maior união a Instituição não realizaria esses assédios.

    A ditadura permanece na cabeça e nos atos do dono. Temos todas as provas , só falta executá-las.

    Estou aguardando o SINPRO ATIVÁ-LAS.Será nesse momento que poderemos dormir em paz.

    Contudo, continuo a insistir com algumas sugestões que foram postadas na minha mensagem.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  52. Eu só queria entender qual o direito que dá o direito a quem não defende seu direito, ensinar algo a alguém?
    Palavras são nada quando falta atitude.
    Nada, absolutamente nada justifica comportamento omisso e infame dos "professores".
    Não adianta vir dizer que tinham medo, não confiavam no SINPRO etc, etc, etc ISSO É MENTIRA!
    A verdade é que não estavam nem aí porque não possuem competência para irem além. Se perderem esse "empregão" (muitos acham o emprego da vida deles) não se colocarão no mercado por total incompetência. Gostam da coisa fácil, como ir fazer "doutorado na Argentina". Merecem a "ração", bem pingada, até que um dia vocês se deem conta que perderam o bonde da históriae, muito mais que isso, a dignidade.

    ResponderExcluir
  53. quando vai pingar algo na nossa conta??? hj já é dia 09!!!!

    ResponderExcluir
  54. Pior que não ter competência é não ter vergonha de negar a verdade aos alunos. Tem gente que diz que está tudo bem... Defendem a quem?

    ResponderExcluir
  55. rs rs rs. Amigo, isso é verdade!

    Por isso escrevi a mensagem que está no Blog, NA PARTE VERMELHA.

    NADA JUSTIFICA DEIXAR DE LUTAR.

    Eu gostaria que houvesse solidariedade, cumplicidade , mas só vi inércia e omissão.
    9 de março de 2010 16:55

    ResponderExcluir
  56. É engraçado o post 16:54 que cobra o salário pelo BLOG. Por que não colabora e bota a boca no mundo. Por que NÃO foi a ASSEMBLÉIA?

    É uma vergonha essa reivindicação. LUTE! Não aceite migalhas.

    EU FUI , E NÃO ME ARREPENDO. PELO MENOS FALEI O QUE DEVIA FALAR E BRIGUEI PELOS MEUS IDEAIS.

    ResponderExcluir
  57. Voltando ao item que trata das bolsas, até a narcisa tamborindeguy já foi bolsista só pq é amiga da gangue. Não dão para quem precisa e sim para que interessa.

    Vamos recapitular um pouco:
    - Univercidade Trust: emprea criada para "pegar" o $ da univercidade e permitir que a mesma entre em dívidas trabalhistas (e bancárias);
    - Os donos enstão envolvidos com trabalho escravono Nordeste;
    Os donos estão diretamente ligados ao escandalo financeiro conhecido como caso delfin;
    - o 13o de 2007 ainda não foi pago;
    - salários e direitos trabalhistas atrasados (alguns desde 2003 não são pagos);
    - Ao mesmo tempo o cartão corporativo da univercidade ("filantrópica") paga todas as contas pessoais do Ronald no 1o dia do mes (vc que não recebe que se dane);
    - Cursos reprovados pelo MEC, nota 2 na última avaliação;
    - Professores demiidos por cobrar seus direitos;
    - Admnistradores sem currículo compatível com o cargo;
    - Pessoas que são contratadas como docentes e admnistrativos pq são amigos ou parentes do dono e quase ão aparecem para trabalhar;
    - Prfessores assediados por superiores para ficar de bico calado;
    - 1/2 do CTT 2003 não foi pago;
    - Estão trocando professores bons por outros com menor formação pq são mais baratos e não reclamam.

    E muito mais.

    ResponderExcluir
  58. João Fernandes Gomes - Escola de Comunicação9 de março de 2010 17:25

    não acredito no SINPRO.
    vc foi na assembléia. ótimo.
    porém respeite o meu direito de não ir e de cobrar.

    não me sinto representado pelo sinpro e não sou sindicalizado. porém eu posso cobrar de outras formas. o importante é cobrar.

    pq nãos nos revela-mos? pq não mostramos nossas caras? me chama de omisso, mas se econde no anonimato?

    ResponderExcluir
  59. Amigos,

    O BLOG é democrático e está aberto a todos os colegas.

    De qualquer forma será importante que o SINPRO faça algo marcante. É isso o que espero.Ele está fazendo o que pode, mas tem condições de fazer mais.

    Eu acredito que algo irá acontecer e futuramente todos ficaremos felizes.

    Saudações,

    ResponderExcluir
  60. professor brasileiro

    o SINPRO fazendo algo de concreto e marcante eu serei o primeiro a aplaudir e participar.
    mas atualmente ele não conta com minha credibilidade.

    vejo muito blábláblá e poucas ações.

    distribuir panfletos e marcar outra assembléia não vai ajudar em nada.

    ResponderExcluir
  61. Eu entendo você colega do post 17:59. Mas, de qualquer forma, por que não foram na ASSEMBLÉIA para me acompanhar?

    Ali nós poderíamos reivindicar e exigir agilização do SINPRO.Não haveria BLA´BLÁ BLÁ , por que eu fui direto no assunto e sugeri algo maior.

    Não precisa ser sindicalizado.

    Demonstraríamos FORÇA.Fiquei muito preocupado, pois os gestores temem a força dos professores numa ASSEMBLÉIA.Você pode lembrar daquela que foram 100 professores.

    Para fortalecer o Sindicato é necessário PROFESSORES e com isso poderíamos fazer algo marcante.

    Mas, espero que minha sugestão seja acatada pelo SINPRO, pois só provando que a Instituição tem capital e que poderão ser confirmadas as falcatruas.

    Colega,

    Foi um prazer tê-lo no BLOG.

    Professor Brasileiro

    ResponderExcluir
  62. PROFESSOR BRASILEIRO.

    Sou o mesmo do 17:59

    eu acompanhei a o blog querendo informações.

    mas confesso.

    minha principal renda é a UniverCidade. Tenho outras fontes de renda, mas a UC é a principal. tenho medo de sofrer retaliações. Meus filhos tem bolsa. Me desculpe, mas eu não posso comprometer no momento minha família.

    Quero encontrar uma forma de lutar mas minha família em primeiro lugar.

    te desejo sorte e agradeço pela coragem que eu não tenho.

    ResponderExcluir
  63. OK amigo,

    Que bom que você está sendo sincero.

    Vamos ver o que podemos fazer em prol de todos.

    Por isso digo. O SINPRO tem que fazer algo marcante para dar segurança a todos os professores.

    Veja agora. Até hoje não pagaram o mes de fevereiro e estou sabendo que até aos administradores.

    É uma barbaridade!

    Saudações,

    ResponderExcluir
  64. Sei que o sindicato esatá tentando nos ajudar.O que observo do SINPRO é que ele não está acostumado com briga de "cachorro grande", só lida com colégios e atualmente os cursos superiores estão todos nas mãos de empresários.

    Por isso ele só fica panfletando, marcando ASSEMBLÉIAS que não dão em nada , enfim precisamos ajudá-lo , pois ele pode nos ajudar, mas os professores da escola de direito têm que dar idéias a eles.

    Não vejo outro geito, pois somente o SINPRO pode nos defender.

    ResponderExcluir
  65. NÓS AINDA NÃO RECEBEMOS FEVEREIRO. COMO ESTÃO OS DEMITIDOS?O QUE FOI FEITO DO ACORDO? ESTÃO PAGANDO? JÁ PAGARAM?

    ResponderExcluir

O BLOG É MODERADO.

TODOS SÃO BEM-VINDOS !

Professor Brasileiro